Voltar

Madeiras : Celulose

Reciclagem

Histórico

"A atividade de reciclagem no Brasil se confunde com as próprias origens da fabricação de papel no País, iniciada há mais de 100 anos.

As primeiras fábricas brasileiras de papel se utilizavam de papéis descartados para a produção de novos papéis. Nessa ocasião, a quase totalidade das necessidades brasileiras de papel, em seus diferentes tipos, eram supridas por fornecedores do exterior.

O passo seguinte da industria brasileira foi a produção de papéis utilizando matérias-primas virgens importadas, em especial a celulose de fibras longas.

Só a partir do início da década dos anos 70, a indústria brasileira de celulose começa a ter expressão, passando os fabricantes de papel a utilizarem as matérias-primas virgens de origem nacional, simultaneamente com as de origem estrangeira.

A destacar que, na medida em que se ampliava a fabricação de papel no país a partir de matérias-primas virgens, estimulando um maior consumo, paralelamente se ampliava a atividade de reciclagem, conseqüência da maior disponibilidade de papéis recicláveis.

Verifica-se, assim, que a atividade de reciclagem de papel no Brasil tem seu fundamento em questões de natureza essencialmente econômicas.

Em tempos recentes, a reciclagem de papel vem apresentando um destaque crescente, na medida em que contribui para a preservação e conservação do meio ambiente e para a solução da questão da destinação dos lixos urbanos."

O texto acima foi retirado do trabalho: A Atividade de Reciclagem de Papel no Brasil, disponível juntamente com outros trabalhos sobre o assunto na biblioteca da Bracelpa.

Anuncie RM Neuvoo