Voltar

Madeiras brasileiras e exóticas

Virola

Virola Nome Científico:
Virola surinamensis (rol)Warb, Myristicaceae.

Outros nomes e Espécies Afins:
Ucuúba, Ucuúba-branca, Ucuúba-da-varzea, Bicuíba, Bicuíba-branca. Virola oleifera, apesar de ser uma árvore de menor porte, tem madeira semelhante à de V. surinamensis.

Descrição da Árvore:
Árvore de grande porte, atingindo 30 a 35 m de altura a 60 a 90 cm de diâmetro. Apesar de possuir sapopema basais, os troncos são retos, cilíndricos e limpos, atingindo cerca de 2/3 de altura da árvore.

Características da Madeira:
Madeira leve,cerne de coloração bege-claro-rosado,pouco distino do alburno. Superfície lisa e com pouco brilho; grã regular, textura media;cheiro e sabor imperceptível.

Região de Ocorrência:
Margens algáveis dos rios e igapós, como também em várzeas, principalmente nos estados do amazonas e do Pará. Do Maranhão até Pernambuco ocorrem outras espécies de virola, em florestas de terra firme. É citada como espécie de bom crescimento em plantios homogêneos.

Propriedades Físico-Mecânicas:
Madeira leve, com resistência mecânica e retratibilidade volumétrica baixas. Não possui resistência natural ao apodrecimento e é especialmente atacada pelo besouro Lyctus brunneus.

Massa específica g/cm3 kg/m3
Aparente(15% de umidade) 0,48 480
Básica 0,39 390
Retração Total Radial Tangencial Volumétrica
(%) 4,7 7,0 11,6
Índice tangencial/radial = 1,49
Resistência Mecânica (kgf/cm2) Madeira Verde A 15% de umidade
Compressão axial 190 305
Flexão estática 380 581
Tração normal 46 -


Comportamento Durante a Secagem:
Secagem moderadamente difícil, com tendência a empenamentos, rachaduras e colapso. Peças espessas tem a secagem ao ar muito lenta. A secagem artificial deve ser cuidadosamente controlada para evitar alta incidência dos defeitos anteriormente citados.

Programa de secagem sugerido para madeira de VIROLA com até 38 mm de espessura.
Umidade Ts (ºC) Tu (ºC) UR (%) UE (%) Potencial
aquecimento 50,0 49,0 95 21,5 -
até 50 50,0 48,0 89 18,0 3,1
50 50,0 47,0 84 15,8 3,1
40 50,0 46,0 79 14,0 2,9
30 55,0 49,5 73 11,7 2,6
25 65,0 58,0 68 9,9 2,5
20 70,0 59,0 59 8,0 2,5
15 70,0 54,0 45 6,1 2,5
10 70,0 46,0 27 4,1 2,5


Programa de secagem sugerido para madeira de VIROLA com espessura de 40 mm a 65 mm.
Umidade Ts (ºC) Tu (ºC) UR (%) UE (%) Potencial
aquecimento 40,0 39,0 94 21,6 -
até 50 40,0 38,5 91 19,8 2,5
50 40,0 38,0 88 18,3 2,7
40 40,0 37,5 85 17,0 2,4
30 45,0 41,0 79 14,2 2,1
25 55,0 49,0 71 11,3 2,2
20 65,0 56,5 63 9,1 2,2
15 65,0 51,5 49 6,8 2,2
10 65,0 43,0 29 4,5 2,2


Trabalhabilidade:
Madeira fácil de ser trabalhada com qualquer tipo de ferramenta ou máquina, resultando em superfícies lisas. A colagem é boa.

Indicações de Uso:
Marcenaria em geral, embalagens leves, molduras, painéis compensados, forros, lambris, componentes de móveis, lápis, brinquedos e palitos e palitos de fósforo e de sorvete.
Neuvoo Anuncie RM