Voltar

Notícias

24
fev
2018
(MADEIRA E PRODUTOS)
Japão quer construir prédio mais alto do mundo em madeira

Plano é que edifício de 70 andares tenha apenas 10% da obra em aço

A empresa japonesa Sumitomo Forestry planeja construir o maior arranha-céu de madeira do mundo até 2041, em Tóquio, para marcar o 350º aniversário da empresa. O edifício de 70 andares deve ter, segundo a empresa apenas 10% em aço. O restante será feito a partir de 180 mil metros cúbicos de madeira.

A torre, que está sendo chamada de Projeto W350, terá cerca de 8 mil apartamentos, árvores e vegetação em varandas em todos os níveis.

Para proteger contra os terremotos comuns em Tóquio, haveria chaves diagonais de controle de vibração em aço no centro da coluna de madeira de 350 metros. Prevê-se que o prédio custe cerca de US$ 5,6 bilhões (600 bilhões de ienes japoneses). Este é aproximadamente o dobro do custo de um arranha-céu com o mesmo tamanho.

A expectativa da empresa, no entanto, é que o desenvolvimento tecnológico resulte em redução dos custos até a conclusão do prédio em 2041. O objetivo final, segundo a empresa, é criar uma cidade ecológica de arranha-céus feita de Madeira que também ajudará a transformar a cidade em uma floresta.

O conceito para o edifício foi elaborado pelo Laboratório de Pesquisas Tsukuba da Sumitomo, que planejou um plano para um arranha-céu com 70 andares acima do solo. O design foi feito de uma combinação de madeira e aço, com madeira representando 90% do material de construção.

A empresa trabalha em conjunto com designers de arquitetura da Nikken Sekkei. A torre foi projetada para abrigar lojas, escritórios, hotel e unidades residenciais. Os esboços dos designers também mostram amplos espaços abertos internos, recursos de água, um telhado de jardim e amplas varandas cobertas de vegetação.

Madeira em edifícios públicos

Em 2010, o Japão aprovou uma lei que exigia que as empresas de construção usassem madeira para edifícios públicos com menos de três níveis. Em todo o mundo, arranha-céus de madeira podem ser encontrados no momento. Os exemplos variam de um prédio de escritórios de 18 andares em Minneapolis, Estados Unidos, feito de madeira, para um prédio de 53 metros de altura com apartamentos para estudantes em Vancouver, Canadá. Este tem atualmente o título de arranha-céu de madeira mais alto do mundo. Também há propostas para outros arranha-céus de madeira, como um edifício de 244 metros em Chicago, nos Estados Unidos, e outro de 80 andares em Londres.

A corrida para ver quem leva a madeira ao limite está apenas começando.

 

Fonte: Por Portal Madeira e Construção com informações de Interesting Engineering

Anuncie RM Neuvoo