Voltar

Notícias

03
mar
2019
(MERCADO)
Produção de móveis no Rio Grande do Sul cresce 4,5% em 2018

Foram produzidas 84,8 milhões de peças. A venda no varejo em valores nominais também foi positiva em 2,4%

O otimismo da indústria gaúcha de móveis, em 2018, foi concretizado com números positivos, apontados no relatório 'Conjuntura e comércio externo do setor de móveis no Brasil', com dados de dezembro de 2018 e janeiro de 2019. O documento foi produzido pelo IEMI _ Inteligência de Mercado e encomendado pela Associação das Indústrias de Móveis do Estado do Rio Grande do Sul (Movergs).

No acumulado do ano, a produção industrial no Estado cresceu 4,5% de acordo com dados do IBGE, totalizando 84,8 milhões de peças produzidas. De acordo com o presidente interino da Movergs, Rogério Francio, o setor moveleiro sofreu muito em 2018 devido à crise que assola o Brasil.

— Várias empresas precisaram fazer a lição de casa e ela partiu desde o remanejamento de pessoas, análise de investimento não só em tecnologia, mas em outras atividades, grandes negociações com fornecedores de matéria-prima — destaca.

Para 2019,  Francio ressalta que há uma confiança muito maior por parte do empresário, não apenas pelo movimento na política, na economia, mas pela credibilidade que se está encontrando de toda a cadeia produtiva moveleira.

— Há sintomas de que as coisas devem partir para o rumo do crescimento. Alguns indicadores econômicos nos mostram isso, o que gera credibilidade e nós acreditamos que vamos ter sim um 2019 já voltando a dar sinais de recuperação para o setor moveleiro.

Exportações

Analisando a balança comercial do estado do Rio Grande do Sul, no mês de dezembro as exportações apresentaram queda de 3,5%, atingindo US$ 19,2 milhões. Em janeiro, as exportações recuaram 43,9%, resultando em US$ 10,8 milhões.

Dentre os estados exportadores de móveis, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná são responsáveis por 55,6% dos valores exportados em janeiro de 2019. São Paulo foi responsável por 2% dos valores exportados.

Analisando os países de destino das exportações de móveis do Rio Grande do Sul em janeiro, os Estados Unidos em primeiro lugar, com 15,2% dos valores exportados em janeiro, seguido pelo Uruguai com 15,1% e pelo Peru, com 13,5%.

No acumulado do ano, de janeiro a dezembro, o consumo aparente no estado do Rio Grande do Sul registrou alta de 8,6%. Entretanto, analisando os dados de dezembro, o volume foi de 6,1 milhão de peças, registrando redução de 27,2% em relação a novembro.

Fonte: Pioneiro

Anuncie RM Neuvoo Gell