Glossário

Glossário: A

+ Aba deslizante
Painel horizontal, destinado a aumentar momentaneamente a superfície de um plano de trabalho
+ Abalo
Vibração do solo devido a um sismo - terremoto ou explosão
+ Abate
é uma das operações principais da exploração florestal.Consiste no corte de árvores que serão usadas em processos de transformação ou para geração de energia. Normalmente este corte é feito o mais junto possível ao solo impedindo assim o rebrotamento.
+ Abaulamento
Deformação transversal da face. - Curvatura na largura de uma peça de madeira
+ Abertura da pontuação
Orifício da pontuação aberto para o lúmen celular.
+ Abiótico
local ou processo caracterizado pela ausência de seres vivos.
+ Abrasão
Processo mecânico de desgaste das superfícies terrestres causado pelo material sólido transportado pelas correntes marinhas (abrasão marinha), rios (abrasão fluvial), geleiras (abrasão glacial) e ventos (abrasão eólica)
+ Abrasivo
Substância muito dura como diamante, capaz de arrancar, por atrito, partículas de outros corpos.
+ Abrigo de Resíduos
Elemento destinado ao armazenamento temporário de resíduos sólidos que aguardam a coleta (ABNT)
+ Abrolho
Acidente do relevo submarino constituindo um rochedo que por vezes aflora próximo ao litoral, formando ilhas
+ Absentista ou Abstencionista
proprietário de terrenos florestais que vive, normalmente, longe das suas propriedades e que por conseqüência disso não tira partido ou não gere convenientemente essas mesmas áreas.
+ Absorção
Processo físico no qual um material coleta e retêm outro, com a formação de uma mistura. A absorção pode ser acompanhada de uma reação química (ABNT).
+ Abundância
refere-se à quantidade de indivíduos de determinada espécie encontrada em um determinado espaço físico. Ver ocorrência.
+ Acabamento
Tratamento final (polimentos, última demão, etc) ou arremate dado as superfícies com finalidade estéticas e/ou de conservação- Película final sobre uma superfície que já tenha sido selada.
+ Acácia
gênero das leguminosas mimosóideas, que abrange cerca de1300 espécies nativas das regiões mais quentes da Austrália, Papua NovaGuiné, Indonésia e da África. Produz celulose de fibra curta e já esta sendo utilizada pele indústria devido à boa qualidade da polpa, alto rendimento de celulose, maior produção de serrapilheira e alta fixação de nitrogênio,baixa exigência nutricional e grande capacidade competitiva com gramíneas.
+ Açaí
palmeira (Euterpe oleracea), de cujos frutos se faz uma espécie de papa muito apreciada; uaçaí, açaí-branco, açaí-do-pará, açaizeiro,coqueiro-açaí, iuçara, juçara, palmiteiro, palmito, piná, tucaniei.
+ Acanoamento
Forma de empenamento.
+ Aceiro
Faixa de terreno ao redor de uma determinada gleba, mantida livre de vegetação por capina ou poda, a fim de impedir a invasão de plantas indesejáveis ou de fogo ocasionado por queimada.
+ Acessório
Peça ou objeto, funcional ou decorativo, que complementa o mobiliário. Ex.puxador, dobradiça, tapa-furos, pé.
+ Acha de lenha
Lenha cortada em pedaços de 1,20m.
+ Achas
peças de madeira proveniente de rachaduras longitudinais de uma tora, também denominada lascas.
+ Acícula
parte da planta em coníferas, correspondente à folha
+ Aclimatação
Processo através do qual se aliviam as tensões internas de secagem da madeira. Consiste em se expor a madeira no interior da estufa, a uma umidade relativa do ar alta o bastante para elevar a sua umidade superficial.
+ Acolchoado
Objeto coberto ou guarnecido com estofo
+ Acondicionador
Dispositivo ou equipamento destinado ao acondicionamento correto dos resíduos sólidos em recipientes padronizados (ABNT)
+ Acondicionamento
Processo de embalagem em local conveniente com objetivo de preservar contra a deterioração ou também para o transporte.
+ Acre
antiga unidade de superfície utilizada na medição de terrenos,ainda hoje usada na Inglaterra e nos Estados Unidos, e que equivale a 4,047 m2.
+ Acrescente
Cálice que persiste, inclusive cresce, depois da formação do fruto, revelando-se maior do que antes na flor.
+ Aculeado
Provido de acúleos, estrutura semelhante a espinhos, ou seja, órgão parecido com espinhos, que se desenvolvem no córtex ou epiderme e desprende com facilidade.
+ Acúmen
Ponta prolongada e estreita das folhas, o mesmo que acuminado.
+ Acuminado
Folhas com acúmen que pode ser curto ou longo.
+ Adaptabilidade
capacidade de uma espécie de viver em condições ambientais diferente de seu hábitat natural.
+ Adaptação
processo de um organismo ajustar-se a um ambiente diferente de seu hábitat natural, através da mudança de forma ou de função para sobreviver em determinadas condições ou situações apresentada pelo meio ambiente.
+ Adensamento
aumento da densidade de um povoamento, através da introdução de novos exemplares da mesma espécie no mesmo local deforma a aumentar o número já existente.
+ Adesão
Atração entre dois corpos sólidos com superfície de contatos comuns produzida pelas existência de forças atrativas de um adesivo
+ Adesividade
Propriedade de um material em aderir a um outro por afinidade quando um dos dois é líquido ou pastoso
+ Adesivo linear
Fio de fibra sintética, impregnado com compostos termoplásticos, aplicados por meio de juntadeira de lâminas, em duas lâminas de madeira, de modo de uni-las
+ Adhesivo
Substância que tem a propriedade de fazer aderir firmemente dois corpos sólidos
+ Aditivo
Substância adicionada a uma solução para aumentar, diminuir ou eliminar determinada propriedade
+ Adubação
ação de fertilizar uma área com qualquer substância, natural ou sintéticas, com finalidade de torná-la em condições de cultivo.Existem várias formas de adubação (a lanço, por cobertura, em covas etc.) e também vários tipos de substância (minerais, compostos químicos e orgânicos, vegetação) que são utilizadas para este fim.
+ Adubação foliar
forma de aplicação de uma substância fertilizante que consiste na utilização de um equipamento chamado pulverizador,normalmente esta substância é dissolvida em água ou outro meio líquido,e aplicada diretamente nas partes aéreas das plantas sendo absorvidas por estas partes.
+ Adubo
substância que favorece o desenvolvimento. Resíduos animais ou vegetais, ou substância química, que se misturam à terra para fertilizá-la.
+ Adubo Mineral
Material inorgânico, geralmente de origem industrial, que é adicionado ao meio em que a planta é cultivada para fornecer determinados nutrientes
+ Adubo Orgânico
Adubo constituído essencialmente por elementos naturais (matéria orgânica decomposta, resíduos vegetais, esterco, dentre outros), isto é, sem o acréscimo de produtos químicos de origem industrial
+ Adubo Verde
Vegetal incorporado ao solo com a finalidade de adicionar matéria orgânica que vai se transformar, parcialmente, em húmus, bem como em nutrientes para a planta. Os adubos verdes podem consistir de ervas, gramíneas, leguminosas, etc.
+ Aduela
Elemento fixo constituído por ombreiras e travessa, destinado a guarnecer o vão e sustentar a folha de porta
+ Aeração
Oxigenação da água com a ajuda do ar. A taxa de oxigênio dissolvido, expressa em porcentagem de saturação, é uma característica representativa de certa massa de água e de seu grau de poluição
+ Aeração do solo
é a quantidade de ar do solo, quanto mais poroso e solto melhor a aeração.
+ Aerolevantamento
Método de fotografias obtidas em faixas de vôo, com recobrimento de aproximadamente 45% entre fotos contíguas, que permitem observação estereoscópica (ou em três dimensões) e restituição na forma de mapas
+ Afiação
Processo de amolar, desbastar, apontar e dar fio a uma ferramenta.
+ Afiadora
Máquina de afiar ferramentas
+ Afluente
rio ou curso d?água que desemboca em um curso de maior volume de água.
+ Agave
gênero de plantas agaváceas que se distribuem pelas zonas tropicais, subtropicais e temperadas; têm longas folhas espatiformes, geralmente,dentadas, que crescem em roseta. A maioria das espécies é dotada de racemo, com muitas flores; o fruto é capsular ou bacáceo; tais espécies fornecem o sisal.
+ Agente de Floculação
Substância coagulante que, quando acrescentada à água, forma um precipitado floculoso que contém material suspenso, promovendo a sua sedimentação
+ Agente Tóxico
Qualquer substância exógena em quantidade suficiente que, em contato com o organismo, possa provocar uma ação prejudicial, originando um desequilíbrio orgânico
+ Aglomerado
É uma chapa plana, produzida com partículas de madeira. Estas partículas são aglutinadas com resina sintética, consolidadas sob a ação conjunta de calor e pressão, resultando numa chapa maciça, especialmente projetada para a indústria de transformação
+ Aglomerado com densidade progressiva
Aglomerado cuja densidade varia de um nível a outro da espessura (a camada exterior é mais densa e a camada interna é menos densa)
+ Aglomerado decorativo
Aglomerado onde uma das faces é revestida por papel melamínico
+ Aglomerado homogêneo
Aglomerado formado de uma só camada de partículas semelhantes, repartidas uniformemente.
+ Aglomerado impregnado
Aglomerado formado de partículas impregnadas de uma resina sintética, a fim de aumentar a resistência
+ Aglomerado para exteriores
Aglomerado cuja colagem, tratamento e composição das partículas permitem exposição as intempéries.
+ Aglomerado revestido
Aglomerado recoberto por material não-lenhoso e de pouca espessura (plástico, papel decorativo, tecidos).
+ Aglomerado semi-oco
Aglomerado obtido por “extrusão”, cuja massa é reduzida pela ação de longas hastes que criam um vazio dentro dele, o que impede a passagem de ruídos
+ Agregação
(Pedologia) União de partículas primárias do solo (areia, silte e argila) para formar partículas secundárias ou agregadas. Tal união é realizada por forças naturais e substâncias derivadas da atividade microbiana e exsudadas pelas raízes
+ Agregado
(Pedologia) Conjunto coerente de partículas primárias do solo com forma e tamanhos definidos. Comporta-se, mecanicamente, como uma unidade estrutural. Quando formado artificialmente é denominado torrão
+ Agreste
Denominação aplicada a vegetação semi-árida, fisiologicamente seca, com plantas providas de proteção contra déficit hídrico. (2) (geografia) Nome dado a região de transição entre a costa úmida e o interior semi-árido do Nordeste brasileiro. Originalmente a região era recoberta por florestas estacionais
+ Agrobiologia
ramo da ciência que utiliza os conhecimentos da biologianas suas relações com a agricultura.
+ Agroecologia
é um conjunto de conceitos, princípios, normas e métodos que possibilitam estudar, avaliar e manejar de forma consciente os sistemas naturais para produção de alimentos, permitindo compreender a natureza dos agrossistemas e desenvolvendo sistemas com dependência mínima de insumos energéticos externos.
+ Agroenergia
termo utilizado para identificar a concepção e ações estratégicas para aproveitamento de produtos agrícolas e florestais para a produção de energia renovável.
+ Agroflorestal
sistema produtivo no qual a produção de bens florestais está associado à produção de outros produtos agrícolas usados pelo homem para sua alimentação ou bem-estar. Normalmente são constituído de várias espécies perenes para exploração de madeira, espécies frutíferas, plantas comestíveis, cacau, café etc.
+ Agroindústrias
Indústrias manufatureiras que utilizam como matéria prima, principalmente, os produtos agrícolas vegetais, animais ou florestais. Água meteórica: o mesmo que água de chuva.
+ Agronegócio
relações comerciais efetuadas com produtos agrícolas através de atividades de compra e venda.
+ Agronomia
especialização da agricultura que trata da teoria e da prática do cultivo de plantas, criação de animais, e do manejo técnico-científico do solo.
+ Agropecuária
teoria e prática da agricultura associada à pecuária.
+ Agrossilvicultura
povoamento permanente de aspecto florestal,biodiversificado, manejado pelo homem de forma sustentada e intensiva para gerar um conjunto de produtos úteis para fins de subsistência e/ou de comercialização.
+ Agrossistema
sistema ecológico natural, adaptado ao campo, utilizado para produção agrícola ou pecuária, seguindo diferentes tipos de manejo,sem afetar o equilíbrio geológico, atmosférico e biológico.
+ Agrotóxico
denominação genérica dada aos produtos e/ou agentes de processos físicos, químicos ou biológicos destinados ao uso nos setores de produção, no armazenamento e beneficiamento de produtos agrícolas,nas pastagens, na proteção de florestas, cuja finalidade seja alterara composição da flora ou da fauna com a finalidade de preservá-las da ação seres vivos considerados nocivos.
+ Agrovila
núcleo de povoamento, formado geralmente por pequenos agricultores e suas famílias, com serviços integrados de comunidade, planejado e construído para abrigo e prestação de assistência técnica à produção e à comercialização de produtos agrícolas e/ou artesanais por eles produzidos.
+ Agrupamento
Característica dos vasos do xilema de apresentarem-se solitários ou agrupados dois a dois, três a três (são chamados também de poros geminados ou múltiplos), formando cadeias paralelas às linhas radiais ou formando grupos numerosos (clusters), também chamados de poros em cacho.
+ Água de constituição
Parte da constituição química da madeira, só sendo eliminada pela destruição desta
+ Água de embebição
Água Localizada no interior das células da madeira, entre si microfibras de celulose que as formam
+ Água de impregnação
Água Localizada no interior das células da madeira, entre si microfibras de celulose que as formam
+ Água higroscópica
Água Localizada no interior das células da madeira, entre si microfibras de celulose que as formam
+ Água livre
Água contida nos espaços vazios entre as células, nos vasos e poros da madeira, circulando livremente e de fácil remoção
+ Aguapé
Esteiras de plantas aquáticas que medram à superfície da água, especialmente a Eichhornia sp, da família Pontederiaceae
+ Aguarrás
Líquido oleoso extraído da resina do pinheiro, contendo pineno, C10H16 e outros terpenos. Utilizado principalmente como solvente
+ Aiveca
peça que sustenta parte de um arado que serve para afastar aterra e alargar o sulco destinado ao plantio.
+ Alburno
É a porção do tronco mais próxima a casca da madeira que mantém atividade fisiológica, em geral de coloração mais clara que o cerne (porção mais interna) e de menor durabilidade, devido a grande quantidade de substâncias nutritivas que acumula e que são atacadas por organismos xilófagos (que se utilizam da madeira como fonte alimentar).
+ Alburno (sapwood)
O mesmo que branco de madeira, brancal ou borne, lenho situado entre a casca e o cerne, geralmente de coloração mais clara que este e constituído por elementos celulares ativos (quando na árvore viva).
+ Alburno incluso
Áreas de cor clara da Madeira que não sofreram processo completo de duramenização, estabelecendo porções esbranquiçadas incluídas no cerne
+ Alcatrão
Denominação utilizada para qualquer das várias misturas semi-sólidas de hidrocarbonetos e de carbono livre, produzidas por destilação destrutiva de carvão ou por refino do petróleo
+ Aléia
caminho traçado para passagem de pedestres ou transporte de produtos, normalmente efetuado em parques e jardins.
+ Alelopatia
Interferência de um ser vivo sobre outro, competição entre espécies.
+ Algas
Plantas primitivas, uni ou pluri celulares, usualmente aquáticas e capazes de elaborar seus alimentos pela fotossíntese. Podem também ser heterótrofos ou até parasitas (no caso das formas despigmentadas).
+ Aliáceo
Odor semelhante ao de alho, semelhante ao alho ou relativo a ele.
+ Aliforme
Que tem a forma de uma asa.
+ Alimentador de painel
Maquinário fixo destinado a abastecer máquinas que servem para a transformação de painéis
+ Alinhamento
a) Conjunto de elementos geológicos ou geofísicos de natureza semelhante, dispostos segundo uma linha regular, aproximadamente reta. b) Representação em planta da direção correta de uma linha ou feição linear em relação a outras linhas ou feições I: Alignment
+ Alívio de tensões
Condicionamento que se realiza após terminada a secagem, que redistribui a umidade e alivia (relaxa) as deformações permanentes, consequëntemente aliviando as tensões internas da madeira.
+ Alizar
Régua ou sarrafo que se usa para cobrir a junta presente entre a parede e o marco, emoldurando o vão nas portas
+ Alma
Camada central de um compensado, geralmente mais espessa que as outras camadas.
+ Almofada
Saliência em painéis de madeira, corpo da folha de porta, de aplicação decorativa. Objeto de assento ou encosto acolchoado.
+ Almofada de lixamento
Elemento do patim feito de feltro de borracha ou inflado a ar, que serve para regular a pressão do patim sobre a cinta abrasiva em contato com a peça a lixar
+ Almofariz
recipiente de pedra, metal, madeira etc., em que se trituram e homogeneízam substâncias sólidas. Pilão, gral, morteiro.
+ Alomônio ou alonoma
substância exalada ou extraída de plantas que apresenta efeito benéfico nos emissores ou produtores e efeitos negativos para os receptores.
+ Alongado
diz-se do indivíduo de espécie domesticada que foge par ao mato e volta a ter vida selvagem.
+ Alporquia
técnica de obtenção de muda por propagação vegetativa,usada em espécies vegetais que apresentam dificuldade em reproduzir se por sementes. Consiste em enterrar ou envolver com terra ou outra substância umedecida, o ramo de uma planta, ainda preso a ela, para que seja possível a formação de raízes e o surgimento de um novo exemplar.
+ Alqueire
unidade de medida de área equivalente a 4,84 hectares(alqueire mineiro) ou 2,42 hectares (alqueire paulista).
+ Altimetria
parte da topografia que estuda os métodos e instrumentos empregados na determinação do relevo de um terreno.
+ Altitude
distância vertical de um ponto na superfície da terra em ralação ao nível médio dos mares.
+ Alto fuste
um dos três regimes fundamentais na renovação de um povoamento florestal. Consiste na continuidade do povoamento através da regeneração sexuada como a germinação de sementes ou de plantação.Como a própria denominação sugere, os indivíduos de povoamentos orientados com este regime são, normalmente, árvores de maiores dimensões e de maior longevidade.
+ Alto Montano
Relativo aos ambientes situados em altitudes acima de 1500 metros.
+ Altura
Altura total do tronco, medido desde o nível do solo até à flecha da árvore . (unidades: m)
+ Altura dominante
Média das alturas das três árvores com maior DAP da parcela (designadas por árvores dominantes). (unidades: m)
+ Altura média
altura da árvore de área seccional média.
+ Altura mercantil ou comercial
altura do fuste com melhor aproveitamento tecnológico para o qual se destina a árvore. Esta altura é obtida pela medida total da árvore subtraindo-se a medida da bica.
+ Alvejamento
O mesmo que branqueamento.
+ Alvejante
Qualquer substância com ação química, oxidante ou redutora, que exerce uma ação branqueadora
+ Alvura
É baseada na medida de reflectância pelo branco num determinado comprimento de onda.
+ Amaranto
planta granífera do gênero de plantas herbáceas da família das amarantáceas de sementes pequenas e arredondadas.
+ Ambar
Resina fóssil amorfa com cor geralmente amarelada, muito dura, semitransparente, sendo que sua origem é atribuída a um pinheiro do Período Terciário (Pinus succinites). Em algumas situações são encontradas em seu interior fósseis de insetos
+ Ambiental
Relativo ao meio ambiente, que cerca ou envolve os seres vivos ou as coisas
+ Ambientalista
Termo criado para traduzir environmentalist, surgido na última década para nomear a pessoa interessada ou preocupada com os problemas ambientais e a qualidade do meio ambiente ou engajada em movimentos de defesa do meio ambiente. Também usado para designar o especialista em ecologia humana
+ Ambiente
Soma dos inúmeros fatores que influem sobre a vida dos seres vivos. O mesmo que meio ou ambiência.
+ Amêndoa
Parte da semente envolvida pelo tegumento; fruto e semente da amendoeira; qualquer semente contida em caroço.
+ Amentilho
inflorescência em forma de espiga densa, geralmente pendente e de flores unissexuadas e aclamídeas, reduzidas em pequenos grupos ao longo do eixo.
+ Amônia
Gás incolor com fórmula NH3, odor forte e picante, muito solúvel em água e álcool. A solução de amoníaco, amônia líquida, apresenta algumas semelhanças com a água devido ao fato de ter pontes de hidrogênio
+ Amostra
Parte de uma população ou um universo, tomada para representar quantidade ou qualidade de todo o conjunto.
+ Amostragem
Operação que consiste em extrair amostras de solo, rocha, ar ou água de um local para análise individual. Retirada de pequenas partes (amostras) para representar as propriedades de um conjunto ou do todo
+ Anabolismo
reação biossintética que ocorre em organismos vivos levando à formação de moléculas complexas a partir de componentes simples,utilizando a energia armazenada na célula.
+ Anaeróbico
organismo que vive independente da presença de oxigênio.
+ Análise Ambiental
Exame detalhado de um sistema ambiental, por meio do estudo da qualidade de seus fatores, componentes ou elementos, assim como dos processos e interações que nele possam ocorrer, com a finalidade de entender sua natureza e determinar suas características essenciais
+ Anel anual
Camada sobreposta a circunferência de um tronco a cada ano durante a estação de crescimento, indicando o ciclo vegetativo de um ano. A soma do número de anéis corresponde geralmente aos anos de vida da planta
+ Anel de crescimento
Camada sobreposta a circunferência de um tronco a cada ano durante a estação de crescimento, indicando o ciclo vegetativo de um ano. A soma do número de anéis corresponde geralmente aos anos de vida da planta
+ Anel de crescimento (growth ring)
Uma camada de crescimento da árvore, vista em seção transversal do lenho.
+ Anel de crescimento descontínuo
Anel de crescimento semicircular, formado geralmente por forças externas ao crescimento da árvore
+ Antrópico
atividades provenientes da ação do homem.
+ Apara
parte do material não utilizável quando se corta ou apara.
+ Aparelhar
aplainar as faces e os cantos de uma peça de madeira.
+ Aplainamento
Operação manual ou mecânica que se destina a igualizar as superfícies de uma peça de madeira
+ Aplicações
São os usos como em carpintaria Interior, móveis de Interior, pisos, chapa decorativa, painéis, construção civil, etc.
+ Aplique
Peça decorativa que serve de ornamento ao mobiliário
+ Apodrecimento
Decomposição do tecido lenhoso pela ação de fungo. Caracteriza-se pela mudança de consistência e de coloração da madeira.
+ Apodrecimento ou ardido (incipient decay)
Estágio inicial de apodrecimento, geralmente caracterizada por uma alteração da cor natural da madeira: madeira ardida, ardidura.
+ Aqüifero
Formação porosa (camada ou estrato) de rocha permeável, areia ou cascalho, capaz de armazenar e fornecer quantidades significativas de água
+ Aqüifugo
Unidade geológica impermeável, sendo que deste modo não absorve e nem transmite água
+ Araucária
pequeno gênero de grandes árvores oriundas da América do Sul e da Austrália, da família das araucariáceas, de folhas pequenas e aciculares, duras, flores com sexos separados, sementes (pinhões) reunidas em grandes cones e importantes como alimento, e cuja madeira,branca, tem grande utilidade.
+ Arboreto
Lugar em que as árvores de várias procedências são propagadas individualmente em grupos ou em pedaços pequenos maciços, para fins científicos ou educacionais.
+ Arbusto
Vegetal lenhoso de menor de 5 m de altura e menos de 10 cm de diâmetro à altura do peito
+ Arca
Caixa com tampa que serve para guardar objetos.
+ Arco de puá
Ferramenta que imprime movimento giratório nas puas, escareadores, verrumas e pontas de chaves-de-fenda
+ Ardidura
Estágio inicial de decomposição geralmente caracterizado por uma alteração da cor natural da madeira.
+ Área basal
Representa a área geralmente expressa em pés quadrados ou metros quadrados das secções dos troncos à altura do peito (1,30 m do solo), podendo ser de uma árvore apenas ou da soma das áreas basais de todas as árvores do maciço. Pode-se dizer, também, área basimétrica.
+ Área de Captação
É a área imediata que influencia a qualidade da água no ponto de captação, onde deverão ser observadas as recomendações de normas ou regulamentos
+ Área de Proteção Ambiental (APA)
Categoria de unidade de conservação cujo objetivo é conservar a diversidade de ambientes, de espécies, de processos naturais e do patrimônio natural, visando a melhoria da qualidade de vida, através da manutenção das atividades sócio-econômicas da região.
+ Área Degradada
Considera-se a área que, após distúrbio, teve eliminado os seus meios de regeneração natural, apresentando baixa capacidade de auto-recuperação, necessitando ações antrópicas para tal. O mesmo que ecossistema degradado
+ Área seccional
Medida da área transversal do tronco de uma árvore. (unidades: m2)
+ Área Urbana
Área de uma cidade definida pelo perímetro urbano. (Vide perímetro urbano)
+ Áreas ardidas de povoamentos florestais
Áreas de uso florestal, anteriormente ocupadas por árvores florestais com um grau de coberto no mínimo de 10%, que ocupavam uma área no mínimo de 0,5 ha e largura não inferior a 20 metros, mas que devido à passagem de um incêndio estão ocupadas por vegetação queimada ou solo nu com presença significativa de materiais mortos ou carbonizados
+ Áreas de corte raso
Áreas de uso florestal, anteriormente ocupadas por árvores florestais com um grau de coberto no mínimo de 10% que ocupavam uma área no mínimo de 0,5 ha e largura não inferior a 20 metros, mas em que as árvores do povoamento foram cortadas observando-se a existência atual de cepos
+ Áreas de Preservação
Correspondem as áreas que as Leis Federais 6766:79 de parcelamen-to do solo e 4771:65 do Código Florestal Brasileiro, consideram de preservação, tais como: áreas de preservação de valor ecológico, paisagístico e natural; as faixas marginais de águas corentes e dormentes; e as bacias que abrigam mananciais
+ Áreas de Preservação Permanente
Aquelas em que as florestas e demais formas de vegetação natural existentes não podem sofrer qualquer tipo de degradação.
+ Áreas de proteção
Áreas ou porções de terreno que sofrem alagamentos periódicos ou estão constantemente sob a ação de alagamentos.
+ Áreas protegidas
Áreas terrestres e águas interiores e marítimas classificadas, em que a fauna, a flora, a paisagem, os ecossistemas ou outras ocorrências naturais apresentam, pela sua raridade, valor ecológico ou paisagístico, importância científica, cultural e social, uma relevância especial que exige medidas específicas de conservação e gestão
+ Áreas Sociais
Áreas ocupadas por zonas urbanas e pequenos agregados populacionais, portos, aeroportos, equipamentos sociais e grandes vias de comunicação
+ Arenito
Termo descritivo utilizado para designar um sedimento clástico consolidado por um cimento qualquer (sílica, carbonato, etc), cujos constituintes apresentam um diâmetro médio que corresponde a granulação da areia. Por não apresentar uma conotação mineralógica ou genética, são considerados arenitos todas as rochas sedimentares que apresentam granulação do tamanho areia
+ Arenoso (Pedologia)
Termo aplicado a algumas classes texturais do solo, que apresentam grande quantidade de areia, com menos de 15% de argila
+ Aréola
Parte de uma pontuação areolada; saliência circular á base de formação de espinhos nos eixos das Cactaceae.
+ Aresta
Ângulo exterior formado por dois planos que se cortam
+ Argênteo
Que tem brilho com aspecto metálico – prateado.
+ Argila
Material sedimentar de grãos muito finos. Termo empregado também para designar a fração granulométrica de um sedimento, inferior a 0,002 mm. (Wentworth)
+ Aridez
Característica de um clima relacionado com a deficiência de umidade para manter a vegetação
+ Arilo
excrescência da semente; frequentemente de aspecto esponjoso ou gelatinoso, às vezes envolve a semente, sendo geralmente originado pelo funícolo.
+ Armação
Conjunto das partes de uma construção que se obstinam a resistir a cargas.
+ Armário
Móvel fechado por portas ou cortinas, organizado por meio de prateleiras, separações, gavetas, etc., que serve para guardar objetos.
+ Armário de cozinha
Móvel montado em parede com buchas e parafusos ou outros meios de fixação, com o objetivo de armazenar bens de cozinha.
+ Armário-biblioteca
Móvel destinado a colocação de livros sobre prateleiras fixas ou móveis
+ Aro
Elemento fixo constituído por ombreiras e travessa, destinado a guarnecer o vão e sustentar a folha de porta
+ Arqueamento
Deformação longitudinal das bordas. Curvatura ao longo do comprimento da peça de madeira, num plano paralelo a face
+ Arqueamento (spring)
Empenamento longitudinal das bordas; curvatura ao longo do comprimento da peça de madeira, num plano paralelo à face.
+ Arquivo
Móvel, geralmente de metal e com gaveta, para guardar documentos.
+ Arquivo basculante
Móvel composto por um ou mais compartimentos basculantes permitindo a colocação suspensa lateral
+ Arquivo horizontal
Móvel comportando uma ou várias colunas de alvéolos sobrepostas, destinadas a colocação horizontal de documentos.
+ Arquivo vertical
Móvel composto por uma ou mais gavetas destinadas a colocação vertical de documentos. As gavetas são montadas sobre dispositivos de correr, assegurando fácil manipulação.
+ Arrancador de grampos
Objeto utilizado para retirar os grampos do móvel estofado.
+ Arrancamento
É a ruptura da superfície do papel durante impressão. Ocorre quando uma força de tração perpendicular externa, aplicada à superfície, é maior que a coesão do papel.
+ Arranjo
Disposição especial com que os vasos distribuem-se no lenho. Pode ser tangencial (quando os vasos tangenciam as linhas radiais), oblíquo (quando os vasos estão distribuídos de maneira inclinada em relação às linhas radiais) ou ainda dendrítico (quando assumem formato de chamas).
+ Arrendamento
sistema de concessão de uso da terra dado pelo proprietário para sua exploração por outra pessoa ou instituição, geralmente através de um contrato, verbal ou escrito, mediante o pagamento de um aluguel ou divisão da produção.
+ Arrendamento mercantil
operação entre pessoas jurídicas ou físicas pela qual uma cede o uso de um ou mais bens (máquinas, veículos etc.) mediante o pagamento pela outra de prestações periódicas, podendo esta parte, ao final do contrato, renovar o acordo, devolver o bem ou adquirir sua propriedade.
+ Arrevesso
Desvio ou trancamento da grã da madeira que ocorre usualmente perto de um nó, mas não contém o nó.
+ Arrevessos (burls)
Distorção da grã da madeira freqüentemente ocorrendo próximo ao(s) nó(s), mas não contendo o(s) nó(s) e que pode provocar o arrepiado ou arrancamento de fibras.
+ Arroba
antiga unidade de medida de peso, equivalente a 32 arráteis,ou seja, 14.689kg. No Brasil, é utilizada como medida de peso de produtos agropecuários, equivalente a 15kg.
+ Arvoplac BP
Arvoplac BP (Baixa Pressão) é uma chapa de madeira aglomerada revestida em ambas as faces com folhas melamínicas. Sua composição consegue reunir as características utilitárias do Arvorit ao revestimento melamínico que confere beleza e praticidade ao produto. Além disso, o Arvoplac BP apresenta resistência à abrasão, produtos químicos domésticos e queimas por pontas de cigarros
+ Arvoplac FF
Arvoplac FF (Finish Foil) é uma chapa de madeira aglomerada revestida em ambas as faces com folhas de material celulósico resinado.
+ Árvore
Planta lenhosa, de tronco simples e elevado, vivaz, de mais de 5 m de altura, com fuste despido de ramos na parte inferior. Em silvicultura, classificam-se as árvores em três categoriasprimeira grandeza que atingem mais de 30 m de altura; de segunda grandeza as de altura compreendida entre 15 e 30 m; e finalmente, de terceira grandeza as de menos de 15 m de altura. Do latimarbor.
+ Árvore co-dominantes
árvores do povoamento de dimensões médias,que recebem boa luminosidade na parte superior da copa, mas pouca nas zonas laterais.
+ Árvore florestal
Espécie lenhosa perene que na maturidade atinge pelo menos cinco metros de altura e é constituída por um eixo principal, ou no caso do regime de talhadia por múltiplas varas. Exclui: pomares frutícolas agrícolas; oliveiras
+ Árvore pioneira
espécie arbórea de crescimento rápido e ciclo devida curto, utilizado em conjunto com espécies secundárias na formação e/ou recuperação de áreas florestais.
+ Árvore secundária
espécie arbórea de crescimento lento e ciclo devida longo, utilizado em conjunto com espécies pioneiras na formação e recuperação de áreas florestais.
+ Árvores dominadas
árvores cujas copas se encontram inferiorizadas no coberto florestal, não recebendo luz direta.
+ Árvores dominantes
árvores do povoamento bem desenvolvidas e com as maiores dimensões, estando no topo da competição natural. As copas atingem os níveis mais elevados do coberto, recebendo luz direta na parte superior e também lateralmente em várias zonas.
+ Árvores dominantes:
altura média das cem árvores mais grossas por hectare.
+ Árvores emergentes
árvores de um povoamento que se elevam acima das demais que a rodeiam, normalmente são árvores dominantes.
+ Árvores florestais em povoamentos de outras espécies
Espécies de árvores florestais existentes num povoamento, que não são referenciadas no estrato que identifica a composição do povoamento, dado existirem em pouca quantidade
+ Árvores florestais fora da floresta
Árvores florestais que se encontram em áreas de uso não florestal. Corresponde às zonas de coberto florestal que não cumprem os requisitos para serem incluídas nas áreas de uso florestal por terem área inferior a 0,5 ha e/ou largura inferior a 20 m
+ Árvores matrizes
árvores das quais são coletadas sementesçãu propágulos para produção de mudas
+ Árvores menores
Árvores de menores dimensões do povoamento, em bom estado vegetativo. Correspondem às árvores de DAP inferior a 7,5 cm ou, no o caso das espécies sobreiro e azinheira, às árvores de CAP inferior a 20 cm
+ Árvores protetoras
são árvores intermediárias ou dominadas que por sua sombra, apressam ou ativam a poda natural das árvores promissoras ou protegem o solo evitando erosão.
+ Árvores subdominantes, intermédias ou retardatárias
árvores cujas copas se apertam e alongam entre as copas das árvores dominantes eco dominantes, recebendo luz direta apenas na extremidade da copa.
+ Árvores suprimidas:
árvores sob a copa de outras árvores e que se apresentam sob forte competição por luz, nutrientes e água.
+ Arvorit 3CF
Arvorit 3CF é um aglomerado de partículas de madeira ligadas por resinas sintéticas e aditivos especiais, que são prensadas a alta temperatura para formar chapas planas e estáveis dimensionalmente, propiciando um produto de grande qualidade
+ Asa hialina
Mancha escura da asa alcançando o ápice.
+ Asa-de-barata
Resina de origem animal que dissolvida em álcool pode substituir, em alguns serviços, os vernizes sintéticos.
+ Aspectos sinecológicos
estudo da influência dos fatores climáticos,químicos e ambientais sobre uma associação de seres vivos.
+ Aspereza
É o grau de irregularidade da superfície do papel, em relação a outra superfície idealmente lisa e plana.
+ Assemblagem
Período transcorrido entre o início da montagem do painel até o início do carregamento para a prensagem final.
+ Assentamento
local onde se fixa ou estabelece residência.
+ Assentamento rural
local fora dos limites urbanos onde camponeses ou trabalhadores rurais se fixam ou estabelecem residência e utilizam aterra para atividades de produção agrícola e/ou pecuária, de subsistência e/ou para comercialização.
+ Assento
Tudo que serve para assentar-se.
+ Assepsia
técnica utilizada para prevenir a introdução de fungos, bactérias,vírus ou outros microrganismos em células, tecidos ou órgãos.
+ Assimilação
conjunto de fenômenos bioquímicos que se processam no organismo vivo, destinados a regenerar, a partir de substâncias simples,a matéria viva que se gasta durante a fase catabólica do metabolismo,através das queimas respiratórias intracelulares.
+ Assoalho (plank and strip)
Peças com encaixe macho/fêmea em 2 ou 4 lados. Geralmente apresentam uma largura fixa e comprimentos variáveis (de 30 a 214 cm).
+ Associação biótica
conjunto de plantas e animais que têm as mesmas exigências ou necessidades ecológicas podendo incluir uma ou mais espécies dominantes.
+ Assoreamento
é o processo de deposição de sedimentos de forma natural, em margens ou leito de rios, lagos, reservatórios, baías e oceanos.
+ Aterro
Disposição dos resíduos sólidos no solo e sua cobertura com terra, numa freqüência semanal ou maior, de maneira a não ocasionar prejuízo ao ambiente e à saúde pública
+ Aterro Controlado
Aterro para lixo residencial urbano, onde os resíduos são depositados recebendo depois uma camada de terra por cima. Na impossibilidade de se proceder a reciclagem do lixo, pela compostagem acelerada ou pela compostagem a céu aberto, as normas sanitárias e ambientais recomendam a adoção de aterro sanitário e não do controlado.
+ Aterro Sanitário
Aterro para lixo residencial urbano com pré-requisitos de ordem sanitária e ambiental.
+ Aterro Sanitário de Resíduos Sólidos
Técnica de disposição de resíduos sólidos urbanos no solo, sem causar danos à saúde pública e à segurança, minimizando os impactos ambientais, método este que utiliza princípios de engenharia para confinar os resíduos sólidos à menor área possível e reduzi-los ao menor volume permissível, cobrindo-os com uma camada de terra na conclusão de cada jornada de trabalho, ou a intervalos menores, se necessários.
+ Atividade Sustentável
São aquelas que conservam os recursos hídricos, a paisagem, a estabilidade geológica, a biodiversidade, o fluxo gênico de fauna e flora, protege o solo e assegura o bem-estar social e econômico para as gerações futuras
+ Ativo ambiental
são bens ambientais de uma sociedade ou organização como mananciais de água, encostas, reservas etc.
+ ATPF (Autorização de Transporte de Produtos Florestais)
documento emitido pelo Ibama para pessoas físicas e jurídicas, consumidoras de matéria-prima florestal utilizado para controlar o transporte de produtos florestais, em especial madeira e carvão.
+ Auditoria
Inspeção por uma entidade de certificação para determinar se uma empresa cumpre os critérios requeridos para certificação.
+ Auditoria Ambiental
Instrumento de política ambiental que consiste na avaliação e documentada e sistemática das instalações e das práticas operacionais e de manutenção de uma atividade poluidora, com o objetivo de verificar: a obediência aos padrões de controle e Qualidade ambiental
+ Aurícula
Apêndice na base da folha semelhante ao lóbulo em uma orelha.
+ Autoclave
Aparelho de desinfecção por meio do vapor a alta pressão e temperatura.
+ Aviamento
Termo utilizado na exploração da madeira na Amazônia, servindo para designar a forma de antecipação de crédito na relação capital-trabalho.
+ Áxilo
diz-se de planta que não produz madeira.
+ Azulamento
Mudança na cor da madeira, provocada pelo desenvolvimento de organismos conhecidos como fungos.
Anuncie RM Neuvoo