Voltar

Madeiras estadunidenses e exóticas

Tília americana

Nome científico:
Tília americana

Outros nomes e Espécies Afins:
American Basswood, Tilo, álamo americano, american linn

Descrição da Árvore:
O tamanho do alburno da tília geralmente é bastante grande e de cor branca, cremosa, e se desvanece gradualmente com o cerne, cuja cor vai de um tom pálido a um marrom avermelhado, às vezes com nós mais escuros. A madeira tem uma textura fina e uniforme com nervura reta, indistinguível.

Propriedades Físicas
A madeira é leve e branda, geralmente possui poucas propriedades de resistência e baixa classificação em curvatura à vapor.

Gravidade específica: 0,37
Peso médio: 417 kg/m3
Encolhimento volumétrico médio: 12,6%
Módulo de elasticidade: 10.067 MPa
Dureza: 1824 N

Região de Ocorrência:
Encontra-se no Leste dos Estados Unidos, principalmente nos Estados do Norte e na Região dos Grandes-Lagos

Durabilidade:
A tília não é resistente à decomposição do cerne, o alburno é suscetível ao ataque de coleópteros comuns da mobília. A madeira é permeável ao tratamento com preservativos.

Disponibilidade:
EUA: razoavelmente disponível como madeira serrada e como laminados, de modo particular aquela que provém dos estados do norte.
Exportação: disponível em uma ampla gama de espessuras e especificações, muito embora os volumes podem ser limitados. Esses dados podem sofrer variações dependendo do aumento da procura.

Trabalhabilidade:
A tília é apta para o trabalho mecânico e muito fácil de manejar com ferramentas manuais, sendo a melhor madeira para o corte. É fácil de pregar, aparafusar e colar e pode ser lixada, pintada e polida até atingir um bom acabamento suave. Seca muito rápido, com pouca distorção ou desperdício. Pode se contrair bastante, no entanto, quando está seca, tem uma boa estabilidade dimensional.

Indicações de Usos:
Gravados, torneados, móveis, padrões, molduras, marcenaria interior e instrumentos musicais. Um uso importante são as persianas.

Fonte: AHEC
Anuncie RM Neuvoo