Voltar

Madeiras brasileiras e exóticas

Eucalipto-grandis

Eucalipto-grandis Nome Científico:
Eucalyptus grandis Hill ex Maiden. Myntaceae

Nomenclatura Estrangeira:
Toobur, Flooded gum, Rose gum (Austrália), Eucalipto grandis (Costa Rica)

Ocorrência:
No Brasil existem plantações nos estados da Bahia, Espiríto Santo, Minas Gerais, São Paulo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Paraná e Rio Grande do Sul. Naturalmente ocorre na Nigéria, Zimbábue, Malavi, África do sul, Quênia, Congo, Zaire e Nova Zelândia.

Características Gerais:
A madeira do eucalipto grandis é de coloração castanha avermelhada clara, textura fina e grã direita, com gosto e cheiro indistintos.

Durabilidade Natural:
Sua madeira é de pouca resistência e de limitada duração.

Propriedades Físico-Mecânicas:

Densidade de massa aparente (15%u) 710 Kg/m3
0,71 g/cm3
Contrações Radial 5,50% -o-
Trangencial 11,60% -o-
Compreensão axial*: Limite de resistência madeira (15%u) 50 MPa 509 kgf/cm2
Flexão estática Limite de resistência madeira (15%u) 106 MPa 1.085 kgf/cm2
Módulo de elasticidade - verde 6.463 MPa 125.800 kgf/cm2
Dureza Janka - verde - Topo 5.688 N 580 Kg
*compressão paralela às fibras.-Fonte: IPT (1989)

Indicações de Uso:
Madeira usada na construção civil pesada externa e na leve interna, utilizada ainda na fabricação de mobiliário de utilidade geral, laminados e compensados, embalagens e paletes.

Processamento:
O eucalipto é uma madeira de aplainamento, furação, torneamento e lixamento fáceis. Madeira muito boa de serrar.
Anuncie RM Neuvoo