Voltar

Madeiras brasileiras e exóticas

Angelim

Angelim Nome Científico:
Hyemenolobium petraeum Ducke Fabaceae.

Outros nomes e Espécies Afins:
Angelin-Pedra, Angelim-Rosa, Angelim-Grande, Angelim-do-Pará, Muirarema.

Nomenclatura Estrangeira:
Angelim Pedra(EUA, Grã Bretanha, Espanha, França), Angelim (Internacional), st.martins gris (Guiana Francesa).

Ocorrência:
No Brasil, sua ocorrência é registrada no Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima, além do Maranhão e Mato Grosso. Encontra-se também da Guiana, Guiana Francesa e Suriname.

Características Gerais:
Madeira dura, de cor castanha avermelhada clara, grã irregular, aspecto fibroso, textura grosseira, com cheiro e gosto indistintos.

Durabilidade Natural:
Apresenta-se resistente ao ataque de fungos e cupins.

Propriedades Físico-Mecânicas:

Densidade de massa aparente (15%) 810 Kg/m3
0,81 g/cm3
Contrações Radial 3,60% -o-
Trangencial 6,50% -o-
Compreensão axial*: Limite de resistência madeira (15%) 82 MPa 840 kgf/cm2
Flexão estática Limite de resistência madeira (15%) -o- -o-
Módulo de elasticidade - verde 11.994 MPa 122.300 kfg/cm2
Dureza Janka - verde - Topo 6.619 N 675 Kg

*compressão paralela às fibras.-Fonte: IPT (1989)

Trabalhabilidade:
A madeira de angelim apresenta boas condições de permeabilidade, sendo fácil de tratar.

Indicações de Uso:
Madeira amplamente usada na construção civil (carpintaria e marcenaria), interna e externa, inclusive esquadrias e assoalhos. Uso crescente na manufatura de móveis, inclusive móveis de boa qualidade, tanto em madeira sólida como em forma de lâminas decorativas. É usada também na fabricação de cabos de ferramentas, cutelaria e utensílios variados.

Processamento:
Madeira de aplainamento regular, necessitando ferramentas bem afiadas. O acabamento é bom e a madeira apresenta facilidade de fixação e colagem. A secagem é rápida mas pode apresentar defeitos.
Neuvoo Anuncie RM