Glossário

Glossário: N

+ Nadir
Ponto da esfera terrestre situado diretamente abaixo do observador
+ Nanotecnologia
é a parte da ciência que estuda a manipulação de átomos e moléculas na escala nanométrica (de milionésimos de metro)com objetivo de aplicá-la à criação de produtos e novos materiais como,por exemplo, polímeros (moléculas muito compridas, formadas pela repetição de uma unidade básica), que são estruturados na escala nanométrica para funcionar como sensores e filmes protetores.
+ Nascente
Ponto no solo ou numa rocha de onde a água flui naturalmente para a superfície do terreno ou para um corpo d’água. O mesmo que fonte
+ Nebulosidade
Proporção do céu coberto por qualquer tipo de nuvens, sendo expressa em décimos de céu coberto. Cobertura de nuvens
+ Nematóide
organismo parasita de forma cilíndrica que ataca as raízes das plantas, principalmente as espécies folhosas.
+ Nêutron
Partícula com carga elétrica nula, constituinte do núcleo do átomo e cuja massa de repouso corresponde a aproximadamente 1,008 uma (unidade de massa atômica). Fora do núcleo é uma partícula instável que se dissocia espontaneamente, em 12 minutos. De acordo com suas energias os nêutrons são classificados em : térmicos, intermediários, rápidos e relativísticos
+ Névoa
Fenômeno que reduz a transparência da atmosfera ocasionada pela concentração de finas partículas de sal dos oceanos, poeiras ou gotículas da água em suspensão na baixa atmosfera quando o ar apresenta-se estável
+ Névoa Seca
Denominação genérica utilizada para os materiais particulados secos em suspensão, quando a visibilidade horizontal é superior a 1 000m e a umidade relativa é inferior a 80%
+ Névoa Úmida
Fenômeno meteorológico semelhante a um nevoeiro tênue, no qual as partículas são mais dispersas e em geral menores, enquanto a visibilidade horizontal é superior a 1 000m
+ Nevoeiro
Fenômeno meteorológico caracterizado pela presença de partículas de água muito pequenas, produzidas próximo à superfície terrestre, e que reduzem a visibilidade horizontal a menos de 1000m
+ Newood
Lamina pré-composta cuja apresentação lembra a madeira natural.
+ Nicho
Cavidade embutida em uma parede ou entre os componentes de um móvel.
+ Nicho Ambiental
Refere-se ao ambiente que rodeia um organismo ou grupo de organismos numa área reduzida (comparar com habitat)
+ Nim ou neem
árvore da família Meliaceae, a mesma do cedro e do mogno, originária da Índia que produz um fruto que da semente é extraído um óleo. Este óleo é utilizado há mais de 2000 anos na agricultura e pecuária como protetor e/ou controlador de insetos, nematóides, fungos, bactérias,pragas e parasitas. A casca, as sementes, as folhas e os frutos podem ser utilizados para o preparo de extratos e chás com a mesma finalidade.
+ Nivelamento
Operação que consiste em retirar o excedente de um material de revestimento sobre seu suporte, após a colagem.
+
Unidade de velocidade utilizada em navegação e que corresponde a 1 milha náutica (1852 m) por hora
+ Nó quanto à forma
alongado, cambado, circular, comprido, deitado,diagonal, elíptico, oval, redonda e transverso;
+ Nó (knot)
Tecido lenhoso, resultante do rastro deixado por um ramo (galho), cujos caracteres diferem dos da madeira que o circunda.
+ Nó aderente
Nó que se interligou com a madeira da tábua em mais de 3/4 da sua secção circular.
+ Nó cariado
Nó que se encontra parcialmente deteriorado por agente biológico.
+ Nó da madeira
zona da inserção dos ramos das árvores, que fica assinalada na madeira por uma mancha arredondada e escura. Ponto de inserção de um ramo ou pernada no tronco de uma árvore. Nesselugar, as fibras sofrem um desvio de direção.
+ Nó de aresta
Nó que aparece na borda e na face de uma peça de madeira e contém a interseção destas superfícies longitudinais.
+ Nó de borda e face
Nó que aparece numa face de tábua e continua na borda da mesma.
+ Nó de gravata
Conjunto de dois nós de formas alongadas e que convergem para o mesmo ponto na face da peça.
+ Nó de quina
Nó que aparece na borda e na face de uma peça de madeira e contém a interseção destas superfícies longitudinais.
+ Nó destacado
Nó que começa a se desprender do corpo da peça de madeira.
+ Nó duplo
Nós que partem do centro do exo do tronco, em forma de bifurcação ou no sentido transversal a tábua, em forma redonda ou oval.
+ Nó escuro
Nó sadio com aparência mais escura do que a madeira da tábua que o cerca.
+ Nó firme
Nó que se mantém firmemente retido na madeira seca.
+ Nó inteiro
Nó que tem uma aparência sadia, sem podridão ou falhas estruturais.
+ Nó interligado
Nó que, ao crescer, interligou-se com o lenho em pelo menos 3/4 de sua periferia.
+ Nó morto
Nó que não se mantém retido na madeira e que se apresenta total ou parcialmente envolvido por casca.
+ Nó na aresta da borda
Nó que aparece numa face de tábua e continua na borda da mesma.
+ Nó oval
Nó alongado cujo comprimento é 2 a 4 vezes sua largura.
+ Nó podre
Nó que se encontra parcialmente deteriorado por agente biológico.
+ Nó quanto à inserção (aderência)
aderente, branco, cadente, cego,em relha, firme, fixo, morto, negro, nó de cair, seco, soltadiço,solto e vivo;
+ Nó quanto à localização na peça
incluso, de aresta, de canto, de cara, nó de face, de junta, de margem, de ponta e repassado;
+ Nó quanto à sanidade do lenho
apodrecido e podre.
+ Nó quanto ao agrupamento
agrupado, alongados duplos, bigode,deitados duplos, isolado, ninho de nós, nós em orelha de lebre,nós ramosos e verticilados (pinho);
+ Nó quanto ao diâmetro
muito grande, grande, médio, pequeno e muito pequeno;
+ Nó quanto ao estado de sua superfície
fendido, lascado, rachado e resinoso.
+ Nó quebrado (broken knot)
Nó que não se mantém retido parcial ou totalmente na madeira podendo ainda estar parcial ou totalmente deteriorado por agente biológico. O mesmo que nó morto.
+ Nó redondo
Nó com formato aproximado ao circular, cujo diâmetro maior é no máximo o dobro do menor.
+ Nó revesso
Mancha apresentada na peça de madeira, sem que haja configuração real do nó.
+ Nó Sadio
Parte da lamina onde existia na tora um ramo, sem estar vazado (não tem buraco).
+ Nó são
Nó que tem uma aparência sadia, sem podridão ou falhas estruturais.
+ Nó solto
Nó que não se mantém retido na madeira e que se apresenta total ou parcialmente envolvido por casca.
+ Nó transversal
Nó que se localiza na face da tábua no sentido transversal e vai de uma borda até a outra, ou da face até a contraface.
+ Nó vazado
Orifício na peça de madeira provocado pela queda de um nó.
+ Nó vital
zona divisória entre o fuste e a raiz, normalmente é identificado nas árvores ou mudas por um ligeiro bombeamento na linha de separação.
+ Nome Científico
A classificação binomial é um sistema internacionalmente aceito (atualmente regido pelo Código Internacional de Nomenclatura Botânica). De acordo com este método, duas palavras designam uma espécie. A primeira refere-se ao gênero e a segunda é chamada de epíteto específico.
+ Nome Comercial
Nome em que a espécie é conhecida comercialmente.
+ Nome popular ou vulgar
O nome popular ou nome vulgar varia de acordo com a localidade. Uma mesma árvore pode apresentar às vezes múltiplas denominações e isto dificulta o seu estudo, pois nunca se teria certeza de estar tratando da mesma planta.
+ Nomenclatura
É o sistema de referência das folhas que compõem uma carta, através de tipos (letras) e algarismos (romanos e arábicos) (Ex.: SF.23-Y-B-I-2). Este sistema de referência é baseado na Carta Internacional ao Milionésimo
+ Norma
Composição mineral hipotética de uma rocha magmática, calculada com base em certas regras definidas (leis da formação dos minerais nos magmas). Em geral difere da composição mineral real ou moda
+ Nós
Pontos de inserção de um ramo ou pernada no tronco de uma árvore
+ Nóz
Variedade de dupra que apresenta mesocarpo seco ou fibroso. Exemplo coco do babaçu, coco-da-bahia.
+ Núcleo
Camada central de um compensado, geralmente mais espessa que as outras camadas.
+ Número kappa
Indica o grau de deslignificação da celulose em uma escala mais ampla que o número de permanganato.
+ Nutriente
Qualquer substância do meio ambiente utilizada pelos seres vivos, seja macro ou micronutriente, por exemplo, nitrato e fosfato do solo
+ Nuvem
Mancha esbranquiçada sobre a película da tinta aplicada, causada pelo solvente da mesma, em aplicações sob umidade do ar excessiva ou baixa temperatura.
Anuncie RM Neuvoo