Voltar

Madeiras brasileiras e exóticas

Muirajuba

Muirajuba Nome Científico:
Apuleia Leiocarpa (Vogel) Macbride Caesalpiniaceae.

Outro nomes e Espécies Afins:
Amarelão, Garapa, Garapa-Amarela, Grapiapunha, Garapueira, Garrote, Gema-de-Ovo, Grapia, Maratoa, Muiratua.

Nomenclatura Estrangeira:
Garapa.

Ocorrência:
No Brasil, essa espécie é encontrada nos Estados da Bahia, Espírito Santo, São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Paraná, Santa Catarian e Rio Grande do Sul. Na América do Sul, atinge ainda o Uruguai, a Argentina e o Paraguai.

Características Gerais:
Madeirapesada, de cor amarela acastanhada, textura média e grã irrebgular, com gosto e cheiro indistintos.

Durabilidade Natural:
O muirajuba possui moderada resistência ao apodrecimento e baixa resistência ao ataque de cupins de madeira seca.

Propriedades Físico-Mecânicas:

Densidade de massa aparente (15%) 830 Kg/m3
0,83 g/cm3
Contrações Radial 4,40% -o-
Trangencial 8,50% -o-
Compreensão axial*: Limite de resistência madeira (15%) 54 MPa 554 kgf/cm2
Flexão estática Limite de resistência madeira (15%) 102 MPa 1.278 kgf/cm2
Módulo de elasticidade - verde 14.107 MPa 148.850 kfg/cm2
Dureza Janka - verde - Topo 7.257 N 740 Kg
*compressão paralela às fibras.-Fonte: IPT (1989)

Trabalhabilidade:
Sua tratabilidade é difícil, apresentando baixa permeabilidade às soluções preservantes.

Indicações de Uso:
Por ser uma madeira pesada, é indicada para a construção civil pesada e leve interna, e de esquadrias. Usada ainda na fabricação de móveis de utilidade geral, assoalhos domésticos, transporte, embarcações, laminados e compensados, cabos de ferramentas e utensílios, embalagens e paletes, tanoaria, decoração e adorno.

Processamento:
A muirajuba recebe bem a cola e proporciona bom acabamento. A secagem é difícil, deve ser lenta ao ar e bem controlada para evitar a alta incidência de defeitos.
Neuvoo Anuncie RM