Voltar

Madeiras chilenas e exóticas

Raulí

Raulí Região de ocorrência:
O Raulí é uma espécie endêmica do Chile que prefere solos bem drenados e cresce do rio Itata até Freesia na Região de X para cordilheira da Costa e entre Curicó na VII Região para o Lago Ranco pelas cordilheiras dos Andes. A casca é escura e plana, cinza, longuitudinalmente rachada em forma regular, as folhas são simples e alternadas, as frutas contêm 3 nuances de cor. Esta espécie pode alcançar 40 metros de altura.

Descrição da árvore:
O Raulí é uma das madeiras mais conhecidas e valiosas tanto no Chile como em nível internacional. É de cor marrom avermelhado na brancura e vai escurecendo para o centro, adquirindo um tom vermelho a castanha avermelhado. Os anéis de crescimento são bastante visíveis e os raios de medulas podem ser uniseriados, biseriados ou triseriados, dependendo do corte que será aplicado.

Resistência:
A madeira Raulí é classificada como uma madeira leve, muito fácil de trabalhar, serrar, colar, sendo uma madeira muito boa para a produção de chapas. Com respeito à resistência natural contra cogumelos e insetos, o cerne desta madeira é considerado como "moderadamente resistente" e sua resistência mecânica é média. Usando a madeira em exteriores, pode-se alongar a durabilidade significativamente, com uma proteção construtiva ou aplicando a pintura apropriada. Trabalhando com impermeabilizantes, a madeira apresenta uma absorção moderada e uma penetração regular, são alcançados bons níveis de penetração nas câmeras de pressão. No tratamento superficial, são obtidos bons resultados aplicando óleo em interiores, embora depende do tipo do óleo e da quantidade de camadas que são aplicadas. O contato com água pode originar manchas cinzas, o que é evitado com a aplicação de nogalina, laca, pintura e verniz, obtendo bons resultados.

Secagem:
No processo de secagem natural o Raulí apresenta muita facilidade. Criando as condições necessárias, as tábuas não dobram nem se torcem, apenas se contraem. No processo secante, o Raulí requer um ano para secar um centímetro de densidade e alcança uma umidade final de 15 a 18% no sul do Chile. Uma vez seca, a madeira é muito estável em suas dimensões. No processo de secagem artificial, o Raulí não gera problemas, contanto que sejam cumpridas todas as exigências necessárias para o processo, sendo recomendado que a temperatura não seja superior aos 65ºC.

Indicações de uso:
Pelas excelentes características da madeira, o Raulí, é usado nas terminações de casas e chalés, em portas externas e interiores, forros externos e interiores, chapas, na construção de móveis de alta qualidade, em artes, em produtos de torneria. A madeira de Raulí também tem grande importância na produção de artesanato tradicional do Huilliches para quem deve seu nome. Devido a exploração extrema nos últimos séculos, são muito poucos os troncos de Raulí de boa qualidade.

Fonte: chilexport.com
Anuncie RM Neuvoo Gell