Voltar

Madeiras brasileiras e exóticas

Santa Rita

Nome científico
Gordonia fruticosa

Descrição da árvore

Forma: árvore perenifólia, com 10 a 15m de altura e 30 a 50cm de DAP, podendo atingir 30m de altura e 70cm de DAP, na idade adulta. Na Floresta Ombrófila Densa Alto Montana, a 1.400m de altitude, no Paraná, foram encontrados exemplares com 4,50m de altura e 10cm de DAP (Roderjan, 1994).
Tronco: cilíndrico, às vezes tortuoso e nodoso. Fuste com até 11m de comprimento.
Ramificação: racemosa e dicotômica. Copa densa, arredondada, com folhagem característica, verde-oliva. As folhas velhas, de cor avermelhada, contrastam com o verde escuro das folhas jovens, servindo como elemento importante para a identificação da espécie.
Casca:com espessura de até 22 mm. A casca externa é acastanhada e lisa nas árvores jovens, acinzentada com manchas claras, levemente fissurada e longitudinalmente sulcada, com desprendimento pulverulento nas árvores adultas (Ivanchechen, 1988). A casca interna é de coloração variando de bege a salmão, com inclusões siliciosas pontiagudas.

Características da Madeira
Massa específica aparente: a madeira da santa-rita é moderadamente densa (0,60 a 0,70 g/cm³), a 15% de umidade (Mainieri, 1973).
Cor: o alburno é branco e o cerne de coloração castanho-avermelhado uniforme.
Características gerais: superfície lisa ao tato e sem brilho; textura fina; grã direita. Cheiro e gosto indistintos.

Espécies Afins
Keng (1980), unificou os gêneros Laplacea e Gordonia. Atualmente, ocorrem cerca de 21 espécies no gênero Gordonia Ellis, espalhadas pela Malásia e América Tropical, inclusive Cuba (Keng, 1980). Destas espécies, cinco ocorrem no Brasil.

Produtos e Utilizações
Madeira serrada e roliça: uso local, principalmente em obras internas e tabuado. Recomendada para laminação, compensados e contraplacados.
Energia: lenha de qualidade média.
Celulose e papel: espécie adequada para esse uso.

Ocorrência Natural
Latitude: 2º S (Pará) a 30º S (Rio Grande do Sul), no Brasil.
Variação latitudinal: no Brasil, de 10m litoral da Região Sul e Sudeste até 1.400m de altitude no Paraná (Roderjan, 1994) e 1.500m na Bahia (Stannard, 1995). Na Bolívia, ocorre de 1.500m a 3.150m de altitude (Killean et al., 1993).

Neuvoo Anuncie RM