Voltar

Madeiras peruanas e exóticas

Mari Mari

Mari Mari Nome científico:
Vatairea guianensis Aublet.

Família:
Fabaceae – Papilionoideae.

Nomes comuns:
Peru: mari mari, marupá del bajo. Colombia: guerra.

Nome comercial internacional:
Faveira amargosa.

Região de Ocorrência:
Se encontra nos departamentos de Loreto, Madre de Dios e Ucayali, entre 0 e 500 msnm A espécie existe em altas quantidades na zona norte da amazonia do Peru.

Árvore:
Alcança 20 m de altura e uns 80 cm de diâmetro.

Características da Madeira:
Cor : O tronco recém cortado apresenta as capas externas de madeira (alburno) de cor branca e creme e as capas internas (duramen) de cor amarelo intenso e de forma regular, observando-se entre ambas capas um grande contraste de cor. Na madeira seca ao ar o alburno se torna de cor marrom muito pálido HUE 7/4 10YR e o duramen marrom amarelo escuro por oxidação ao ar HUE 4/6 10YR. (Munsell Soil Cor Charts).
Odor : Distinto e característico.
Brilho : Médio.
Grão : Entrecruzado.
Textura : Média a gruesa.

Propriedades Físicas:
Densidade básica : 0.77 gr/cm3
Contração tangencial : 7.80 %
Contração radial : 3.50 %
Contração volumétrica : %
Relação T/R : 2.20

Propriedades Mecânicas:
Módulo de elasticidade a flexão : 160,000 kg/cm2
Módulo de ruptura a flexão : 1,315 kg/cm2
Compressão paralela (RM) : 622 kg/cm2
Compressão perpendicular (ELP) : kg/cm2
Corte paralelo das fibras : kg/cm2
Dureza dos lados : kg/cm2
Tenacidade (resistência ao choque) : Kg.-m

Indicações de Uso:
A madeira se usa como lenha em fornos de padarias e olarías; também, para confeccionar canoas, em construção pesada, carrocerias, móveis, parquet e carpintearia em geral.
Anuncie RM Neuvoo