Voltar

Madeiras brasileiras e exóticas

Maçaranduba

Maçaranduba Nome Científico:
Manilkara huberi (Ducke) Standl., Sapotaceae.

Outros nomes e Espécies Afins:
É conhecida também por Maçaranduba-verdadeira, Maparajuba, Paralu e Maçaranduba-branca (no Mato Grosso). Outras espécies do gênero Manilkara (M. elata, M. amazônica, M. longifalia, M. paraensis, M. bidentata, M. langifoliata, M. surinamensis) possuem madeiras com aparência e aplicações similares.

Descrição da Árvore:
Dentre as árvores da região Amazônica. é das que atingem maior porte, frequentemente 30 a 40 m e algumas vezes até 50 m de altura, com diâmetro entre 60 e 120 cm. Possui fuste reto, geralmente aproveitável desde a base.

Características da Madeira:
Cerne vermelho-arroxeado, com tendência a se tornar vermelho-escuro com o tempo, distinto do alburno que é castanho-claro; textura fina e uniforme, brilho médio, grã usualmente direita; cheiro e gosto imperceptíveis.

Região de Ocorrência:
De ocorrência generalizada em toda a região Amazônica, atingindo o nordeste do Maranhão.

Propriedades Físico-Mecânicas:
A madeira de Maçaranduba é muito pesada, com alta retratibilidade volumétrica e resistência mecânica de média a alta. Possui alta durabilidade natural.

Massa específica g/cm3 kg/m3
Aparente(15% de umidade) 1,04 1.040
Básica 0,85 850
Retração Total Radial Tangencial Volumétrica
(%) 7,5 9,2 20,1
Índice tangencial/radial = 1,23
Resistência Mecânica (kgf/cm2) Madeira Verde A 15% de umidade
Compressão axial 509 620
Flexão estática 1.171 1.504
Tração normal 85 -


Comportamento Durante a Secagem:
Madeira considerada de difícil secagem ao ar, apresentando rachaduras, empenamentos e severo endurecimento superficial. A secagem artificial tem de ser lenta e cuidadosamente controlada.

Programa de secagem sugerido para madeira de MAÇARANDUBA com até 38 mm de espessura.
Umidade Ts (ºC) Tu (ºC) UR (%) UE (%) Potencial
aquecimento 40,0 39,0 94 21,6 -
até 50 40,0 38,5 91 19,8 2,5
50 40,0 38,0 88 18,3 2,7
40 40,0 37,5 85 17,0 2,4
30 45,0 41,0 79 14,2 2,1
25 55,0 49,0 71 11,3 2,2
20 65,0 56,5 63 9,1 2,2
15 65,0 51,5 49 6,8 2,2
10 65,0 43,0 29 4,5 2,2


Programa de secagem sugerido para madeira de MAÇARANDUBA com espessura de 40 mm a 65 mm.
Umidade Ts (ºC) Tu (ºC) UR (%) UE (%) Potencial
aquecimento 35,0 34,0 94 21,9 -
até 50 35,0 34,0 94 21,9 2,3
50 35,0 34,0 94 21,9 2,3
40 35,0 33,5 90 19,7 2,0
30 35,0 33,0 88 18,4 1,6
25 40,0 37,0 83 16,2 1,5
20 50,0 45,5 76 13,1 1,5
15 50,0 42,0 61 9,7 1,5
10 50,0 36,0 40 6,5 1,5


Trabalhabilidade:
Madeira moderadamente difícil de cortar e aplainar, porém fácil de tornear e colar. Tendência a rachar se pregada ou parafusada sem furação prévia. Recebe bom acabamento, pintura, verniz, lustro e emassamento.

Indicações de Uso:
Construções civis externas como estruturas de pontes, moirões, postes, estacas, defensas, dormentes, cruzetas; partes internas em construção civil como molduras, tacos e tábuas de assoalho, vigas, caibros, ripas, marcos ou batentes de portas e janelas; obras hidráulicas, etc.
Neuvoo Anuncie RM