Glossário

Glossário: F

+ Faca
Instrumento cortante cuja função é fazer rebaixes, frisos, espigas e molduras.
+ Face
Cada uma das duas maiores superficies longitudinais de uma peça de madeira ou cada uma das quatro superfícies longitudinais, no caso em que suas áreas sejam iguais ou aproximadamente iguais.
+ Face comprimida
Face de lâmina que ficou em contato com a contraface durante o desenrolamento das toras, isentas de fendilhas.
+ Face exterior
Face que fica pelo lado de fora da tábua, direcionada no sentido radial a casca do tronco.
+ Face interior
Face que fica pelo lado de dentro da tábua. Posiciona-se mais perto da medula do tronco.
+ Face solta
Face da lâmina qe ficou em contato com a navalha durante o desenrolamento da tora. Contém fendilhos.
+ Faciação de uma Formação
Caracteriza-se por apresentar parâmetros particulares dentro de uma paisagem vegetacional que se destacam fisionomicamente, como por exemplo: tipo de dossel que domina na floresta.
+ Fadiga
é o enfraquecimento de uma madeira causado pela reversão e inversão repetida de uma força.
+ Faia
árvore fagácea (Fagus silvatica) do sul e centro da Europa,muito cultivada por ser ornamental. Folhas ovaladas, denticuladas na margem e prateadas na face inferior; flores unissexuais, pequenas e ordenadas em glomérulos; fruto: noz com semente oleaginosa comestível.
+ Faixa Capilar
Camada do solo acima do lençol de água, cujos interstícios, em sua maioria, estão cheios de água, por efeito de capilaridade.
+ Faixa de umidade (moisture range)
Diferença entre os teores de umidade das peças ou amostras de madeira mais secas e mais úmidas de um volume pré-determinado.
+ Falcato
Em forma de foice.
+ Falciforme
Referente a forma de folhas e estames. Em forma de foice.
+ Falha
1) Abertura ocasionada pela falha na junção entre as lâminas intermediárias ou pela trinca existente nas mesmas. 2) Uma fratura ou uma zona fraturada ao longo do qual houve deslocamento reconhecível, desde alguns centímetros até quilômetros. As paredes são estriadas e polidas (espelho de falha), resultado dos deslocamento cisalhantes.
+ Falha de compressão
Deformação nas fibras causada pela excessiva compressão, ao longo da grã. Pode-se desenvolver em árvore em pé, por vento, por tensões externas de crescimento, ou ainda, pode resultar das tensões impostas após o corte.
+ Falhas na face (face defect)
Falhas que ocorrem lateralmente nas quinas das peças (face com encaixes) podendo ser decorrentes de problemas de manuseio ou de processamento.
+ Falquejo
Operação de reduzir as seções das toras de madeira em quadrados ou retângulos.
+ Família
Refere-se a um agrupamento de gêneros. O nome científico da família a qual determinado gênero pertence deve ser escrito em caracteres normais, em geral com a primeira letra maiúscula e terminação em aceae (pronuncia-se "aceé").
+ Fanerófita
Plantas lenhosas com as gemas e brotos de crescimento protegidos por catafilos, situados acima de 0,25m do solo, subdivididos conforme as suas alturas médias.
+ Faqueadeira
Máquina para a produção de lâminas faqueadas.
+ Faqueamento
Operação para a produção de lâminas faqueadas.
+ Fardo
Unidade em que são embaladas as matérias primas fibrosas, e a celulose e pasta mecânica, para possibilitar seu manuseio e transporte.
+ Fascículo
feixe, normalmente usado para designar feixe de acículas, em coníferas.
+ Fator de Crescimento
Substância específica cuja presença no meio de cultura é necessária para permitir a multiplicação de determinado organismo.
+ Fatores Climáticos
Condições físicas ou geográficas que condicionam o clima interagindo nas condições atmosféricas, tais como a latitude, altitude, as correntes marítimas, a distribuição das terras e mares, a topografia, a cobertura vegetal etc.
+ Fauna
Conjunto dos animais que vivem em um determinado ambiente, região ou época
+ Fechadura
Dispositovo provido de uma ou mais lingüetas, que agem com auxílio de chaves para fechar portas, gaveta, etc.
+ Fechamento com cortina
Dispositivo de fechamento móvel, constituído por um painel flexível, formado por lâminas unidas e articuladas que deslizam em ranhuras.
+ Fechamento com portas
Dispositivo de fechamento móvel, constituído por um ou vários painéis planos, providos de fechaduras compostas por duas peças metálicas, unidas por uma coluneta comum.
+ Fecho
Dispositivo provido de uma ou mais lingüetas que agem sem o auxílio de chaves.
+ Fécula
amido.
+ Fenda
espaço que surge na madeira, normalmente pequenas aberturas,no sentido do comprimento, ocorrida durante o processo de secagem.
+ Fenda de miolo
Fenda existente no miolo da chapa de compensado, onde o sarrafo ou a lâmina apresenta defeitos entre as partes coladas
+ Fenda diametral
Fenda que atinge as duas faces da peça de madeira.
+ Fenda interna
Fenda não visível na superfície da peça de madeira, apesar de poder ser extensão da rachadura superficial.
+ Fendilhado
Pequenas rachas superficias que aparecem durante a secagem da madeira.
+ Fendilhamento
Fenda não visível na superfície da peça de madeira, apesar de poder ser extensão da rachadura superficial.
+ Fendilhamento interno
Fenda não visível na superfície da peça de madeira, apesar de poder ser extensão da rachadura superficial.
+ Feromônio
Qualquer substância natural ou artificial capaz de modificar o comportamento de animais.
+ Ferragem
Acessório colocado em móveis e esquadrias com a finalidade de fixar, fechar, articular, etc.
+ Ferramenta de aperto
Ferramenta de aço, de estrutura fixa ou ajustável, construída em vários tamanhos e formatos, com a finalidade de apertar ou prender peças de madeira.
+ Ferramenta de sujeição
Ferramenta de aço, de estrutura fixa ou ajustável, construída em vários tamanhos e formatos, com a finalidade de apertar ou prender peças de madeira.
+ Fertilidade do Solo
Capacidade de produção do solo devido à disponibilidade equilibrada de elementos químicos como potássio, sódio, ferro, magnésio e da conjunção de fatores como: água, luz, ar, temperatura e estrutura física da terra
+ Fertilizante
Substância natural ou artificial que contém elementos químicos e propriedades físicas que aumentam o crescimento e a produtividade dos vegetais, melhorando a fertilidade natural do solo ou devolvendo os elementos que foram retirados do solo pela erosão ou por culturas anteriores. Os principais fertilizantes são os compostos de nitrogênio, fósforo e potássio, e a cal para ajustar a acidez do solo. Sin.: adubo
+ Fiberboard
As chapas de fibras são definidas como painéis de densidades amplamente variadas , feitos com fibras ligno-celulósicas entrelaçadas e unidas por ligações primárias a partir da ativação de suas propriedades inerentes de adesão, com a possível incorporação de aditivos ou ligantes para aumento de propriedades de coesão, impermeabilidade e resistência ao fogo.
+ Fibra
Estrutura da madeira.
+ Fibra curta de celulose
fibra vegetal extraída de árvores folhosas de madeiras mais duras como o eucalipto e outras, cujo comprimento varia de 0,4 a 1,5mm.
+ Fibra de madeira
Aspecto macroscópico do tecido da madeira que diz respeito a direção predominante das células longitudinais
+ Fibra direita
Fibra da lâmina reta e paralela, ou sensivelmente paralela ao plano da lâmina
+ Fibra gelatinosa
Fibra característica da madeira de tração, possuindo as paredes pouco lignificada a ponto de quase obstruírem o lúmen
+ Fibra irregular
Fibra que apresenta irregularidade em diversas direções, em razão da estrutura anormal da madeira
+ Fibra lenhosa
Aspecto macroscópico do tecido da madeira que diz respeito a direção predominante das células longitudinais
+ Fibra libriforme
Fibra anatômica, altamente especializada, do tecido lenhoso, adaptada para proporcionar sustentação e resistência física
+ Fibra longa de celulose
fibra vegetal extraída de árvores coníferas de madeiras leves e macias como o pinus e outras, cujo comprimento varia de 2,0 a 4,0mm.
+ Fibra oblíqua
Fibra que forma um ângulo ablíquo com as bordas da lâmina ou da madeira maciça
+ Fibra ondulada
Fibra que tem ondulação regular, seja no plano tangencial ou radial
+ Fibras
Células alongadas, imperfuradas, com pontoações areoladas nas suas paredes que são responsáveis pela resistência mecânica da madeira. As fibras são células características das angiospermas. Podem ser classificadas como fibras libriformes (que apresentam pontoações areoladas de diâmetro entre 4-9 micrômetros) e fibrotraqueóides (possuem pontoações que variam de 2-5 micrômetros, de dimensões geralmente menores no comprimento e no diâmetro).
+ Fissura
Ruptura da estrutura da madeira, com fenda perceptível a olho nu.
+ Fissura de compressão
Ruptura do lenho que aparece na superfície da madeira, em conseqüência de excessivas tensões de compressão ao longo da grã, impostas pela flexão da árvore, pelo vento ou manuseio inadequado.
+ Fita
Tira, usualmente de papel ou tecido, recoberta com adesivo, que é usada para manter as lâminas unidas durante a operação de colagem, com o objetivo de facilitar o manuseio.
+ Fita de borda
Lâmina de madeira ou de outro material, geralmente colada, que serve para proteger e decorar a borda ou cano visível de uma chapa.
+ Fita gomada
Papel adesivo que se molha ligeiramente em água morna e aplica-se sobre as juntas das lâminas, a fim de consolidá-las.
+ Fitomassa
biomassa vegetal.
+ Flash-drying
é o nome do processo desenvolvido modernamente para secar a celulose.
+ Fler
Equipamento utilizado em refinarias de petróleo, operações de tratamento térmico, instalações de gás liquefeito de petróleo para queimar misturas ricas de gases combustíveis. O fler é diferenciado do pós-queimador por necessitar apenas de uma chama-piloto, dispensando outro combustível auxiliar.
+ Flexão
Curvatura ou arqueamento imposto a um corpo devido à atuação de forças verticais perpendiculares ao eixo ou à superfície desse corpo. Pode ser considerada também, como causada por tração e compressão simultâneas agindo desigualmente em partes diferentes de um corpo
+ Flexionamento
Quebra realizada sobre a camada abrasiva de uma lixa, a qual lhe confere certa flexibilidade, a fim de dar-lhe uma ação de corte constante.
+ Floema
Tecidos condutor da seiva elaborada ou orgânica nos vegetais vasculares. Compõe-se de elementos crivosos, células parenquimatosas, fibras e esclerócitos. Localiza-se sob a casca interna.
+ Floema ou líber
Tecido complexo formado por mais de um tipo de célula: células crivadas, células companheiras e fibras, responsável pelo transporte de seiva elaborada.
+ Flolha de lixa
Lixa dotada de um suporte fino e flexível, geralmente retangular, medindo aproximadamente 230 mm x 280 mm. Utilizada principalmente nas lixadeiras manuais e nos tacos lixadores
+ Flor
Mancha apresentada na peça de madeira, sem que haja configuração real do nó.
+ Flora
Conjunto das plantas de uma região, de uma zona, etc.
+ Floresta
Área de terra mais ou menos extensa, coberta de vegetação lenhosa de auto porte, vivendo em sociedade. O mesmo que mata, subentendendo-se, porém, que mata pode ter uma pequena área.
+ Floresta artificial
é o conjunto de árvores plantadas com fins econômicos, normalmente formada por uma única espécie exógena, o que não a permite dispor de biodiversidade significativa, em geral apresentam distribuição homogênea e em desarmonia com o ambiente natural a sua volta.
+ Floresta Ciliar
Aquela estreita da beirada dos diques marginais dos rios, mata ciliar.
+ Floresta de Terra Firme
Compreende as áreas mais elevadas e, portanto, não atingidas pelas cheias dos rios, mas influenciadas pela geologia e climatologia da região, resultando em formações vegetais com dossel mais fechados, tais como : matas densas, matas de cipó, matas aberta de bambu, matas de encostas e campinas.
+ Floresta de Várzea
Localizadas em áreas periodicamente pelas cheias dos rios, caracterizadas por possuir um dossel mais aberto o qual, ao propiciar elevada taxa de umidade e calor e luz cria condições para o desenvolvimento de formações arbustivas e herbácea - além de imensas árvores como a sumaúma, o cedro, a virola e muitas palmeiras como bacabas, açai, buriti, camona, brejeúba e acuri.
+ Floresta decídua ou caducifólia
ecossistema formado por vegetação que perde todas as folhas ou parte delas em uma época determinada.
+ Floresta Estacional
Floresta que sofre ação climática desfavorável, seca ou fria, com perda de folhas.
+ Floresta heterogênea
ecossistema formado por grande variedade de espécies arbóreas e arbustivas.
+ Floresta homogênea
estrato florestal constituído de uma espécie predominante, geralmente plantada para fins comerciais.
+ Floresta nacional
é uma área com cobertura florestal de espécies predominantemente nativas e que tem por objetivo básico o uso sustentável dos recursos florestais e a pesquisa científica.
+ Floresta Nacional, Estadual ou Municipal
Área extensa, geralmente bem florestada e que contém consideráveis superfícies de madeira comercializável em combinação com o recurso água, condições para sobrevivência de animais silvestres e onde haja oportunidade para recreação ao ar livre e educação ambiental. Os objetivos de manejo são os de reproduzir, sob o conceito de uso múltiplo, um rendimento de madeira e água, proteger os valores de recreação e estéticos, proporcionar oportunidades para educação ambiental e recreação ao ar livre e, sempre que possível, o manejo da fauna. Partes desta categoria de unidades de conservação podem ter sofrido alterações pelo homem, mas geralmente as florestas nacionais não possuem qualquer característica única ou excepcional, nem tampouco destinam-se somente para um fim.
+ Floresta nativa
floresta que se desenvolver em um local de forma natural e espontânea, e que não tenha sofrido intervenção humana direta anteriormente, ou seja, é um ecossistema original.
+ Floresta natural
tem as mesmas características da floresta nativa, porém,não necessariamente é um ecossistema original, ou seja, o sistema natural pode ser efetuado ou reproduzido com a interferência humana.
+ Floresta ombrófila
ecossistema formado por espécies que sobrevivem em ambientes sombreados onde a umidade é alta e constante ao longo do ano.
+ Floresta Ombrófila Aberta
Este tipo de vegetação foi considerado durante anos como um tipo de transição entre a floresta amazônica e as áreas extra-amazônicas, imprimindo-lhe claros (daí advindo o nome adotado) além dos gradientes climáticos com mais de 60 dias secos.
+ Floresta Ombrófila Densa
Este tipo de vegetação é caracterizado por fanerófitas nas suas subformas de vida macro e mesofanerófitas, além de lianas lenhosas e epífitos em abundância que o diferenciam das outras classes de formações, desenvolvendo em latitudes e faixas altimétricas variáveis, refletindo fisionomias diferentes.
+ Floresta Ombrófila Mista
Esta floresta, também conhecida como mata de araucária ou pinheiral, é um tipo de vegetação do Planalto Meridional, onde ocorria com maior freqüência.
+ Floresta plantada
Formação florestal composta por espécies exóticas e/ou nativas, plantadas com objetivos específicos.
+ Floresta Ripária
Floresta que orla um ou os dois lados de um curso d’água, em uma região onde a vegetação característica não é florestal
+ Floresta Temperada
Floresta praticamente homogênea, decídua, formada por indivíduos de porte médio (25m), encontrada em latitudes médias (35-45*) onde dominam climas temperados. Sua estrutura e diversidade vegetal são mais pobres que as das florestas tropicais, apresentando um estrato bem definido onde predominam bétulas, carvalhos, faias, bordos e nogueiras.
+ Floresta Tropical
Floresta pluvial densa muito rica em espécies situada entre os trópicos. Considera-se floresta tropical as associações arbóreas de grande porte relacionadas a climas quentes e úmido (equatoriais, tropicais, constantemente úmidos e climas de vertentes fortemente chuvosos).
+ Floresta xerófita
ecossistema formado por espécies que sobrevivem em ambientes com carência de água.
+ Florestação
instalação da floresta em locais onde esta não existe.
+ Florestas primárias
O mesmo que floresta virgem; termo genérico para qualquer terreno coberto de árvores silvestres, maduras, de extensão considerável, em que não se verificou a atividade do homem.
+ Florestas secundárias
Floresta em que o seu crescimento se verifica depois da remoção da floresta primária pelo corte, fogo ou outra causa.
+ Flotação
Processo de elevação de matéria suspensa para a superfície do líquido, na forma de escuma, por meio de aeração, insuflação de gás, aplicação de produtos químicos, eletrólise, calor ou decomposição bacteriana e a remoção subseqüente da escuma.
+ Fluorescência
É a diferença da alvura medida com e sem a influência do alvejante ótico.
+ Folha
Cada um dos documentos cartografados que compõem uma carta, apresentados em separado devido à extensão da região cartografada ou devido à própria escala
+ Folha de madeira
Lâmina de madeira de pouca espessura, usada para revestir peças em móveis de boa qualidade.
+ Folha de porta
Painel móvel de uma porta.
+ Folhada
Manta, camada humífera, rapão, serapilheira ou sarapieira.
+ Folhas coriáceas
Em forma de palma, alternas.
+ Folhas glabras
Com nervura saliente.
+ Folheado de madeira
Lâmina de madeira de pouca espessura, usada para revestir peças em móveis de boa qualidade.
+ Folheamento
Revestimento de folha de madeira.
+ Folhosa
Também chamada de latifoliada ou folha larga, reúnem todas as espécies florestais pertencentes às angiospermas dicotiledoneas.
+ Folioladas
Nome dado as divisões articulares das folhas compostas.
+ Folíolos
Folíolos ou pínulas são subdivisões das folhas das plantas vasculares.
+ Forma da copa das árvores
apresentam várias formas em função das espécies e do tipo de manejo. As principais são: campânula (quando apresenta dimensões semelhantes de largura e altura), em umbela (quando apresenta forma de um guarda-chuva ou taça) e piramidal (quando apresenta forma semelhante a uma pirâmide ou cone).
+ Forma diamante (diamonding, diamond shape)
Empenamento no qual a seção transversal quadrada de uma peça de madeira assume a forma de paralelogramo ou trapézio.
+ Formão
Ferramenta de cortar madeira, usada em cortes variados, sendo freqüentemente utilizada nos encaixes e ajustes.
+ Formato
Dimensões de uma folha de papel expressa na seguinte ordemlargura e comprimento, sendo a largura a menor dimensão. Dimensões de uma bobina de papel ou cartão expressas na seguinte ordem largura e diâmetro.
+ Forno de cal
é o forno usado nos sistemas de caustificação para calcinar o carbonato de cálcio da lama de cal, permitindo a recuperação do cal que é usado para caustificar a lixívia verde no processo sulfato.
+ Forrageira
qualquer espécie de vegetação, natural ou plantada, que cobre uma área e é utilizada para alimentação de animais, seja ela formada por espécies de gramíneas, leguminosas ou plantas produtoras de grãos.
+ Forro de madeira
Conjunto de peças de madeira unidas entre si ou colocadas lado a lado, que constituem forro de assoalho.
+ Fosfato
mineral acessório em rochas magmáticas (formadas a partir da lava de vulcões), metamórficas e sedimentares, cuja função é fornecerfósforo ao solo.
+ Fóssil
Resto ou vestígio de animal ou planta que existiram em épocas anteriores à atual. Prestam-se ao estudo da vida no passado, da paleogeografia e do paleoclima, sendo utilizados ainda na datação e correlação das camadas que os contêm
+ Fotoponto
Pontos de amostragem da ocupação/uso do solo que são definidos sobre a fotografia aérea e que se destinam à obtenção de estimativas de áreas. Na foto-interpretação a cada fotoponto é atribuído um estrato.
+ Fotossíntese
conversão de energia luminosa em energia química a partir do dióxido de carbono na presença de clorofila, ou seja, assimilação do carbono pelos organismos clorofilados na presença de luz.
+ Fotossintetizantes
Vegetais autótrofos clorofilados. Sintetizam matéria orgânica, utilizando a luz como fonte de energia.
+ Free on Board (FOB):
a negociação pela condição FOB obriga o vendedor a encerrar suas obrigações somente quando a mercadoria se encontra no interior do navio no porto de embarque indicado e, a partir desse momento, o comprador assume todas as responsabilidades quanto a perdas e danos.
+ Frente Fria
Frente formada quando a superfície frontal se move em direção a uma massa de ar mais quente devido a maior intensidade de ação da massa fria. A substituição do ar quente pelo ar frio provoca mudanças rápidas na direção e intensidade dos ventos e, geralmente, são acompanhadas de aguaceiros fortes, porém de curta duração
+ Frente Quente
Frente formada quando a superfície frontal se desloca para o interior de uma massa mais fria e a desloca devido a maior intensidade de ação da massa quente. O deslocamento do ar frio pelo ar quente geralmente provoca precipitação contínua, mudança na direção dos ventos e aumento da temperatura
+ Frizé
Veia irregular e rara da madeira cujo desenho é perpendicular à via da madeira.
+ Fumigação
processo de aplicação de uma ou mais substância no estado gasoso para controlar inseto, nematóides, fungos, ervas invasoras e etc.
+ Fumigador
instrumento que produz fumaça obtida através da queima de substâncias com finalidade terapêuticas e/ou tratos culturais, como a eliminação de pragas de plantas ou de locais fechados dentre outras. É muito utilizado em atividades apícolas.
+ Fundo
Primeira demão de tinta aplicada sobre madeira ou metal, destinada a corrigir pequenas imperfeições do substrato . Parte inferior ou traseira do móvel
+ Fungicida
Substância que mata fungos e seus esporos
+ Fungistático
É a substância ou a preparação química capaz de inibir a multiplicação de fungos (não tem ação sobre os esporos).
+ Fungo
Vegetal inferior desprovido de raízes, com capacidade de fixar o dióxido de carbono do ar, vivendo de material nutritivo produzido por vegetais superiores que o hospedam, decompondo a celulose e a lignina. Ex.cogumelo, orelha-de-pau.
+ Fura
Cavidade na madeira de secção não-circular, na qual é encaixada a espiga.
+ Fura passante
Fura que atravessa completamente uma peça.
+ Fura vazada
Fura que atravessa completamente uma peça.
+ Furadeira corrente
Máquina que executa furos por meio de uma corrente. Tem por finalidade a obtenção de furos retangulares vazados, muito empregados na construção de esquadrias.
+ Furadeira de coluna
Máquinas que comporta uma unidade de furação que é baixada sobra a peça para furar de uma forma redonda ou alongada.
+ Furadeira de corrente semi-automática
Máquina constituída por um corpo de ferro fundido, em cujo interior estão posicionadas as polias de acionamento, o que dá maior segurança. Opera por meio de uma corrente constante e serve para executar furos com as extremidades em ângulos retos.
+ Furadeira horizontal
Máquina que executa furos e rasgos em peças de madeira ou derivados, no sentido horizontal, para colocação de cavilhas ou encaixes de espigas e ferragens.
+ Furadeira múltipla
Máquinas que pode receber várias brocas fixas ou orientáveis horizontais ou verticais, destinada a furação em série sem traçado prévio.
+ Furadeira para veneziana
Máquina que serve para furar montantes para venezianas em pares, com brocas próprias, automaticamente.
+ Furo de bicho
Perfuração na madeira causada por inseto (broca, caruncho, gusano).
+ Furo de inseto
Perfuração na madeira causada por inseto (broca, caruncho, gusano).
+ Furo de nó
Vazio resultante do desprendimento de um nó.
+ Furo de vespa
Perfuração provocada pela vespa que ataca e destrói a madeira, principalmente o alburno do lenho
+ Fuste
Toda a parte vertical da árvore, constituindo o seu eixo central, desde o terreno até o ponto mais elevado.
Anuncie RM Neuvoo