Voltar

Notícias

02
nov
2019
(MADEIRA E PRODUTOS)
Norma para construções em wood frame segue para consulta pública

Expectativa é de que com a publicação da norma, construções em wood frame ganhem escala e impulsionem o consumo de produtos de madeira no mercado interno

A Comissão de Estudos da ABNT que trabalhou durante três anos no desenvolvimento do texto para a normalização do sistema construtivo wood frame, construções que utilizam perfis e painéis de madeira, aprovou por consenso o texto que seguirá para consulta nacional. Na avaliação da Associação Brasileira da Indústria de Madeira Processada Mecanicamente (Abimci), que acompanhou todo o processo e tem liderado o desenvolvimento dessa e de outras frentes sobre o uso da madeira na construção civil no país, é um passo importante para que, em breve, o modelo construtivo esteja normalizado. Com isso, a expectativa é aumentar o consumo per capita de madeira no mercado interno, principalmente, em virtude da crescente demanda habitacional brasileira.

Com a participação de muitos interessados no tema, a Comissão contou com a contribuição de profissionais que se dividiram em quatro grupos de trabalhos: materiais, projetos, execução e desempenho. O objetivo foi envolver construtores, fornecedores, universidades, laboratórios, agente financiador, entre outros, para que todos pudessem contribuir e construir uma norma adequada a realidade brasileira.

A partir da publicação da norma, segundo a Abimci, programas habitacionais do governo e outros agentes financeiros poderão incluir em suas linhas de crédito essa nova opção de construção, gerando, assim, escala de negócios para os produtos de madeira. Além dos perfis e painéis de madeira, o sistema permite o uso de madeira serrada, decks, portas, pisos, estruturas para a cobertura, entre outros produtos.

Próximos passos

Após o debate e consenso entre os participantes da Comissão de Estudos, o Projeto de Norma é submetido à consulta nacional. Nessa etapa, realizada pela internet, qualquer interessado pode enviar comentários e sugestões, visando a aprovação ou não do texto. Terminado o prazo da consulta, todos os comentários, que devem ter embasamento técnico, são analisados e respondidos pela Comissão de Estudo responsável. Todos os interessados que se manifestaram durante o processo de consulta nacional são convidados a participar de reunião, a fim de deliberar, por consenso, se este Projeto de Norma deve ser aprovado como Documento Técnico ABNT. Com isso, o texto é homologado e publicado pela ABNT. As Normas Brasileiras em vigor ficam disponíveis para consulta no ABNTCatálogo (www.abntcatalogo.com.br).

Histórico

A Abimci e diversas entidades ligadas à cadeia de base florestal e madeira e da construção civil estão reunidas na elaboração da norma técnica do wood frame desde 2009, trabalho iniciado com o projeto Casa Inteligente, na Federação das Indústrias do Paraná (Fiep).

Antes da instalação da Comissão de Estudos da ABNT, em 2016, o trabalho da Casa Inteligente passou pelo debate entre entidades do setor da madeira e construção, empresas privadas, universidades e profissionais ligados ao tema; aprovação da proposta da Diretriz SINAT nº 005 – sistemas construtivos estruturados em peças de madeira maciça serrada com fechamentos em chapa delgadas; aprovação pelo Ministério das Cidades o DATec nº 20 – sistema leve em madeira e a aprovação de que seria necessária a criação de uma comissão para o desenvolvimento da norma técnica.

Fonte: Por Juliane Ferreira para Interact Comunicação

Jooble Neuvoo