Voltar

Madeiras brasileiras e exóticas

Castanha de paca

Nome científico
Scleronema praecox (Ducke) Ducke Bombacaceae

Distribuição geográfica

Ocorre nas matas de várzea do Estado do Amazonas.

Descrição da árvore
Altura Comercial (m): 9,10

Denominações vulgares
Castanha de paca, C. de paca vermelha, C. branca, envira de veado.

Descrição da árvore
Altura (m): 35,0
Diâmetro (cm): 70

Característica da madeira
Peso específico básico (g/cm³): 0,70
Cor do alburno: amarelado
Cor do cerne: castanho claro
Grã: irregular
Textura: grosseira
Cheiro e gosto: indistintos
Trabalhabilidade: fácil de trabalhar, recebendo bom acabamento.
Poros: visíveis a olho nu, poucos, médios e grandes, solitários e às vezes geminados de 2-3 poros, a maioria obstruídos por tilos.
Figura: linhas vasculares longas, retilíneas, bem destacadas.
Figura radial: transversal de dois tipos, visíveis sem auxílio de lente, largos e outros finos, notados sob lente, irregulares.
Figura tangencial: são altos e baixos, dispostos irregularmente
Parênquima: claramente visível a olho nu, composto de faixas ou ainda linhas terminais bem largas e em alguns trechos aliforme.
Camadas de crescimento: distintas por zonas de tecido fibroso mais escuro. Canais secretores presentes.

Usos indicados
Caixas para embalagem, brinquedos, barris de pouca duração, palitos em geral, construção civil e naval, tábuas, móveis.

Gell Neuvoo Anuncie RM