Voltar

Notícias

31
jul
2019
(SILVICULTURA)
Etiópia planta 350 milhões de árvores em apenas 12 horas

A iniciativa nacional chamada "GreenLegacy" tem a meta de plantar 4 bilhões de árvores no país.

No dia 29 de julho cerca de 350 milhões de árvores foram plantadas em um período de 12 horas na Etiópia. O plantio faz parte de uma iniciativa nacional chamada #GreenLegacy, que pretende cultivar 4 bilhões de árvores no país Africano, encorajando cada cidadão a plantar ao menos 40 mudas.

O projeto visa combater os efeitos da crise climática devido ao desmatamento no país, que já sofre bastante por sua aridez. Segundo dados da ONU, a cobertura florestal da Etiópia declinou de 35% no século passado, para 4% nos anos 2000.Abiy Ahmed, primeiro-ministro da Etiópia, participou ativamente da campanha do plantio, que foi desenvolvida pelo próprio governo. Vídeos promocionais foram veiculados na mídia estatal pedindo ao público para plantar e cuidar de árvores e também convidando toda a população para o evento. O governo também fechou alguns de seus escritórios para que os funcionários públicos pudessem estar presentes e para fazer a contagem oficial das árvores.

Abiy Ahmed, primeiro-ministro do país, plantantou diversas árvores | Fotos: Divulgação Governo da Etiópia

Segundo dados divulgados pelo governo, foram plantadas exatamente 353.633.660 de mudas em 1.000 locais pré-determinados espalhados por todo o país. As mudas escolhidas são nativas da região subsaariana, portanto, já são adaptadas ao clima árido. A escolha beneficia também todo o ecossistema da região.

O mapa mostra quantas árvores foram plantadas em 12 horas em 29 de julho de 2019.

Quem possuía o recorde mundial de árvores plantadas em um só dia era a Índia, com 66 milhões de árvores em 2017.

Melhor forma de resfriar a Terra

Um estudo recente publicado pela Science, afirma que a melhor solução para combater o aquecimento global, além de preservar as florestas que já existem, é plantando novas árvores.

O estudo do ecologista Thomas Crowther, da universidade suíça ETH Zurich, aponta que há espaço suficiente em parques nacionais, florestas e terras abandonadas existentes no mundo para plantar 1,2 trilhão de árvores extras. Juntas, estas árvores seriam capazes de armazenar CO2 equivalente a uma década de emissões de dióxido de carbono.

Segundo o ecologista, se tal meta fosse alcançada, superaria qualquer outro método para combater a mudança climática, mesmo considerando investimentos em energia renovável e dietas vegetarianas.

“É uma coisa linda porque todos podem se envolver. As árvores literalmente apenas tornam as pessoas mais felizes em ambientes urbanos, elas melhoram a qualidade do ar, a qualidade da água, a qualidade dos alimentos, o serviço ecossistêmico, é uma coisa tão fácil e tangível,” disse o ecologista.

Mayra Rosa

Fonte: Ciclo Vivo

Neuvoo Jooble