Glossário

Glossário: L

+ La-Niña
Fenômeno oposto ao el niño, ou seja, um fenômeno que ocorre nas águas do pacífico equatorial e altera as condições climáticas de algumas regiões do mundo. Se caracteriza pelo resfriamento anômalo da superfície do mar na região equatorial do centro e leste do pacífico. A pressão na região tende a aumentar e uma das conseqüências é a ocorrência de ventos alísios mais intensos. Tem duração de aproximadamente de 12 a 18 meses
+ Lado feltro
É o lado oposto ao tela.
+ Lado tela
É o lado do papel que ficou em contato com a tela formadora.
+ Lago
Massa continental de água superficial de extensão considerável, em geral doce, embora possam existir aqueles com água salgada, como acontece nas regiões de baixa pluviosidade
+ Lagoa
Depressões de formas variadas, principalmente tendendo a circulares de profundidade pequena e cheia de água doce ou salgada
+ Laguna
Águas rasas, relativamente quietas, separadas do mar por uma barreira ou restinga. Recebe, ao mesmo tempo, águas doces e sedimentos dos rios e águas salgadas do mar, quando das ingressões das marés. Ambiente faciológico importante, tendo-se em vista a formação das salinas, carvão, etc
+ Lama
Mistura de partículas sólidas e de água num estado de consistência fluido. Termo aplicado às argilas moles remoldadas
+ Lâmina
camada plana e fina ou folha de madeira de espessura uniforme utilizada para fabricação de madeiras compensadas.
+ Lâmina continua
Lâmina de madeira obtida de forma continua, centrando uma tora ou torete em um torno e girando em torno de seu eixo contra uma faca.
+ Lâmina cruzada
Lâmina em que a direção das fibras é perpendicular a das lâminas de face.
+ Lâmina de capa
Ambas as lâminas externas de um compensado que não apresenta distinção entre faces.
+ Lâmina de madeira
Folha de madeira fina, de espessura uniforme, que pode ser obtida pela laminação de blocos maciços de madeiras e toras.
+ Lâmina decorativa
Lâmina de madeira com grã (fibra) de formação irregular, indicada para fabricação de painéis decorativos e para confecção de móveis.
+ Lâmina descascada
Lâmina de madeira obtida de forma continua, centrando uma tora ou torete em um torno e girando em torno de seu eixo contra uma faca.
+ Lâmina desenrolada
Lâmina de madeira obtida de forma continua, centrando uma tora ou torete em um torno e girando em torno de seu eixo contra uma faca.
+ Lâmina externa
Camada externa de um compensado.
+ Lâmina faqueada
Lâmina obtida pela movimentação do bloco, tora ou torete, lateralmente contra a faca ou vice-versa.
+ Lâmina figurada
Grã de formação irregular, que é indicada para painéis decorativos e para confecção de móveis.
+ Lâmina interna
Camada interna de um compensado, constituído de uma ou várias lâminas de madeira emendadas paralelamente.
+ Lamina Natural
Lamina obtida do tronco da madeira, sem tingimento.
+ Lamina Natural Tingida
Lamina natural cuja cor é modificada pelo tingimento industrial de toda a sua estrutura.
+ Lamina Pintada
Lamina que apresenta defeitos de manchas formando tipo cordões.
+ Lâmina serrada
Lâmina de madeira produzida por meio de serração (serra).
+ Lâmina torneada
Lâmina de madeira obtida de forma continua, centrando uma tora ou torete em um torno e girando em torno de seu eixo contra uma faca.
+ Laminado
Peça que consiste de chapas ou lâminas de madeira unidas através de colas adesivas ou meios mecânicos
+ Laminado plástico
Lâmina produzida pela impregnação do papel "kraft" dá uma resina a base de fenol e melamina, prensados a quente com alta pressão, pelo processo de laminação.
+ Lammyboard

Trata-se de um painel derivativo do compensado sarrafeado, com a diferença de que o miolo é composto por painéis de lâminas paralelas seccionados no sentido longitudinal em tiras e viradas em ângulo de 90º. As faces são constituídas de 2 lâminas de madeira em disposições cruzadas.

+ Lamparquet (Lamparquet)
São tacos de dimensões reduzidas. Espessuras variam de 8 a 10 mm; Larguras variam de 45 a 60 mm; e Comprimentos variam de 230 a 300 mm.
+ Lapochol
Substancia em formula de minúsculos cristais insolúveis em água, de cor amarela, porém sob a ação de álcalis tornam-se vermelhas.
+ Largura (width)
Maior dimensão da seção transversal de uma peça de madeira, não considerando os encaixes.
+ Lastro
Estrutura plana, em geral de madeira, construtída acima do chão, formando um piso mais elevado.
+ Latescente
Planta produtora de látex, como a seringueira
+ Látex
resina natural de coloração leitosa e opaca, encontrada em muitas plantas e formada.
+ Laticíferos
Células ou conjunto de células que produzem e portam látex.
+ Latitude
Distância linear ou angular medida ao norte ou ao sul do equador, em uma esfera ou esferóide
+ Lava
Material fundido expelido por vulcões. Sua solidificação origina rochas efusivas ou vulcânicas, de estrutura porosa, vítrea e textura porfirítica ou afanítica. As lavas de composição ácida possuem maior viscosidade do que as de composição básica
+ Lavagem
depois do cozimento e descarga no tanque de descarga, a massa cozida é diluída e lavada nos filtros à vácuo. A operação de lavagem serve para purificar as fibras e recuperar a lixívia residual
+ Lavra
Fase da mineração representada pelo conjunto de operações que tem como objetivo a extração econômica das diversas substâncias minerais úteis ou fósseis de uma jazida até o seu beneficiamento primário. Sin.: explotação
+ Lavrar
sulcar a terra com arado ou qualquer outro instrumento agrícola. Aplainar ou preparar madeira, pedra etc.
+ Legibilidade
É o grau de definição da imagem obtida através de reação química nos papéis autocopiativos
+ Legislação Ambiental
Conjunto de regulamentos jurídicos especificamente dirigidos às atividades que afetam a qualidade do meio ambiente
+ Légua
antiga unidade brasileira de medida itinerária, equivalente a 3.000 braças, ou seja, 6.600m.
+ Lei Orgânica
Lei que estabelece as competências do Executivo e do Legislativo. Sua elaboração é feita pela Câmara Municipal, como obriga a Constituição Federal
+ Leitosidade superficial
Mancha esbranquiçada sobre a película da tinta aplicada, causada pelo solvente da mesma, em aplicações sob umidade do ar excessiva ou baixa temperatura.
+ Lençol Freático
Lençol de água subterrâneo limitado superiormente por uma superfície livre, a pressão atmosférica normal (DNAEE, 1978). Termo usado inadequadamente como sinônimo de aqüífero
+ Lenha
Ramos e troncos para serem usados para cozinhar, aquecimento, produção de energia, etc
+ Lenho
Principal tecido de sustentação e da condução de seiva ascendente nos fustes e raízes caracterizando-se pela presença de elementos traqueais. SINÔNIMOXILEMA.
+ Lenho de zona porosa
Madeira cujos poros localizados no lenho juvenil são visivelmente maiores que os do lenho tardio, formando uma zona bem definida
+ Lenho final
Parte mais densa do lenho, formada por células de diâmetro menores, que constitui o final de cada anel anual
+ Lenho juvenil
Madeira anormal, formada durante um período de crescimento rápido da árvore caracterizada pela maior espessura dos anéis de crescimento, maior variação dimensional com a variação de umidade e menor densidade. Usualmente formada próxima a medula
+ Lenho outonal
Parte mais densa do lenho, formada por células de diâmetro menores, que constitui o final de cada anel anual
+ Lenho tardio
Parte mais densa do lenho, formada por células de diâmetro menores, que constitui o final de cada anel anual
+ Lenticelados
São órgãos de arejamento encontrados nos caules.
+ Liber
Tecidos condutor da seiva elaborada ou orgânica nos vegetais vasculares. Compõe-se de elementos crivosos, células parenquimatosas, fibras e esclerócitos. Localiza-se sob a casca interna.
+ Licença ambiental
autorização dada pelo poder público para o uso de um recurso natural ou ambiental.
+ Licenciamento Ambiental
Instrumento de política ambiental instituído em âmbito nacional pela Lei nº 6.938, de 31.08.81, e regulamentado pelo Decreto nº 88.351, de 1.06.83, que consiste em um processo destinado a condicionar a construção, a instalação, o funcionamento e a ampliação de estabelecimento de atividades poluidoras ou que utilizem recursos ambientais ao prévio licenciamento, por autoridade ambiental competente
+ Lignina
parte da composição do vegetal, que não é um carbo-hidrato, usualmente determinada como resíduo deixado pela hidrólise com um ácido forte do material vegetal, depois que outros extratos tais como ceras, resinas, tanino, etc., foram removidos.
+ Lima
Ferramenta manual de aço, cuja superfície é lavrada de estrias muito próximas entre si, utilizada para polir, desbastar ou raspar madeira e metal.
+ Limite de Contração
Teor de umidade de um solo argiloso correspondente ao estado de consistência limite entre os estados semi-sólido e sólido. O estado semi-sólido de uma argila é aquele em que ela se torna quebradiça, enquanto o estado sólido é aquele em que ela apresenta uma coloração mais clara e uma dureza semelhante a de tijolo. Abaixo do limite de contração não há mais diminuição de volume do solo por secagem
+ Limo
Substância muscilaginosa de natureza orgânica, normalmente formada pela ação de microrganismos
+ Limpeza de matos
operação de preparação do terreno que tem como objetivo principal a eliminação da cobertura vegetal existente, de modo a facilitar os trabalhos seguintes de mobilização do solo e a diminuição da concorrência por nutrientes e água entre a vegetação nativa e as novas plantas.
+ Limpeza de matos (com corta-matos)
técnica que consiste na retirada da vegetação com o recurso de um corta-matos de facas ou correntes (alfaia acoplada a um trator, com rolo-faca ou correntes que giram num eixo vertical). É sobretudo utilizado em solos arenosos.
+ Limpeza de matos (com lâmina)
consiste em arrancar ou cortar a vegetação existente através da decapitação da camada superficial do solo com a lâmina de um bulldozer. Esta operação é pouco utilizada porque a carreta graves problemas de erosão, sobretudo em solos pouco profundos.
+ Limpeza de matos (manual)
técnica que consiste na retirada da vegetação existente com o uso de instrumentos agrícolas comuns, tais como:enxadas, foices, roçadoras ou picaretas. Trata-se de técnica de limpeza que utiliza bastante mão-de-obra, sendo aplicada sobretudo em áreas acidentadas onde não é possível a utilização de meios mecânicos. O uso da moto-roçadora pode ser também considerado como uma operação de limpeza de matos manual.
+ Linalol
óleo essencial muito usado na indústria de perfumes, costuma ser retirado do pau rosa (árvore amazônica), formado por álcool terciárioterpenóide acíclico, com duas insaturações, que existe em duas formas enantioméricas: a levogira no óleo essencial de rosas e a dextrogira no óleo de laranja.
+ Linha de colagem
Superfície de contato de duas camadas adjacentes de um compensado, unido por colagem.
+ Linha de Falha
Intersecção de um plano de falha com a superfície do terreno. Sin.: Traço de falha
+ Linímetro
Instrumento utilizado para medir o nível da superfície da água
+ Líquen
Associação simbiótica de um fungo com uma alga, e que aparece freqüentemente sobre os ramos e tronco das árvores. É geralmente considerado um indicador de avaliação da qualidade ambiental.
+ Listone (Listoni)
Variante da tábua-corrida. Tem acabamento macho - fêmea em quatro lados, para encaixe.
+ Listra vermelha
Estria que ocorre no alburno, variando do vermelho ao marrom. É ocasionada por fungos que agridem a madeira após a derrubada da árvore. Atacam a estrutura do lenho e com isso diminuem a resistência das fibras.
+ Lisura
Grau de regularidade da superfície do papel em relação à outra idealmente plana e lisa.
+ Liteira:
material orgânico que recobre o solo florestal, sendo constituído de folhas, ramos, frutos, sementes, casca, etc.
+ Litoral
Região que se estende entre os limites da maré alta e baixa
+ Litosfera
Designação antiga referente à parte externa consolidada da Terra, com densidade média de 3,4. A litosfera é constituída de sedimentos, rochas metamórficas e rochas ígneas, e cuja espessura média é da ordem de 60 Km. A litosfera subdivide-se em dois envoltórios, um superior, descontínuo, rico em sílica e alumina - Sial, que forma os continentes, e outro subjacente, contínuo, rico em silicatos de magnésio - Sima, que assenta sobre o manto
+ Lixa
Produto constituído de um suporte e cola, sobre o qual são aglomerados cristais abrasivos que apresentam arestas cortantes, cuja função é retirar o material da superfície onde é atritado.
+ Lixa de camada aberta
Lixa cujos grãos abrasivos cobrem até 70% do suporte.
+ Lixa de camada fechada
Lixa cujos grãos abrasivos cobrem completamente o suporte.
+ Lixa de papel
Lixa cujo suporte é de papel.
+ Lixa fina
Operação que consiste em efetuar um lixamento teve sobre uma superfície já envernizada, pintada, a fim de tirar seu brilho para permitir a perfeita aderência da próxima demão.
+ Lixa para acabamento
Lixa flexível, recoberta de grãos abrasivos muito finos, utilizada para concluir os último trabalhos de lixamento.
+ Lixa para moldura
Lixa de excelente flexibilidade, utilizada para fazer desaparecer as marcas deixadas pelo trabalho anterior sobre a moldura de madeira.
+ Lixa recartilhada
Cinta abrasiva, presa a um suporte no torno lixador, recortada em pequenas tiras longitudinais ao comprimento, utilizada para lixar peças torneadas.
+ Lixabilidade
Propriedade de um material qualquer ter sua superfície nivelada por intermédio de uma lixa ou de outro abrasivo.
+ Lixação
Operação de usinagem por abrasivos, destinada a retirar uma certa quantidade de material de uma peça, a fim de obter uma forma ou uma condição de superfície determinada.
+ Lixadeira
Máquina utilizada para lixar a madeira por intermédio de uma cinta abrasiva, folha, disco ou banda larga.
+ Lixadeira angular rotativa
Lixadeira manual com motor, onde uma extremidade está provida de um dispositivo para adaptar os discos de lixa.
+ Lixadeira com alimentação automática
Lixadeira dotada de um dispositivo condutor que permite um trabalho contínuo da máquina.
+ Lixadeira de banda larga
Lixadeira equipada com uma cinta abrasiva igual ou superior a 30 cm e um sistema de resfriamento e evacuação dos resíduos.
+ Lixadeira de cilindro
Lixadeira equipada com cilindros rígidos, geralmente em aço ou pneumáticos, recobertos com uma lixa em forma de espiral. Utilizada para operações de calibragem, de lixamento ou desbaste.
+ Lixadeira de cinta
Lixadeira equipada com uma cinta abrasiva apoiada sobre duas polias, na qual apóia a sapata sobre o costado da lixa e que serve para efetuar o lixamento.
+ Lixadeira de correia
Lixadeira equipada com uma cinta abrasiva apoiada sobre duas polias, na qual apóia a sapata sobre o costado da lixa e que serve para efetuar o lixamento.
+ Lixadeira de disco
Lixadeira manual com motor, onde uma extremidade está provida de um dispositivo para adaptar os discos de lixa.
+ Lixadeira de fita
Lixadeira equipada com uma cinta abrasiva apoiada sobre duas polias, na qual apóia a sapata sobre o costado da lixa e que serve para efetuar o lixamento.
+ Lixadeira de peças torneadas
Lixadeira com dispositivo rotativos para lixar peças torneadas.
+ Lixadeira manual
Equipamento portátil utilizado para lixar as peças de madeira manualmente.
+ Lixadeira orbital
Lixadeira manual em que o disco abrasivo trabalha descrevendo círculos, o que permite lixar sem ter que observar o sentido das fibras.
+ Lixadeira oscilante de bordas
Lixadeira com movimento oscilatório da cinta abrasiva e com inclinação independente das mesas de apoio, possibilitando o lixamento em diversos ângulos.
+ Lixadeira vertical oscilante
Lixadeira com movimento oscilatório da cinta abrasiva e com inclinação independente das mesas de apoio, possibilitando o lixamento em diversos ângulos.
+ Lixador manual
Bloco de cortiça, madeira ou borracha sobre o qual se fixam folhas de lixa para madeira. Utilizado nos trabalhos de lixamento manual ou mecânico.
+ Lixamento
Operação de usinagem por abrasivos, destinada a retirar uma certa quantidade de material de uma peça, a fim de obter uma forma ou uma condição de superfície determinada.
+ Lixamento de acabamento
Operação que consiste em efetuar um lixamento leve sobre uma superfície já envernizada, pintada, a fim de tirar seu brilho para permitir a perfeita aderência da próxima demão.
+ Lixamento de desbaste
Operação preliminar de lixamento destinada a retirar uma quantidade considerável de material, com a finalidade de eliminar certos defeitos de usinagem, como ondulações e marcas deixadas pelas ferramentas de corte
+ Lixamento manual
Lixamento efetuado manualmente.
+ Lixamento mecânico
Lixamento efetuado com auxílio de máquinas (lixadeiras).
+ Lixamento superficial
Lixamento leve para regularização da superfície do material.
+ Lodo
1) Mistura de água, terra e matéria orgânica, formada no solo pelas chuvas ou no fundo dos mares, lagos, estuários etc. 2) Sólidos acumulados e separados dos líquidos, de água ou água residuária durante um processo de tratamento ou depositados no fundo dos rios ou outros corpos de água
+ Logística
termo surgido no meio militar para designar o conjunto de tarefas de suporte às atividades de combate, tais como: planejamento e execução das atividades de mobilização, estocagem e distribuição de materiais e equipamentos para combate e dos suprimentos para as tropas.
+ Longarina
Barra metálica que liga as polias motriz e motora de uma lixadeira.
+ Longitude
ângulo, num plano orientado, contado de uma origem arbitrária até a projeção dum ponto da esfera celeste sobre esse plano.
+ Lote (lot)
conjunto de peças do mesmo tipo, espécie, espessura, largura, submetido às mesmas etapas do processo de fabricação. O mesmo que lote de produção.
+ Lume
Do latim lumenluz ou abertura para passagem desta. É o espaço circundado pela parede celular nas células do xilema, visualizado com facilidade no plano transversal. O lume nas células de vaso podem estar obstruídos por tilos ou resina.
+ Lumen celular
Cavidade da célula da madeira
+ LVL – Laminated Veneer Lumber
Painel de lâminas paralelas (PLP). Painel estrutural feito com lâminas posicionadas de forma que tenham a mesma direção da grã, e unidas com resinas fenólicas ou isocianato.
Neuvoo Anuncie RM