Voltar

Madeiras brasileiras e exóticas

Braúna-Preta

Braúna-Preta Nome Científico:
Melanoxylon brauna Schot., Caesalpiniaceae.

Outros nomes e Espécies Afins:
Braúna, Barauna, Maria-preta, lbiraúna; no Rio de Janeiro é mais conhecida como Grauna.

Descrição da Árvore:
Com altura de 20 a 25 m, seu diâmetro vai até 90 cm, o fuste é bem curto não chegando à metade da altura. A casca é de coloração cinzenta-escura ou parda, destacada do tronco em lâminas.

Características da Madeira:
Devido ao alburno amarelo, o cerne é ressaltado, com coloração do pardo-escuro ao negro e presença de máculas medulares. Sua superfície é opaca, lisa e compacta. A madeira é dura, apresenta grã direita e textura fina. Sem cheiro ou sabor perceptíveis.

Região de Ocorrência:
Habita a floresta pluvial de São Paulo ao sul da Bahia, inclusive o vale do Rio Santo Antonio em Minas Gerais. Foram determinados em inventários, volumes de 3 a 8 m3 por hectare.

Propriedades Físico-Mecânicas:
Possui alta massa específica e (madeira muito pesada) alta resistência mecânica. Tem baixa retratibilidade volumétrica e alta resistência natural ao ataque de fungos apodrecedores e insetos.

Massa específica g/cm3 kg/m3
Aparente(15% de umidade) 1,05 1.050
Básica 0,87 870
Retração Total Radial Tangencial Volumétrica
(%) 3,6 7,4 10,5
Índice tangencial/radial = 1,45
Resistência Mecânica (kgf/cm2) Madeira Verde A 15% de umidade
Compressão axial 731 946
Flexão estática 1.358 1,916
Tração normal 92 -


Comportamento Durante a Secagem:
Sem informações precisas sobre o comportamento durante a secagem. Suas características físicas fazem supor que seja de dificil secagem.

Trabalhabilidade:
A madeira é muito pesada e muito dura ao corte, embora forneça bonito acabamento.

Indicações de Uso:
É indicada para uso em peças de longa duração como vigas, cubos de roda, pontes, obras externas pesadas, pisos e similares.
Neuvoo Gell Anuncie RM