Voltar

Madeiras brasileiras e exóticas

Caixeta (A. triplinervia)

Caixeta (A. triplinervia) Nome Científico:
Alchornea triplinervia (Spreng) Muell. Arg., Euphorbiaceae.

Outros nomes e Espécies Afins:
Recebe outros nomes como Tapiá, Tapiá-guaçu, Tapiá-mirim, Folha-de-bolo, Tamanqueira, Canela-samambaia e Malacaxeta. No Paraná e Santa Catarina, de Taneiro e Canela-raposa. A denominação Caixeta é utilizada indistintamente para um grande número de espécies florestais cujas madeiras apresentam características similares. Do gênero Alchornea destacam-se A. sidifolia e A. iricurana.

Descrição da Árvore:
Classificada como árvore de porte grande, alcança até 25 m de altura e diâmetro de 60 cm; na altura do peito. A casca escura ou crisácea possui pequenas fissuras dando sensação de aspereza ao tato.

Características da Madeira:
Alburno e cerne em tom bege-claro a bege-rosado; sua superfície é lisa, sem brilho, de textura média a grosseira e grã direita. Não se distingue cheiro ou gosto.

Região de Ocorrência:
Vegeta na região de mata litorânea nos estados de São Paulo, Paraná e Santa Catarina.

Propriedades Físico-Mecânicas:
A classificação dada a Caixeta mostra uma madeira leve, de retratibilidade volumétrica e resistência mecânica baixas, com alta susceptibilidade ao apodrecimento e ataque de insetos.

Massa específica g/cm3 kg/m3
Aparente(15% de umidade) 0,44 440
Básica 0,37 370
Retração Total Radial Tangencial Volumétrica
(%) 2,3 6,1 9,5
Índice tangencial/radial = 2,65
Resistência Mecânica (kgf/cm2) Madeira Verde A 15% de umidade
Compressão axial 184 257
Flexão estática 384 497
Tração normal 43 -


Comportamento Durante a Secagem:
Reportada como sendo madeira de fácil secagem, sem ocorrência de defeitos.

Programa de secagem sugerido para madeira de CAIXETA (A. triplinervia) com até 38 mm de espessura.
Umidade Ts (ºC) Tu (ºC) UR (%) UE (%) Potencial
aquecimento 50,0 49,0 95 21,5 -
até 50 50,0 48,0 89 18,0 3.4
50 50.0 46,5 81 14,7 3,4
40 50,0 44,5 72 12,0 3,3
30 55,0 47,0 62 9,6 3,1
25 65,0 55,0 59 8,2 3,0
20 70,0 56,0 50 6,7 3,0
15 70,0 50,0 35 5,0 3,0
10 70,0 42,0 20 3,3 3,0


Programa de secagem sugerido para madeira de CAIXETA (A. triplinervia) com espessura de 40 mm a 65 mm.
Umidade Ts (ºC) Tu (ºC) UR (%) UE (%) Potencial
aquecimento 40,0 39,0 94 21,0 -
até 50 40,0 38,5 91 19,8 2,7
50 40,0 38,0 88 18,3 2,7
40 40,0 37,0 83 16,2 2,5
30 45,0 39,5 70 12,1 2,5
25 55,0 47,5 64 10,0 2,5
20 65,0 54,5 58 8,0 2,5
15 70,0 54,0 45 6,1 2,5
10 70,0 46,0 27 4,1 2,5


Trabalhabilidade:
Suas características físico-mecânicas revelam ser madeira de fácil trabalhabilidade nas várias operações com máquinas.

Indicações de Uso:
Em peças que não exijam grande duração ou resistência, como caixotaria leve, miolo de portas, painéis compensados, cabos de vassoura e outros.
Neuvoo Anuncie RM