Voltar

Notícias

21
out
2020
(MÓVEIS)
Visão geral da exportação de móveis brasileiros

As exportações do setor moveleiro renderam US $ 361,6 milhões nos primeiros oito meses deste ano de acordo com a Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário (Abimóvel).

Isso representa uma queda de 12% ano a ano. Do total, exportação de móveis para os Estados Unidos representaram 40% do total das exportações e cresceram 3%em comparação com o mesmo período de 2019. O aumento nas exportações para os EUA foram impulsionadas por empresas de varejo americanas. O segundo maior mercado foi o Reino Unido com uma participação de 9% das exportações, mas neste mercado houve uma queda de mais de 20% nas receitas de exportação. O Uruguai era o terceiro mercado colocado com 7% e as exportações caíram 13% em agosto.

Os principais estados exportadores foram os três estados da Região Sul. Juntos, os estados de Santa Catarina (42%), Rio Grande do Sul (27%) e Paraná (14%)representaram mais de 80% das exportações de móveis do Brasil nos primeiros oito meses do ano. Todos experimentaram uma queda no valor das exportações de móveis em relação ao ano passado.

As importações de móveis do Brasil foram avaliadas em US $ 107 milhões nos primeiros oito meses do ano, queda de 19% em relação ao mesmo período do ano passado. A China foi a principal fonte das importações (76%) seguido pela Itália (5%) e os Estados Unidos Estados (3%). Grande parte das importações teve como destino São Paulo seguido por Santa Catarina e Rio de Janeiro.

Fonte: ITTO/Remade

Neuvoo Jooble