Voltar

Madeiras estadunidenses e exóticas

Hackberry

Nome científico:
Celtis occidentalis

Outros nomes e Espécies Afins:
Cammon hackberry

Descrição da Árvore:
O hackberry está muito relacionado com o sugarberry (celtis laevigata), sendo um integrante da família do olmeiro. A diferença entre o alburno e o cerne é muito pequena. A cor do cerne vai do cinza amarelado ao marrom claro com nós amarelos. A madeira é muito suscetível a mostrar manchas azuis antes e depois da secagem em estufa. Apresenta nervura irregular, às vezes reta e outras vezes entrelaçada. A textura é fina e uniforme.

Propriedades Físicas
A madeira do hackberry é mais ou menos dura, grossa e mostra uma resistência média à flexão e alta resistência ao impacto, embora a resistência em relação à rigidez é baixa. Tem uma boa classificação em curvatura a vapor.

Gravidade específica: 0,53
Peso médio: 593 Kg/m3
Encolhimento volumétrico médio: 13,5%
Módulo de elasticidade: 8205 Mpa
Dureza: 3914 N

Região de Ocorrência:
Na parte leste dos Estados Unidos

Durabilidade:
O cerne não é resistente à decomposição. É suscetível ao ataque das minhocas do bosque e dos coleópteros buprestídeos. O cerne é moderadamente resistente ao tratamento com preservativos, muito embora o alburno seja permeável.

Disponibilidade:
EUA: razoável em madeira serrada, mas disponível principalmente na espessura mais fina e em classes inferiores.
Exportação: limitada devido a pouca e as preocupações sobre a pintura interna.

Trabalhabilidade:
A madeira aceita bem o processo de aplainação e o torneado, tem capacidade média para reter pregos e parafusos, recebe colorante ou verniz satisfatoriamente. A madeira do hackberry seca com facilidade, com pouco desperdício. No entanto, encolhe bastante e pode ser suscetível a uma variação no rendimento final.

Indicações de Uso:
Móveis e armários de cozinha, marcenaria, portas e molduras.

Fonte: AHEC
Neuvoo Anuncie RM