MENU
Carbono
Classificao do Pinus
Colheita
Desdobro
Espcies
Geoprocessamento
Habitao
Manejo
Meio ambiente
Melhoramento
Mercado
Mercado-Europa
Mercado-Oferta
Nutrio
Painis
Pinus Tropical
Plantio
PMVA
Pragas
Preservao
Preservao
Qualidade
Resduos
Resinagem
Secagem
Silvicultura
Sispinus
Usinagem
Anunciantes
 
 
 

REVISTA DA MADEIRA - EDIÇÃO N°68 - DEZEMBRO DE 2002

Sispinus

Sispinus

Qual a hora certa para a realizao do desbaste, e de que tipo? Que aspectos devem ser considerados nesta e outras questes de manejo florestal? As possibilidades de desbaste so inmeras, e obter um regime timo de manejo no fcil. As tomadas de decises devem levar em conta aspectos econmicos em conjunto com as variveis biolgicas. Sem dvida a complexidade grande, e requer planejamento cuidadoso para o alcance da otimizao da produo madeireira e dos retornos financeiros.

Para servir de ferramenta nesta tarefa, foi desenvolvido o SISPINUS, um sistema que permite a definio do melhor tipo de desbaste para a floresta de Pinus, a poca e intensidade ideais para sua realizao e a idade ideal para o corte final Pode-se avaliar o estoque de madeira disponvel no presente e a cada ano futuro, em termos de volume total e volume por tipo de utilizao industrial como laminao, serraria, celulose e energia. O sistema possibilita tambm a anlise da rentabilidade do povoamento.

Contribui tambm na agregao de valores ao empreendimento:

a escolha do regime de manejo ideal aumenta em mdia pelo menos 15% sobre a rentabilidade do empreendimento.

conhecendo a produo antecipadamente, a empresa consegue melhores preos e garantias de absoro da produo, inclusive por tipo de utilizao industrial especfica.

amplia a viso para o planejamento da produo, permitindo o aumento ou reduo da rea plantada, prevenindo contra a incerteza e risco da atividade.

a empresa passa a manter fixa a mo de obra, bem como as estruturas para produo de mudas, implantao, manuteno e explorao das florestas.

Finalmente, a sustentabilidade da produo fundamental para a preservao ambiental. Ela um dos componentes para uma empresa conseguir a certificao florestal e assim agregar valores ao colocar seus produtos no exigente mercado externo atendendo as exigncias de qualidade ambiental e com melhores preos.

Maio/2003