MENU
Bioenergia
Construo Civil
Crdito de Carbono
Editorial
Espcies
Esquadrias
Lminas
Madeiras Tropicais
Manejo
Melhoramento
Mveis & Tecnologia
Organizao
Pragas
Treinamento
E mais...
Anunciantes
 
 
 

REVISTA DA MADEIRA - EDIÇÃO N°93 - NOVEMBRO DE 2005

Esquadrias

Escolha da madeira define qualidade das aberturas

A primeira etapa para produo de uma esquadria de madeira inicia-se com a escolha da madeira de sua fabricao, onde os principais aspectos a serem observados so alm da qualidade e espcie, os seus defeitos. Assim, na escolha importante fazer a inspeo visual onde se verifica defeitos como falhas, fendas, fissuras, incidncia excessiva de ns, levando sempre em conta o tipo de sua utilizao.

Os defeitos da madeira se apresentam de diversas formas, entre elas, na forma do tronco; na estrutura anatmica da madeira; causados por esforos mecnicos; e prejuzos causados pela presena de substncias especiais.

Quando a esquadria recebida na obra no deve apresentar desvios dimensionais alm dos limites tolerados e muito menos teor de umidade acima dos padres especficos o qual verificado por meio de medidor eletrnico de umidade.

recomendvel que a data de entrega e o local de estocagem sejam planejados com antecedncia, sendo que o primeiro depende das condies da obra e o ltimo em local preferencialmente prximo ao de uso ou de transporte vertical. O fabricante deve orientar o comprador quanto forma de estocagem das portas e janelas na obra caso a colocao das mesmas no ocorra de imediato.

Aps a entrega da esquadria de madeira e antes de sua colocao, existe a necessidade de se aplicar preservativos para a conservao da madeira, procurando caracterizar o tratamento preventivo.

Existem dois mtodos de tratamento de madeira, o tratamento preventivo que feito antes da utilizao da madeira prevenindo a deteriorao em uso e o tratamento curativo que feito para erradicar alguma deteriorao que j se encontra em andamento.

preciso considerar a espcie de madeira utilizada analisando a necessidade de tratamento preservativo e proteo s intempries, deve-se escolher a proteo mais conveniente e o nmero de demos, em funo do perodo de manuteno desejado.

Momentos antes da instalao recomendvel a aplicao de um produto impermeabilizante no lado do caixilho (batente) que fica em contato direto com a alvenaria, de modo a proteger a madeira contra possveis ataques do cimento e da cal. Para racionalizar a colocao da esquadria de madeira preciso, antes de mais nada, verificar se a obra fornece condies para o incio do servio e estar de posse do detalhamento executivo para que se possa preparar o caixilho (batente) e a(s) folha(s), conforme o sistema de colocao desejada (fixado por parafusos ou por espuma de poliuretano).

Deve se considerar que a qualidade de uma esquadria e, como conseqncia, seu funcionamento perfeito, depende de uma colocao bem ajustada e da utilizao cuidadosa das ferramentas, evitando danificar a madeira durante o ajuste. Sua durabilidade depende, alm dos cuidados bsicos durante sua vida til, do tipo de madeira e suas caractersticas intrnsecas.

As propriedades da madeira so determinadas pela sua composio fsica e qumica. Sua principal caracterstica a estrutura celular. Suas fibras so feitas de celulose cimentada com um material chamado lignina. A estrutura da madeira aproximadamente 70% celulose, 12 a 28% de lignina e 1% de outros materiais, Esses produtos so responsveis pelas suas propriedades higroscpicas, sua decomposio e resistncia.

Propriedades higroscpicas

A madeira expande quando absorve umidade e fissura quando seca. A saturao da madeira est presente em 2 formas: nas cavidades celulares como gua livre e dentro das fibras como gua absorvida. Na madeira seca as fibras no perdem gua at toda a cavidade adjacente secar ou perder sua gua livre. O ponto no qual as fibras esto cheias mas as cavidades esto vazias chamado ponto de saturao da fibra e ocorre em torno de 30% de contedo de umidade. Isto representa o ponto no qual a madeira comea a trincar (fissurar).

H quatro tipos primrios de danos causados pelos fungos madeira. So eles: manchas, mofo, decomposio e deteriorao. Os fungos destroem a madeira mais do que qualquer outro organismo. Eles causam a decomposio ou o apodrecimento. Botanicamente, os fungos so formas elementares de vida vegetal. Eles no fabricam seu alimento, mas dependem da madeira para se alimentar.

Mancha a descolorao que ocorre em toras e madeiras utilizadas para fabricao do papel, durante o armazenamento. A mancha no afeta seriamente a resistncia, mas sua presena significa que a umidade e a temperatura tem sido suficientes para o aparecimento de fungos.

O mofo causa descolorao e pode ser removido por raspagem ou lavagem. Penetra profundamente na madeira e dessa forma aumenta sua permeabilidade. Outro defeito que pode ocorrer na madeira bruta comumente conhecido como madeira ardida, ou seja a madeira se apresenta com um incio de decomposio.

A madeira "ventada " um outro tipo de defeito tambm comum no meio madeireiro, cujo defeito prejudica a sua utilizao em esquadrias.

Anlise visual

Na anlise da situao atual das esquadrias, uma srie de testes e ensaios podem ser executados, mas imprescindvel a inspeo visual para verificar inconvenientes, tais como: Oxidao em torno do prego; superfcie mofada; madeira visivelmente deteriorada; fungos e problema de pregos repuxados.

Aps a realizao desta inspeo visual outros ensaios podem ser feitos visando aprofundar a anlise da esquadria e procurar as causas dos defeitos encontrados.

Programa de qualidade de portas de madeira

No ltimo ano foram aprovadas as regras do Programa Setorial da Qualidade de Portas Internas de Madeira PSQ-PIM. O objetivo das regras estabelecidas garantir a conformidade dos produtos oferecidos construo civil de acordo com as normas brasileiras vigentes e futuras de portas internas. O programa prev uma qualidade evolutiva dos produtos.

Com o PSQ-PIM, os produtos que esto no mercado sero acompanhados para que possa ser feita a verificao da conformidade em relao s normas brasileiras vigentes pela Associao Brasileira de Normas Tcnicas - ABNT. Alm disso, pretende-se sensibilizar os produtores de portas de madeira e o mercado consumidor para a importncia da melhoria da qualidade e da atualizao das normas existentes. Outra preocupao do setor atender as normas europias, j que algumas empresas exportam seus produtos. Isso ser levado em conta para a atualizao das normas, afirma o vice-presidente do Comit de portas da ABIMCI, Antnio Rubens Camilotti. Uma comisso de estudos foi criada para discutir e apresentar as mudanas nas normas para a ABNT.

Os primeiros resultados dos testes realizados com as portas de madeira sero divulgados em junho. Os ensaios so de responsabilidade do Instituto de Pesquisas Tecnolgicas do Estado de So Paulo IPT. Os fabricantes que participam do PSQ-PIM representam mais de 55% da produo nacional de portas de madeira. Queremos garantir ao mercado produtos com alto grau de desempenho. A preocupao no deve ser apenas com o design da pea, mas tambm com as vantagens que trar para o consumidor, diz o empresrio Roberto Pimentel Lopes, da MultiDoor.

A qualificao do PSQ-PIM ser concedida pela ABIMCI, rgo gestor do programa. Durante o primeiro ano do projeto, os fabricantes podero receber a qualificao nvel C, que atestar que os produtores atendem as normas existentes. Em 2006, com as novas normas j aprovadas pela ABNT, o objetivo ser conceder o nvel B de qualificao para os fabricantes que tenham produtos de acordo com essas regras. A partir do terceiro ano da implantao do programa, recebero o nvel A de qualificao, apenas os fabricantes que atenderem s novas normas e estiverem com selo do Programa Nacional de Qualidade da Madeira PNQM, que certifica o processo de produo.

O programa foi criado no mbito do Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade no Habitat PBQP-H, coordenado pelo Ministrio das Cidades, do Governo Federal, e do Programa da Qualidade na Construo Habitacional no Estado de So Paulo Qualihab. Foi coordenado pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de So Paulo.

O trabalho est sendo realizado em conjunto com a Associao Brasileira da Indstria de Madeira Processada Mecanicamente ABIMCI, que desenvolve o Programa Nacional de Qualidade da Madeira PNQM, desde 1999, e conta com um grupo dos principais fabricantes de portas do Brasil.