Voltar

Notícias

05
set
2023
(MERCADO)
Em julho exportações brasileiras de produtos derivados de madeira caíram 36 por cento

No mês de julho as exportações brasileiras de produtos derivados de madeira (exceto celulose e papel) caíram 36% em valor em relação a julho de 2022, passando de US$ 431,4 milhões para US$ 278,0 milhões.

As exportações de madeira serrada de pinus diminuíram 56% em valor entre julho de 2022 (US$ 90,5 milhões) e julho de 2023 (US$ 40,1 milhões). Em volume, as exportações diminuíram 43% no mesmo período, passando de 305,8 mil metros cúbicos para 173,5 mil metros cúbicos.

As exportações de madeira serrada tropical diminuíram 42% em volume, de 45,5 mil m3 em julho de 2022 para 26,4 mil m3 em julho de 2023. Em valor, as exportações diminuíram 34%, de US$ 20,3 milhões para US$ 13,4 milhões, no mesmo período.

As exportações de contraplacado de pinus registaram uma queda de 21% no valor em Julho de 2023 em comparação com Julho de 2022, de 65,3 milhões de dólares para 1,6 milhões de dólares.

No entanto, os volumes exportados aumentaram 2,4% no mesmo período, de 156,1 mil metros cúbicos para 159,9 mil metros cúbicos.

Quanto ao contraplacado tropical, as exportações diminuíram em volume 51% e em valor 54%, passando de 5.900 m3 e 3,7 milhões de dólares em Julho de 2022 para 2.900 m3 e 1,7 milhões de dólares em Julho de 2023.

Os valores de exportação de móveis de madeira diminuíram de US$ 58,1 milhões em julho de 2022 para US$ 47,5 milhões em julho de 2023, com queda de 18%.

Fonte: ITTO/Remade

Jooble Neuvoo