Voltar

Madeiras brasileiras e exóticas

Tarumã branco

Nome científico
Chitarexylum myrianthum

Descrição da árvore

Forma: árvore caducifólia, com 6 a 15m de altura e 20 a 40cm de DAP, podendo atingir até 25m de altura e 70cm de DAP, na idade adulta.
Tronco: reto ou levemente curvo, geralmente curto. Fuste com até 5m de comprimento.
Ramificação: cimosa, ascendente e esparsa. Copa larga, mas paucifoliada.
Casca: com espessura de até 10 mm. A casca externa é marrom-escura, levemente áspera e descamante, e a interna é branca-amarelada.

Características da Madeira
Massa específica aparente: a madeira do tarumã-branco é leve a moderadamente densa (0,50 a 0,70 g/cm³), a 15% de umidade.
Cor: o alburno e o cerne não são diferenciados, de coloração bege-clara a róseo-clara; apresentando, ocasionalmente, falso cerne amarelo-vivo-queimado, com manchas irregulares.
Características gerais: superfície ligeiramente áspera ao tato, irregularmente lustrosa; textura média; grã irregular. Cheiro e gosto indistintos.

Espécies Afins
Ocorrem cerca de 20 espécies de Citharexylum Linnaeus espalhadas pelas Américas. Entre as espécies que ocorrem no Brasil, três merecem ser citadas. No Rio Grande do Sul, são encontrados C. montevidense (Sprenger) Moldenke, conhecida por tarumã-de-espinho e C. solanaceum Chamisso, conhecida por tarumã e em Santa Catarina e no Paraná, o C. solanaceum, conhecido por cabriteiro. C. pernambucense ocorre em Alagoas, onde é conhecida por salgueiro e em Pernambuco. Recentemente, Moldenke (1983) descreveu C. myrianthum var. bahiense Mold, encontrado a 1.100m de altitude, na Serra do Tombador, na Bahia, como arbusto de 1,5m de altura. Esta variedade difere da variedade típica por apresentar folhas menores, com 3 a 7cm de comprimento por 1,5 a 3cm de largura, com pecíolos de 2 a 6 mm.

Produtos e Utilizações
Madeira serrada e roliça: madeira quase sem uso industrial; como usos locais, podem ser citados: caixotaria, tábuas em geral, embalagens leves, forro, contraplacados e compensados. Por apresentar boa ressonância, é própria para instrumentos de corda, especialmente guitarras (Kuhlmann & Kuhn, 1947).
Energia: lenha de qualidade regular (Nogueira, 1977).
Celulose e papel: espécie inadequada para este uso.

Ocorrência Natural
Latitude: 14º 45' S (Bahia) a 31º 50' S (Rio Grande do Sul).
Variação latitudinal: de 5m no litoral das regiões Sul e Sudeste a 900m de altitude em Minas Gerais e em São Paulo.

Anuncie RM Neuvoo