Voltar

Notícias

11
jan
2019
(COMÉRCIO EXTERIOR)
Exicon Trading bate recorde de exportações de madeira em 2018

A Exicon Trading, do grupo Exicon, de Porto Alegre, vai encerrar o ano com um total de US$ 54 milhões de exportações de madeira, em comparação a US$ 38 milhões do ano anterior. O principal item na pauta de produtos de madeira, o compensado de pinus responde por 65% dos embarques, seguido por móveis (15%), molduras de madeira (5%), madeira tropical (5%), madeira serrada (5%), portas (3%) e lâminas de pinus e eucalipto (2%).

Com uma média mensal de 15 mil m³/ mês, a trading exporta para mais de 40 países. A maior parte para os Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha Holanda e Bélgica, seguido pela África do Sul, China e Taiwan.

De acordo com Alexandre Bücker de Souza, diretor do Grupo Exicon, as variações do dólar ajudaram a melhorar a margem dos produtos. Outro fator que influiu no aumento das exportações foi o baixo consumo interno, o que obrigou as empresas a recorrer ao mercado externo.  “Entretanto, a partir de setembro houve uma queda de 30% em relação ao preço do produto, e também uma redução no número de pedidos e preços”, explicou Raimundo Rauber, executivo da trading.

Sobre os cenários para 2019, Souza mantém o otimismo e projeta um novo salto nas exportações não somente de madeira, mas também de vários outros produtos embarcados pela trading.

Ainda em 2018, a trading do grupo Exicon figurou pelo sétimo ano consecutivo entre as 500 maiores empresas do sul do Brasil da revista Amanhã. “Essa distinção representa o resultado de um trabalho de excelência em soluções integradas e serviços para o comércio exterior das pequenas , médias e grandes empresas.  A atuação da nossa trading é de vital importância para o desenvolvimento de mais de 70 pequenas e médias empresas que produzem calçados, compensados, madeira serrada, portas e lâminas para os mercados americano e europeu, entre outros.”

Os clientes repassam a produção diária para trading, que providencia toda a logística door to door dos produtos, além do financiamento, análise de crédito dos clientes do exterior, e cobrança das faturas de exportação, o que garante a segurança do processo de exportação desde o início da cadeia de produção até o cliente final.
  A trading atua também por meio de um consórcio privado de exportação, oferecendo às MPEs uma plataforma de serviços para o comércio exterior que reúne mais de 10 mil empregos diretos de pequenos e médios empresários.

Entre os gargalos da exportação, Souza considera a questão logística como uma das prioridades. “O que se espera  daqui para frente é a retomada dos investimentos em infraestrutura”, observa. “A duplicação da BR 470  é unanimidade entre os empresários, na medida em que se trata da rodovia por onde escoa a maior parte da produção do estado. Desde que a obra começou, em 2013, ela pouco avançou. Agora, com o novo governo, a expectativa é de que seja concluída o mais rápido possível”. Em Santa Catarina, a empresa atua por meio dos portos de Itajaí, Navegantes e  Itapoá. No Paraná opera também por Paranaguá. A Exicon Trading é certificada pelo Forest Stewardship Council ® (Conselho de Manejo Florestal), organização não governamental internacional que promove o manejo florestal ambientalmente apropriado, socialmente benéfico e economicamente viável das florestas do mundo.

Fonte: Exicon Trading

Anuncie RM Neuvoo Gell