Voltar

Notícias

(GERAL)
Exportação simples deve ajudar 1.400 empresas
Graças à Instrução Normativa 611, que amplia de 10.000 para 20.000 dólares o limite para a exportação através do sistema simplificado ou dos Correios (Exportação por Remessas Postais), mais de 1.400 micro e pequenas empresas poderão exportar seus produtos a custos reduzidos, segundo informações da Câmara do Comércio Exterior (Camex) veiculadas pelo DCI.

Um exemplo: para exportar uma mercadoria de 5.000 reais e com peso de até 30 quilos, o exportador pode gastar até 785 reais em impostos pela via normal. Já pelo Exporta Fácil, dos Correios, o custo cai para 140 reais, já que, das sete taxas que seriam cobradas a priori, apenas duas seriam mantidas: Certificado de Origem e Despesas de Câmbio. Entre as taxas que o produtor nacional passará a economizar estão a de transporte da mercadoria e a de despesas aeroportuárias.

'São produtos de maior valor agregado e é esse setor que estamos trabalhando para reforçar. O decreto desburocratiza e barateia as exportações', disse o assessor especial da Secretaria Executiva da Camex, Aloísio Tupinambá. Um dos fatores que ele aponta como fundamental na medida é o fato de as micro e pequenas empresas responderem por 47,9% dos empregos no Brasil. 'Daí a importância em aumentar o grupo de empresas que podem se beneficiar com a exportação mais barata'.

PEGN

Fonte:

Neuvoo Jooble