Voltar

Notícias

15
nov
2021
(MERCADO)
Weinig lança serviço de equipamento 'pague conforme o uso'

A Weinig e seus parceiros lançam um serviço de pagamento conforme o uso. Mais flexibilidade para lidar com as oscilações de mercado e econômicas, além de acesso às tecnologias mais recentes: essa é a promessa do novo modelo de negócio “Carpintaria como Serviço”, que a empresa Weinig implantará nos próximos dois anos.

No futuro, diz a empresa, permitirá que os clientes paguem pelas máquinas de acordo com o uso real. Isso significa que uma máquina não será comprada uma vez por um valor específico, mas que os clientes receberão uma máquina cuja utilização é faturada em intervalos regulares.

Então, não é mais a máquina que está no centro do modelo de negócio, mas seu desempenho, sua produção, sua disponibilidade e o serviço que garante tudo isso Com o apoio do programa de financiamento “InvestBW” do estado de Baden-Württemberg, o Grupo WEINIG recebeu a aprovação para o financiamento da inovação do modelo de negócios “Woodworking as a Service”.

O programa fornece financiamento para empresas sediadas em Baden-Württemberg para projetos de pesquisa e desenvolvimento tecnológico voltados para novos modelos de negócios e serviços baseados em dados (conhecidos como “serviços inteligentes”).

Soluções de fábrica da Weinig A Weinig's iniciou um serviço pré-pago. Dentro deste projeto patrocinado, WEINIG irá cooperar com o Instituto Fraunhofer de Engenharia de Manufatura e Automação (IPA), Roth Steuerungstechnik e Hogra-Holz. Fraunhofer IPA de Stuttgart apóia o consórcio com os métodos mais recentes da ciência e com experiência em modelagem de negócios.

Roth Steuerungstechnik de Billigheim é o especialista em software da equipe e um parceiro importante para o desenvolvimento da aplicação técnica do serviço. WEINIG está trabalhando com a Hogra-Holz de Limbach como um cliente piloto, disse Jochen Ganz, chefe do departamento de Novos Negócios e Inovação da WEINIG.

De acordo com Ganz, "seu envolvimento garantirá que o modelo de negócios seja desenvolvido próximo aos requisitos do cliente e que a perspectiva do cliente seja integrada desde o início". O início oficial do projeto já foi feito.

O plano do projeto e os pacotes de trabalho foram finalizados em reunião com os parceiros envolvidos. De acordo com Julian Geiselhardt, gerente de inovação e chefe do projeto “Woodworking as a Service”, a empresa fornecerá informações sobre novos desenvolvimentos em intervalos regulares para garantir total transparência. “Woodworking as a Service” também terá seu próprio bloco temático no WEINIG Solid Wood Summit.

Além do conteúdo relacionado ao modelo, um painel de especialistas dos parceiros do projeto oferecerá percepções profundas.

Assista o vídeo

Por Larry Adams

Fonte: Woodworkingnet

Neuvoo Jooble