MENU
Bambu
Capacitao
Colheita Florestal
Desenvolvimento
Editorial
Energia
Espcie Guapuruvu
Eucalipto
Mveis & Tecnologia
Produtividade
Recursos Humanos
Secagem
E mais...
Anunciantes
 
 
 

REVISTA DA MADEIRA - EDIÇÃO N°92 - OUTUBRO DE 2005

Colheita Florestal

Ferramentas computacionais no planejamento da colheita florestal

O alto custo e os problemas ambientais inerentes a colheita florestal faz com que o planejamento se torne de suma importncia para esta atividade. A viabilidade tcnica, econmica e ambiental dos mdulos de colheita adotados numa empresa s so alcanados com o auxlio de um bom planejamento. Atravs deste recurso pode se estabelecer rotas mais adequadas para a remoo da madeira do talho, podendo assim reduzir a movimentao de mquinas no solo, o que contribui para a minimizao dos processos de compactao e eroso. O traado, realizado de forma mais rpida e eficiente, proporcionar tambm uma diminuio da emisso de gases na atmosfera, resultando assim na melhoria da qualidade do ar. Um outro aspecto positivo neste caso seria o maior rendimento das operaes mecanizadas, com a conseqente reduo dos custos de produo.

Atravs do planejamento pode-se, tambm, contemplar o aspecto esttico e paisagstico do local, garantindo desta forma a minimizao dos impactos visuais proporcionados pela remoo das rvores. Para uma colheita florestal eficiente, so essenciais a melhoria da qualidade, a minimizao de impactos ambientais, o aumento de produtividade e a reduo dos custos operacionais. Para atingir tais objetivos, importante o uso de metodologias com base cientfica de planejamento. No Brasil, a pesquisa operacional e o sistema de informao geogrfica so as duas ferramentas que tm auxiliado no planejamento da colheita florestal. Os mtodos de planejamento mais comuns nesta fase so: mtodo da Tentativa, Imitativo e Cientfico.

? Mtodo da Tentativa: neste caso, o planejador deve possuir grande experincia, pois se baseia em fatos e atos semelhantes ocorridos em situaes passadas. Podem surgir situaes em que o planejador decidir intuitivamente ou por suposies, em virtude da ausncia, em sua vida profissional, de ocasies semelhantes.

? Mtodo Imitativo: um mtodo pelo qual o planejador procura subsdios em outras empresas do setor, o que lhe consome pouco tempo e recursos. Neste caso h risco de erros em virtude de se basear em adivinhaes, palpites e opinies de outras pessoas.

? Mtodo Cientfico: um mtodo que se apoia em condies lgicas, por meio de dados coletados em situaes reais e, quando possvel, extra-polados para novas situaes. O mtodo cientfico trabalha com dados reais, podendo empregar, por exemplo, as tcnicas da pesquisa operacional, os sistemas de informaes geogrficas e os sistemas computacionais especficos, dentre outros.

Na pesquisa operacional deve-se buscar a elaborao de modelos eficientes que possam traduzir as condies pretendidas. A resoluo desses modelos normalmente assistida por programas computacionais, os quais derivam uma soluo tima para uma dada situao. Na colheita florestal, por exemplo, poderia ser trabalhada a questo da minimizao dos custos, no sentido de se ter uma atividade menos onerosa. Este aspecto mostra-se de suma importncia dada a grande representatividade da colheita no custo final da madeira.

Quando o objetivo for a melhoria dos parmetros ambientais, uma boa alternativa a utilizao do sistema de informaes geogrficas (SIG). Neste caso, pode-se trabalhar com sobreposio de cartas temticas (solo, categoria de declividade, classes de estabilidade do terreno, etc.) de uma determinada rea. A partir da sobreposio desses temas, pode se realizar um planejamento visando uma colheita de baixo impacto, levando em considerao os problemas relacionados eroso, assoreamento, turbidez, dentre outros. Para se estabelecer tal planejamento, algumas variveis teriam que ser definidas a nvel de campo como, por exemplo, aquelas envolvidas no clculo do ndice de estabilidade do terreno. Este clculo pode ser realizado atravs da seguinte equao matemtica:

Atravs de um programa computacional, pode-se calcular e, ao mesmo tempo, comparar os valores encontrados com aqueles j definidos em classes de estabilidade. Assim, dependendo do valor encontrado, o solo poder enquadrar numa classe de estabilidade ou instabilidade. A partir desse parmetro, pode-se ento estabelecer cartas temticas relacionadas com a estabilidade do terreno. Assim, nos talhes que apresentam caractersticas instveis (I.E<1,00), uma alternativa seria a adoo de mtodos de extrao de baixo impacto, no sentido de se minimizar os problemas ambientais nestas reas.

O planejamento, quando assistido por programas computacionais, pode apresentar maior eficincia no controle dos aspectos tcnicos, econmicos e ambientais da colheita florestal. Tal fato mostra-se de grande importncia haja visto a potencialidade de gerao de impactos e o alto custo envolvido na referida atividade.





Autores:

Lus Carlos de Freitas , Doutorando em Cincia Florestal - UFV.

Carlos Cardoso Machado. Professor Titular do Dep. de Engenharia Florestal - UFV.

Giovani Levi Sant'Anna , Doutorando em Cincia Florestal - UFV.

Heber Tormentino de Sousa, Graduado em Cincia da Computao - UFV.