Voltar

Madeiras brasileiras e exóticas

Açacu

Açacu Nome Científico:
Hura crepitans L., Euphorbiaceae.

Outros nomes e Espécies Afins:
Açacu ou Assacu em todo o comércio brasileiro. É conhecida ainda como Areeiro e Uassacu. No exterior possui algumas denominações comerciais, como Arenillero, Catauá, Possum wood, Rakuda, Sablier, Sand box. A espécie Hura polyandra possui muita semelhança nas propriedades mecânicas com a H. crepitans.

Descrição da Árvore:
Árvore que usualmente cresce de 25 a 30 m em altura (podendo atingir até 40 m) por 0,80 a 1,80 m de diâmetro. Em condições muito favoráveis alcança 66 m de altura por 2,10 m de diâmetro, acima das sapopemas. Possui látex muitíssimo irritante para as mucosas e até para a pele, nos olhos provoca grave oftalmia, acompanhado de ardor pronunciado.

Características da Madeira:
Coloração branco-suja ou creme, podendo exibir listras pardacentas; superfície brilhante e áspera. Grã direita, textura média, lisa ao tato e com pouco brilho. Leve e macia, embolora com facilidade; as manchas azuis que se observam por vezes se devem ao desenvolvimento de fungos. Alburno indistinto do cerne.

Região de Ocorrência:
Da América Central à Amazônia; nesta é comum nas várzeas argilosas. Cultivada ao sudoeste da Flórida, Califórnia, Bahamas e Índias Ocidentais Holandesas.

Propriedades Físico-Mecânicas:
A madeira de Açacu pode ser considerada leve, de retratibilidade e resistência mecânica baixas.

Massa específica g/cm3 kg/m3
Aparente(15% de umidade) 0,40 400
Básica 0,33 330
Retração Total Radial Tangencial Volumétrica
(%) 3,2 4,9 8,6
Índice tangencial/radial = 1,53
Resistência Mecânica (kgf/cm2) Madeira Verde A 15% de umidade
Compressão axial 166 272
Flexão estática 359 564
Tração normal 32 -


Comportamento Durante a Secagem:
Secagem natural moderadamente difícil, apresentando empenamentos algumas vezes severo. A secagem artificial deve ser cuidadosamente controlada.

Programa de secagem sugerido para madeira de Açacu com até 38 mm de espessura.
Umidade Ts (ºC) Tu (ºC) UR (%) UE (%) Potencial
aquecimento 50,0 49,0 95 21,5 -
até 50 50,0 48,0 89 18,0 3,4
50 50,0 46,5 81 14,7 3,4
40 50,0 44,5 72 12,0 3,3
30 55,0 47,0 62 9,6 3,1
25 65,0 55,0 59 8,2 3,0
20 70,0 56,0 50 6,7 3,0
15 70,0 50,0 35 5,0 3,0
10 70,0 42,0 20 3,3 3,0


Programa de secagem sugerido para madeira de Açacu com espessura de 40 mm a 65 mm.
Umidade Ts (ºC) Tu (ºC) UR (%) UE (%) Potencial
aquecimento 40,0 39,0 94 21,6 -
até 50 40,0 38,5 91 19,8 2,5
50 40,0 38,0 88 18,3 2,7
40 40,0 37,5 85 17,0 2,4
30 45,0 41,0 79 14,2 2,1
25 55,0 49,0 71 11,3 2,2
20 65,0 56,5 63 9,1 2,2
15 65,0 51,5 49 6,8 2,2
10 65,0 43,0 29 4,5 2,2


Trabalhabilidade:
A madeira de Açacu normalmente é fácil de ser trabalhada, porém quando verde pode ser de difícil usinagem devido possuir madeira de tensão, resultando em uma superfÍcie felpuda. A madeira permite bom acabamento, é de fácil colagem e recebe bem pregos.

Indicações de Uso:
Caixotaria, obras internas, compensados, tamancos. É indicada como matéria-prima para a fabricação de pasta celulósica.
Anuncie RM Neuvoo