MENU
Especial China
Eucalipto
Financiamento
Mercado - Mxico
Molduras
Mveis e Tecnolgoia
No-Madeirveis
Novas Espcies
Queimadas
Resduos
Transporte
E mais...
Anunciantes
 
 
 

REVISTA DA MADEIRA - EDIÇÃO N°69 - FEVEREIRO DE 2003

Novas Espcies

Nova espcie amplia opes de plantio

Diversas espcies florestais exticas tm sido introduzidas na regio semi-rida do nordeste brasileiro. Entre elas nim indiano, algaroba, cinamomo, casuarina, teca, gmelina, eucalipto e outras. Geralmente tratam-se de ensaios de procedncia, produo de biomassa, utilizao como forragem, comportamento e adaptao. Recentemente foi feito um estudo com a espcie nim indiano, que apresentou 100% de sobrevivncia aos trs meses.

Quanto s caractersticas fenolgicas, constatou-se que as fenofases, florao e frutificao ocorreram em algumas plantas, independente do espaamento adotado, a partir do ms de fevereiro, estendendo-se at fins de maro, em plantas com dois anos de idade.

Apesar do nim ser utilizado em todo o mundo, muitos produtores ainda duvidam de suas qualidades, ou as aceitam com moderao, desejando test-la antes.

Com o objetivo de avaliar a qualidade da madeira de nim indiano para fins energticos foram determinados: a densidade bsica da madeira (g/cm), o teor de extrativismo total (%), o teor de lignina (%), o teor de holocelulose (%), o poder calorfico superior (Kcal/kg), o rendimento de carvo (%), o teor de carbono fixo (%), o teor de cinzas (%) e o teor de materiais volteis (%).

O nim indiano (Azadirachta indica A. Juss tambm conhecido por Melia indica Brandis), uma planta pertencente famlia Meliacea. Ela apresenta folhas verdes-escuras, compostas e imparipenadas, com freqncia aglomeradas nos extremos dos ramos, simples e sem estpulas. As flores so de colorao branca, aromticas, reunidas em inflorecncia densas, com estames crescentes formando um tubo, pentmeras e hermafroditas. O fruto uma baga ovalada , com 1,5 a 2,0 cm de comprimento e, quando maduro, apresenta polpa amarelada e casca branca, dura contendo um leo marrom no interior de uma semente ou, raramente, em duas.

uma espcie que, normalmente apresenta fuste reto e dimetro entre 25 e 30 cm aos oito anos de idade. A madeira com densidade variando entre 0,56 a 0,85 g/cm, estando a mdia em torno de 0,70 g/cm, apresenta uma colorao avermelhada, dura e resistente ao ataque de cupins e ao apodrecimento. O cerne muito rico em tanino e sais inorgnicos de clcio, potssio e ferro.

Pode ser encontrado na ndia nas colinas de Siwalik e tambm nas florestas da regio de Carnate e em algumas partes do Deccan ao sul do rio Gadavari. A espcie cultivada em toda parte na ndia especialmente em regies ridas.

Quanto s exigncias edfo-climticas, a espcie se desenvolve bem em regies com precipitao pluviomtrica anual entre 400 e 800 mm. Mas, a espcie j foi inserida com sucesso em reas onde a precipitao est em torno de 250 mm anuais. A planta tolerante a longos perodos secos e a temperaturas elevadas, em curto perodo, no resistindo a geadas.

Podem ser feitas at duas colheitas de frutos por ano, dependendo das condies climticas da regio. No geral feita at duas colheitas de frutos por ano, onde uma nica rvore produz anualmente entre 30 e 50 kg de frutos.

As sementes do nim mantm o seu poder germinativo apenas por poucos dias, se no coletadas a germinao ocorre, normalmente, embaixo das plantas.

A escolha do espaamento para plantio deve estar condicionada aos objetivos propostos para a explorao da espcie. Caso o objetivo seja obter madeira fina e de menor porte, em um ciclo mais curto, podem ser adotados espaamentos menores, por exemplo, 2x2m. Caso a explorao tenha fins de produo de madeira mais grossa, recomenda-se um espaamento maior.

Em experincias feitas em plantios no norte da Nigria foram usados dois espaamentos diferentes 1,8x1,8 m e 2,4x2,4 m. Os resultados mostraram que aos oito anos os plantios com espaamento mais denso apresentaram um volume de madeira por ha maior que os plantios com espaamento mais aberto.

Em Gana, na frica, o nim apresentou rendimento entre 108 a 137 m de lenha por ha, na primeira rotao. J em Samuru, na Nigria, na mesma idade, os valores variaram entre 119 a 169 m. Em Cuba rvores de nim indiano alcanaram uma altura de 14,2 m e dimetro de 27 cm aos oito anos.

A rvore do nim comum em algumas regies, inclusive nas Amricas, no somente como arborizao de ruas, mas tambm como uma rvore para produo de lenha, poste e madeira. Frutos, sementes, leo, folhas, casca do caule e razes tm os mais variados usos na rea farmacolgica.

Vrios produtos repelentes a insetos so extrados do leo de nim. O princpio ativo nestes produtos o azadiraction, substncia usada como ingrediente na preparao de vrios produtos farmacuticos, tais como: ungentos, cosmticos, cremes, loes, sabonetes, xampus, tnico capilar e creme dental. Recentes estudos farmacolgicos, tm demonstrado que as folhas do nim tm algumas propriedades anti-vrus e anti-bacterianas.

Uma caracterstica considerada comum s espcies pertencentes famlia Meliace a presena de compostos qumicos conhecidos como meliacinas. Dentre estes, o azadiractin que pode tornar-se importante no controle de pragas, pois tem largo espectro de ao, no tem ao fitotxica, praticamente atxico ao homem e no agride o ambiente.

A rvore de nim controla mais de cem espcies de pragas, devendo ser amplamente introduzida no Brasil.

A densidade bsica da madeira do nim, comparada com algumas espcies da caatinga, mais baixa, variando entre 0,80 (g/m) e 0,72 (g/m), em trabalhos desenvolvidos com o nim na ndia.

Ao verificar o valor obtido para carbono fixo, o nim apresentou maior porcentagem que algumas espcies da caatinga, indicando o forte potencial energtico da espcie.

A densidade bsica encontrada para a madeira pode estar relacionada idade do povoamento florestal utilizado. Assim, povoamentos mais maduros produzem madeiras mais densas e com melhores caractersticas para fins energticos.

Fonte: IPEF Universidade de So Paulo

Lcio Valrio de Arajo, Luiz Carlos Rodrig