MENU
Amaznia
Editorial
Eucalipto
Finanas
Mveis & Tecnologia
Pesquisa
Pinus
Planejamento
Processamento
Produtividade
Secagem
Serras
Tecnologia
Xylexpo
E mais...
Anunciantes
 
 
 

REVISTA DA MADEIRA - EDIÇÃO N°98 - AGOSTO DE 2006

Xylexpo

Feira italiana vitrine tecnolgica

A 20 Xilexpo - Bienal das tecnologias da madeira e Sasmil - Salo Internacional dos acessrios e dos produtos semi-acabados para a indstria dos mveis, realizado em Milo, no ms de maio, contou com produtores de tecnologia de vrias partes do mundo, ultrapassando o recorde das edies anteriores (90mil visitantes, dos quais mais de 50 % estrangeiros, numa superfcie de 100mil m).

A Xylexpo 2006 ofereceu uma panormica absolutamente completa e exaustiva de propostas para todas as fases de transformao da madeira e dos seus derivados. Da indstria florestal ao acabamento das superfcies, dos equipamentos para as serrarias aos mais atualizados sistemas informticos. Das mquinas tradicionais s mais avanadas linhas para a produo de mveis, incluindo os sistemas de colagem e s automaes de processos. Alm dos equipamentos para o acabamento e produo de componentes de madeira para a construo civil, solues para a aspirao e a salubridade dos ambientes de trabalho e a reciclagem e reconverso dos desperdcios em energia.

A Xylexpo ocorre a cada dois anos, sempre em anos pares, e conta com mais de 80.000 operadores de todo o mundo que chegam a Milo para visitar a feira. O evento o nico em que so expostas na sua totalidade as novas linhas de produo. Uma oferta extraordinria dirigida indstria manufatureira, mas aberta ao confronto com designer, responsveis pelo desenvolvimento do produto, arquitetos e engenheiros.

A feira contou com um grupo de mquinas separados, de acordo com o segmento, tais como: mquinas para a economia florestal; mquinas, acessrios e ferramentas para a primeira elaborao da madeira; tecnologias para a madeira estrutural ; mquinas, acessrios e ferramentas para a indstria dos produtos de madeira; mquinas, acessrios e ferramentas para a indstria dos mveis, em particular para a elaborao de painis e laminados.

A Xylexpo um encontro que tem uma dupla vocao: por um lado sem dvida a vitrina privilegiada do made in Italy, a praa onde encontram colocao ideal as empresas que contriburam para fazer da decorao italiana um modelo de excelncia reconhecido em todo o mundo. Mas precisamente por este motivo a Xylexpo tambm o momento de confronto entre todas as realidades que operam a nvel internacional.

A edio de 2006 da Xylexpo foi realizada num excepcional cenrio. A apenas oito quilmetros da histrica Feira de Milo. Graas a um investimento de 750 milhes de Euros, totalmente auto-financiado, nasceu um centro de exposies futurista. No apenas na vanguarda das solues tcnicas e arquitetnicas, mas pela determinante vontade de se apresentar como um dos mais importantes e eficazes parque de exposies do mundo. Foi pensado e construdo para integrar da melhor forma possvel grandes dimenses e absoluta flexibilidade no uso das estruturas, funcionalidade e racionalidade da logstica com a melhor qualidade dos servios possvel.

Presena brasileira

A presena brasileira foi marcante na Sasmil / Xylexpo. Com um estande coletivo o Sindimadeira-RS, com o apoio da APEX, participou da feira com dez empresas ligadas ao segmento da madeira e seus artefatos.

Entre as empresas presentes no estande esteve a Terra Verde, Indstria Caxiense de Molduras, Unipac Embalagens Industriais, Indstria de Torneados Belvedere, Blau & Oneta, Bioseta Sade Ambiental, Madezatti, Origin Indstria de Utilidades, Biomax e Incogrel. A Revista da Madeira tambm se fez representar no estande, com divulgao e distribuio da publicao.

Paralelamente, algumas das empresas presentes ao evento participaram tambm da rodada de negcios Al Invest, coordenada pelo Eurocentro de Crdoba, Argentina. Foi o momento adequado para contatos com importadores e empresas de vrios segmentos da Europa, visando oportunizar negcios.

Para as empresas brasileiras os resultados apresentados pela participao como expositoras na Sasmil foram muito importantes, pois abriram novas opes de negcios e acompanharam as necessidades dos consumidores europeus em relao ao que oferecido.

Carreta elevadora facilita armazenagem

A rpida evoluo dos setores econmicos e industriais destacam a importncia da movimentao das empresas, destinadas a satisfazer as novas necessidades de otimizao de tempos e de recursos com um melhoramento da qualidade do estilo de vida e da competitividade empresarial.

Para obter este resultado, importante tambm avaliar atentamente a maneira de manipular e estocar as mercadorias. Neste sentido, a carreta elevadora de grampos laterais, da Fiora, permite atuar em espaos pequenos e reduz os custos, aumentando a competitividade da empresa.

Muitas empresas tm a necessidade de reduzir, tambm, os elevados custos da logstica, em particular naquelas reas destinadas ao armazenamento e o descarregamento de mercadorias. O binmio carreta elevadora - armazm j no pode ser visto como um custo empresarial, e sim como um componente de valor agregado do produto mesmo e de servio oferecido pela empresa.

A parceria entre o transporte e a armazenagem tem um papel determinante para o abatimento dos custos. Aumentar a capacidade de estoque de um armazm no significa necessariamente trocar de armazm e sim, primeiramente, saber aproveitar da melhor maneira aqueles locais do ambiente destinadas ao armazenamento das mercadorias, com uma metodologia lgica e racional.

Secagem e tratamento trmico

Existem muitos problemas causados pelo transporte de mercadorias em embalagens de madeiras infectadas com doenas florestais. Por isso, atualmente existem normas internacionais que controlam a qualidade das embalagens de pallets, por exemplo. Para evitar problemas deste tipo, empresas como a Italiana Nardi apresentam tecnologias adequadas para secagem e tratamento trmico da madeira.

O tratamento trmico consiste em alcanar uma temperatura de 56C no centro da madeira e manter a mesma temperatura por pelo menos 30 minutos.

Para cumprir com as normas internacionais a empresa Nardi vem realizando vrios testes de laboratrio, a fim de otimizar sistemas e processos.

Depois de realizar vrios experimentos, os especialistas em tecnologia da madeira que trabalham na Nardi concluram que o tratamento trmico deve durar de quatro a sete horas, dependendo do tipo de sistema de calor, da quantidade de madeira e das condies climticas externas. Geralmente o tratamento trmico de esterilizao se desenvolve ao mesmo tempo que a secagem.

Secador para lminas de madeira

A Omeco, de Curitiba, exps na Xylexpo e apresentou ao mercado uma variada linha de mquinas industriais para madeira e mveis, entre elas os secadores de madeira. Os secadores tipo prees-dryer para lminas finas faqueadas so destaque em feiras internacionais. Possui sistema com esteiras pesadas de ao inox, com deslocamento em curvas e rolos superiores de presso, promovem uma secagem com efeito de passagem das lminas. Larguras teis:3.400, 4.000 e 6.000 mm.

A mquina agrega carregador automtico a vcuo para press-dryer. Permite a alimentao de grandes quantidades de lminas por minuto com somente um operador. O secador convencional, com esteiras metlicas. Normalmente com uma ou duas pistas de secagem. Com esteira de arame galvanizado ou de ao inox.

A Omeco disponibiliza, tambm, os secadores Hi-jet com transporte por rolos de 4 pistas com largura de 4,8m at 6,0m, com baixo consumo de energia trmica e eltrica. Estes secadores proporcionam alta produo com carregador/descarregador automtico, controle automtico de temperaturas, umidade do ar e umidade das lminas.

Centros de mecanizao para esquadrias

A empresa francesa Dubus est no mercado h 102 anos, sendo que nos ltimos 20 anos se dedica, tambm, ao trabalho de desenhista e fabricante de centros de mecanizao. A experincia posiciona a empresa como um dos lderes no mercado em seu segmento.

Os centros de mecanizao Flexdoor 7000 permitem uma grande flexibilidade enquanto mantm a produtividade. Estas mquinas possibilitam tambm, a colocao de fechaduras, em linhas.

A Flexdoor 7000 pode ser conectada a sua gesto de produo assistida pelo Ordenador graas a um software Dubus que permite a recuperao dos dados e gerao automtica dos programas de mecanizao.

Sistemas robotizados de paletizao

Para satisfazer as demandas do mercado, cada vez mais especficas e exigentes, desde 2004 a Zimac tem ampliado sua oferta de produtos introduzindo em sua rede de vendas os novos sistemas robotizados de paletizao que a situam na vanguarda no segmentos das mecanizaes.

Muitos exemplos, ao longo da histria da tcnica demonstram que um sistema funcional e flexvel funciona no melhor dos modos superando outros sistemas. A Zimac se compromete em manter eficientes suas mquinas, atravs do servio de assistncia tcnica.

Pintar, esmaltar e pulverizar

A CMA Robotics oferece solues na rea de acabamento graas a seus robs automticos individuais. Possui sistemas integrados, instalaes completas e servios. Uma oferta de qualidade assegurada pelos estudos dedicados a cada contrato, e pelo projeto e construo dos robs em suas prprias fbricas. Presta uma ateno particular as solicitaes de clientes com necessidades especiais, que se satisfazem a travs de estudos especficos.

A marca caracteriza reduo das margens de erro e de risco, resultados precisos nas aplicaes, otimizao dos ciclos produtivos e, com isso, aumento da produo, com um consumo inferior de pintura, melhor qualidade de trabalho para os operadores e a garantia da certificao ISO 9001/2000.

A empresa apresenta robs para a pintura automtica, estudados para qualquer setor de aplicao. Modelos simples, mas, com programao de auto-aprendizagem direto, o modelos possui programao ponto a ponto, off-line o sistemas externos.

Os robs CMA esto certificados para trabalhar em zonas potencialmente explosivas como estabelece a normativa Atex. Na programao com auto-aprendizagem o operador guia manualmente, mediante um controle manual. O comandante do controle memoriza todas as trajetrias e os comandos executados e logo os repete de maneira fiel a velocidade de execuo desenhada.

Este mtodo faz com que a utilizao do rob seja extremamente simples j que, durante a elaborao da pea de amostra, se pode controlar o programa que se est memorizando e se pode corrigir eventuais erros muito facilmente. Por tanto, muito til para pintar peas de forma complexa.

Revestimento de superfcie

A IMEAS lder do mundo em mquinas e em linhas do manufacturing para o revestimento de superfcie do ao inoxidvel assim como mquinas calibrando e lixando para os painis baseados madeira (MDF, HDF, PB, OSB, madeira compensada etc.).

Em conseqncia de seu acoplamento constante na preveno e na reduo das poluies, o sistema de gerncia ambiental da IMEAS conquistou o certificado ISO internacional 14001. O sistema de gerncia da qualidade da companhia tambm possui certificado de acordo com normas do ISO 9001:2000.

Desde 1966, IMEAS projeta e produz mquinas processar superfcies planas. As correias, as bobinas e as folhas de borracha de ao inoxidvel, de cobre, de titnio, de alumnio e dos painis compostos de madeira so somente poucos exemplos da aplicao da tecnologia abrasiva da correia de IMEAS.

Cada nica mquina incorpora os anos da experincia, fornecendo o cliente com a tecnologia avanada para conseguir a produo e a disponibilidade do hight. Um primeiro servio de cliente da classe com tempo intervent dentro de 48 horas toda em torno do mundo termina a oferta.

Tradio na linha da Bacci

Fundado em 1918, Paolino Bacci um dos fabricantes os mais velhos e os mais respeitados da maquinaria para trabalhar madeira na Itlia e no mundo. Originalmente um fabricante de mquinas clssicas para trabalhar madeira, a empresa se especializou, tambm, na produo da maquinaria para a indstria de madeira contnua e cadeiras.

Constantemente antecipando as exigncias tcnicas, a empresa tem desenvolvido mquinas equipadas com solues tcnicas por meio de software. A larga escala de centros garantem produtividade.

Descascador de toras

Desde 1969 a Segem projeta, constri e instala mquinas e equipamentos para a indstria da madeira destinados essencialmente para a primeira transformao. Entre os produtos da empresa esto: descascadores de toras, que tem capacidade de descascar com eficcia todas as espcies e podem alcanar altas velocidades de avano. Uma gama completa cobre todas as necessidades entre 70Y e 1100 mm de dimetro. A compatibilidade destas mquinas permite, tambm, o descascamento de troncos curtos Vista geral dos produtos.

As fbricas da empresa so compostas por especialistas de alto nvel, engenheiros e tcnicos, que renem os conhecimentos indispensveis para a elaborao dos produtos. A fabricao integrada permite um domnio perfeito na construo dos produtos, garantindo qualidade e produtividade.

A equipe de montagem e servio ps-venda garantem uma boa instalao e manuteno das mquinas. A Segem oferece mais de 600 mquinas, em diversos pases, tais como Frana, Alemanha, Inglaterra, Blgica, Espanha, Grcia, Itlia, Portugal , Venezuela e outros.