Voltar

Madeiras brasileiras e exóticas

Araribá

Araribá Nome Científico:
Centrolobium robustum (Vell) Mart., Fabaceae.

Outros nomes e Espécies Afins:
É conhecida também por Putumuju, Araribá-vermelho, Ararauva, Araribá-rosa. É bem parecido com o C. tomentosum, porém difere deste pelo fruto, que é sem estipe. As madeiras são bastante similares. Na Amazônia ocorre a espécie C. paraense, conhecida como Pau-rainha.

Descrição da Árvore:
A árvore possui sapopemas basais, sua altura chega a 30 m e diâmetro de até 1 m; tem casca lisa, levemente fissurada, dura, de cor cinza-clara ou pardo-acinzentada. É comum a obtenção de toras com 12 m de comprimento e 80 cm de diâmetro.

Características da Madeira:
A superfície brilhante e lisa exibe tonalidades pardo-avermelhada-rosada, com ou sem estrias e manchas purpureas, De longa durabilidade, compacta, grã direita ou irregular e textura média. Quando recém-cortada solta odor agradável.

Região de Ocorrência:
É largamente encontrada no noroeste do Ceará até o Paraná, em florestas pluviais; e especialmente nos estados do Espírito Santo e Bahia, com maior frequência. Outras espécies do mesmo gênero ocorrem na Região Amazônica, extendendo-se até o Equador e o Panamá.

Propriedades Físico-Mecânicas:
A madeira apresenta alta densidade, sendo classificada como pesada, de resistência mecânica média e retratibilidade volumétrica baixa. Sua durabilidade natural é alta.

Massa específica g/cm3 kg/m3
Aparente(15% de umidade) 0,79 790
Básica 0,66 660
Retração Total Radial Tangencial Volumétrica
(%) 3,1 5,8 9,7
Índice tangencial/radial = 1,87
Resistência Mecânica (kgf/cm2) Madeira Verde A 15% de umidade
Compressão axial 395 595
Flexão estática 823 1.100
Tração normal 60 -


Comportamento Durante a Secagem:
A taxa de secagem da madeira de Araribá é considerada moderada, sem tendência ao aparecimento de defeitos.

Programa de secagem sugerido para madeira de ARARIBÁ com até 38 mm de espessura.
Umidade Ts (ºC) Tu (ºC) UR (%) UE (%) Potencial
aquecimento 50,0 49,0 95 21,5 -
até 50 50,0 48,0 89 18,0 3.4
50 50.0 46,5 81 14,7 3,4
40 50,0 44,5 72 12,0 3,3
30 55,0 47,0 62 9,6 3,1
25 65,0 55,0 59 8,2 3,0
20 70,0 56,0 50 6,7 3,0
15 70,0 50,0 35 5,0 3,0
10 70,0 42,0 20 3,3 3,0


Programa de secagem sugerido para madeira de ARARIBÁ com espessura de 40 mm a 65 mm.
Umidade Ts (ºC) Tu (ºC) UR (%) UE (%) Potencial
aquecimento 40,0 39,0 94 21,6 -
até 50 40,0 38,5 91 19,8 2,7
50 40,0 38,0 88 18,3 2,7
40 40,0 37,0 83 16,2 2,5
30 45,0 39,5 70 12,1 2,5
25 55,0 47,5 64 10,0 2,5
20 65,0 54,5 58 8,0 2,5
15 70,0 54,0 45 6,1 2,5
10 70,0 46,0 27 4,1 2,5


Trabalhabilidade:
Fácil de trabalhar em todas as operações com máquinas, normalmente resultando em superfícies lisas. Rugosidades podem surgir no aplainamento de superfícies radiais. Recebe bem diferentes acabamentos.

Indicações de Uso:
Tem emprego nobre na marcenaria de luxo e móveis finos, mas também é usada na construção civil e naval, em obras externas e hidráulicas, tacos, torneados e tanoaria.
Neuvoo Anuncie RM