Voltar

Notícias

22
fev
2018
(SETOR FLORESTAL)
Apre lista 5 fatos importantes sobre florestas do PR

1 – Cadeia produtiva

Percebe-se uma grande diversidade da cadeia produtiva de base florestal plantada.

Celulose, papel, serrado de pinus, compensado de pinus, painéis reconstituídos de madeira, portas de madeira, molduras, móveis de madeira e biomassa florestal são produzidos a partir das árvores.

A celulose é um dos principais produtos e atende, principalmente, ao mercado internacional, visto que o Brasil é o segundo maior produtor mundial.

O Paraná é responsável por 8% da produção nacional de celulose de mercado e é o oitavo maior exportador do Brasil.

Outro destaque no volume produzido no setor florestal brasileiro é o papel, apesar de os produtos atenderem principalmente ao mercado doméstico.

O Brasil é o oitavo maior produtor mundial de papel e a indústria está concentrada principalmente nos estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Bahia e Espírito Santo.

Neste cenário, o Paraná foi responsável pela produção de 2,16 milhões de toneladas em 2015 – 21% do total nacional – e Estado é o segundo maior exportador desse produto.

2 – Certificação

Apesar de a certificação ser voluntária, essa é uma das grandes preocupações do setor florestal, pois se tornou um diferencial competitivo no mercado florestal, já que a demanda mundial por produtos florestais certificados vem aumentando.

Das associadas da Apre, pelo menos 18 empresas possuem certificação CERFLOR e/ou FSC – 35% do número total das associadas.

Além disso, 65% da base florestal das associadas é certificada.

3 – Preservação

Outra grande preocupação do setor é com relação à preservação.

O setor de base florestal plantada no Paraná mantém programas de preservação de recursos florestais nativos, protegendo a biodiversidade (flora e fauna),solo, mananciais e demais recursos hídricos.

Tudo isso serve para manter os processos ecológicos essenciais dos ecossistemas existentes no Estado.

A participação das empresas associadas à Apre na manutenção dos recursos florestais nativos e de sua biodiversidade no Estado é significativa: estas empresas preservam mais de 390 mil hectares com florestas nativas – 47% de ocupação da área total em terras sob sua propriedade e 90% em relação à área plantada.

Isso significa que para cada 100 hectares de florestas plantadas, as empresas associadas à Apre possuem mais 90 hectares de floresta de conservação.

4 – Empresas ativas

O setor de base florestal brasileiro totalizou 151,8 mil empresas ativas em 2016, o que representa queda de 2% em relação ao ano anterior, quando atingiu 155,4 mil.

Do total nacional, o Paraná respondeu por 10% em 2016, equivalente a 15,5 mil empresas.

Além disso, o Estado também registrou queda de 5% no número de empresas ativas em relação ao ano de 2015.

5 – Emprego

No Brasil, o nível de emprego direto e formal das atividades relacionadas ao setor de base florestal plantada apresentou queda de 6,5% entre 2006 e 2016, o que reflete uma redução de 0,7% ao ano.

Em 2016, foram 611,1 mil empregos.

Já o Paraná foi responsável por 16% dos empregos do setor em nível nacional, totalizando 96.496 empregos.

O Estado também ocupa o segundo lugar do ranking nacional de 2016 no total da geração de empregos do setor de base florestal plantada, com 16%, atrás apenas de São Paulo, que ficou com 24%.

“O setor de base florestal plantada do Paraná possui a cadeia mais completa do país. Estão aqui 10% das empresas florestais e um dos parques industriais mais diversificados”.

“O Paraná está consolidado como mercado produtor, consumidor e também exportador de produtos de base florestal com alto índice de contribuição nos indicadores setoriais nacionais”.

“Temos ampla tradição e potencial florestal e industrial, com vantagens comparativas e competitivas que permeiam toda a cadeia produtiva de valor da madeira plantada – floresta, indústria e mercado”, completa Alvaro Scheffer Junior.

Fonte: Celuloseonline

Anuncie RM Neuvoo