Voltar

Madeiras brasileiras e exóticas

Baguaçu

Nome científico:
Talauma ovata

Descrição da árvore
Forma: árvore perenifólia, com 10 a 20 m de altura e 50 a 80 cm de DAP, podendo atingir até 30 m de altura e raramente ate 130 cm de DAP, na idade adulta.
Tronco: cilíndrico, reto ou pouco sinuoso. Fuste com até 15 m de comprimento.
Ramificação: cimosa, grossa e tortuosa. Copa ampla, densa e arredondada, com broto terminal preso ao pecíolo, deixando cicatriz ao destacar-se.
Casca: com espessura de até 20mm. A casca externa é lisa ou quase lisa, marrom, desprendendo-se em lâminas pequenas, irregulares e finas, numerosas, próximo à base das árvores adultas. A casca interna é amarelada.

Características da Madeira
Massa específica aparente: a madeira do baguaçu é leve moderadamente densa (0,40 a 0,65 g.cm³), a 15% de umidade (Pereira & Mainieri, 1957; Mainieri & Chimelo 1989 Paula & Alves, 1997).
Cor: alburno não diferenciado do cerne. Cerne branco-acinzentado ou branco-encardido uniforme, escurecendo com a exposição ao ar.
Características gerais: superfície lustrosa e medianamente lisa ao tato; textura média; grã direita. Cheiro e gosto imperceptíveis.
Durabilidade natural:resistência baixa ao ataquede organismos xilófagos, quando em condições adversas.
Outras características: A caracterização anatômica da madeira dessa espécie pode ser encontrada em Pereira & Mainieri (1957) e em Paula & Alves (1997).
As características físicas e mêcanicas da madeira dessa espécie podem ser encontradas em Pereira & Mainieri (1957).

Espécies Afins
O gênero Talauma Juss, é constituído por cerca de 70 espécies distribuídas pela Ásia (principalmente na Índia), Oceania (nas ilhas do Pacífico) e na América Tropical.
No Brasil, o gênero é constituído por quatro espécies (Lozano-Contreras, 1990).

Produtos e Utilizações
Madeira serrada e roliça:a madeira de baguaçu é indicada em construção civil, como rodapés, guarnições, ripas, cordões, sarrafos e tábuas de forros; miolo de contraplacado, partes internas de móveis, artefatos de madeira e cabos de vassoura; caixotaria, marcenaria, brinquedos, miolo de painéis, saltos para calçados, embalagens; e fósforos.
Energia: produz lenha com baixo poder calorífico. O pericarpo sublenhoso pode ser aproveitado como fonte de energia (Paula, 1982).
Celulose e papel: pode ser usada na fabricação de pasta para papel.

Neuvoo Anuncie RM Gell