Voltar

Madeiras estadunidenses e exóticas

Amieiro

Nome científico:
Alnus rubra

Outros nomes e Espécies Afins:
American alder, Amieiro vermelho, amieiro ocidental

Descrição da Árvore:
O amieiro vermelho recém cortado é quase branco mas, ao ser exposto ao ar, muda rapidamente a um marrom claro com uma tonalidade amarela ou avermelhada. O cerne se forma somente em árvores de idade avançada e não existe fronteira visível entre o alburno e o cerne. A madeira tem a nervura bastante reta, com uma textura uniforme.

Propriedades Físicas
O amieiro vermelho é uma espécie latifoliada, de madeira relativamente branda, de densidade média e pouca resistência à flexibilidade, ao impacto e à rigidez.

Gravidade específica: 0,41
Peso médio: 449 kg/m3
Encolhimento volumétrico médio: 10,1%
Módulo de elasticidade: 9515 MPa
Dureza: 2624 N

Região de Ocorrência:
Localiza-se na Costa Oeste dos Estados Unidos, principalmente no Noroeste do Pacífico, sendo a madeira de lei mais comercializada desta região.

Durabilidade
O cerne não é resistente à decomposição e é suscetível ao ataque de coleópteros comuns da mobília, embora seja permeável ao tratamento com preservativos.

Disponibilidade
EUA; razoavelmente disponível mas rigorosamente limitada por região.
Exportação: disponível facilmente em alguns mercados mas limitada em outros. disponível como madeira dimensionada e em madeira habilitada.

Trabalhabilidade:
A madeira do amieiro vermelho é apropriada para o trabalho mecânico, sendo excelente para tornear e polir. Pode ser aparafusada, pregada e colada com facilidade e também pode ser lixada, pintada ou envernizada para conseguir um bom acabamento. È possível secá-la com facilidade, com pouco desperdício, além de apresentar uma boa estabilidade dimensional depois da secagem.

Indicações de Uso:
Móveis, armários de cozinha, portas, molduras, torneado, gravado e utensílios de cozinha.

Fonte: AHEC
Neuvoo Anuncie RM