Voltar

Madeiras brasileiras e exóticas

Mandioqueira (D. calvum)

Mandioqueira (D. calvum) Nome Científico:
Didymopanax calvum, decne & Planth., Araliaceae.

Outros nomes e Espécies Afins:
Recebe também os nomes de Mandioqueiro, Mandiocão e Caixeta. D. morototoni (Amazônia) e D. navarroi (serras da Cantareira e de Paranapiacaba, em São Paulo), cujas madeiras têm praticamente as mesmas aplicações, recebem a mesma denominação.

Descrição da Árvore:
A árvore alcança até 40 m de altura por 70 cm de diâmetro, possuindo tronco reto e cilíndrico.

Características da Madeira:
Madeira de cerne branco-palha, com leve tonalidade rósea, uniforme; alburno não diferenciado. Textura média, grã direita; superfície ligeiramente áspera ao tato, com brilho atenuado. Cheiro e gosto imperceptíveis.

Região de Ocorrência:
Nas matas litorâneas nos estados de São Paulo, Paraná e Santa Catarina. Na região Amazônica é mais comum a espécie Didymopanax morototoni, conhecida por Morototó.

Propriedades Físico-Mecânicas:
A Mandioqueira tem massa específica média, resistência mecânica entre baixa e média e retratibilidade também média.

Massa específica g/cm3 kg/m3
Aparente(15% de umidade) 0,70 700
Básica 0,57 570
Retração Total Radial Tangencial Volumétrica
(%) 4,7 8,7 12,5
Índice tangencial/radial = 1,85
Resistência Mecânica (kgf/cm2) Madeira Verde A 15% de umidade
Compressão axial 386 532
Flexão estática 740 1.030
Tração normal 46 -


Comportamento Durante a Secagem:
Madeira sem informações precisas quanto ao comportamento durante a secagem.

Trabalhabilidade:
Madeira fácil de se trabalhar em todas as operações de beneficiamento.

Indicações de Uso:
Painéis compensados, miolo de portas, partes internas na construção civil (molduras, guarnições, rodapés, forros, etc.), embalagens, saltos para calçados, brinquedos e similares.
Neuvoo Anuncie RM