Voltar

Notícias

11
jan
2020
(TECNOLOGIA)
Do Chile um vinho envelhecido em barris de madeira lenga?

Do Chile vem a novidade do lançamento de uma nova linha de Labirintos Vinhos, envelhecidos em barris de madeira de lenga (Nothofagus pumilio) da Terra do Fogo, a partir de florestas administradas pela Ignisterra, empresa que produz madeira e produtos de desta espécie nativa da Patagônia que também é abundante na Argentina.

Enólogos e especialistas provaram uma série de cepas e novas culturas envelhecidas em barris de lenga fabricados na Espanha pela tradicional Maganñán Tonelería. O enólogo Rafael Tirado, um dos proprietários da Viña Laberinto, comentou: “Sinto que conseguimos algo muito atraente, pois o vinho envelhecido em barris de lenga (Merlot e Cabernet Sauvignon / Syrah) é elegante, floral e amigável; nada pesado ou invasivo.

Após os primeiros testes com pautas imersas em vinho, em 2011 Viña Laberinto, em 2013, Maganñán foi contratada para fabricar barris de 225 litros em madeira de lenga. Os testes começaram com Cabernet Sauvignon, Merlot e Syrah. A La Tonelería Magreñan, empresa espanhola fundada em 1820, confia que a madeira de Lenga fornecerá aromas positivos: “é adequada, porque não é resinosa ou invasiva, mas respeita o vinho e mantém intacto o aroma e o sabor requintados”. Magreñán

Fonte: lignum

Jooble Neuvoo