MENU
Canad
China
Editorial
Estados Unidos
Exportaes Brasil
Exportaes Setor
Fenam
ndia
Industrializao
Logstica
Mxico
Oriente Mdio
Prmio Exportao
Rssia
Unio Europia
E mais...
Anunciantes
 
 
 

REVISTA DA MADEIRA - EDIÇÃO N°90 - JUNHO DE 2005

Exportaes Setor

Exportaes em 2004 chegam a US$ 6,9 bilhes

O ano de 2004 marcou as exportaes de produtos de base florestal do Brasil madeira, mveis, papel e celulose como um dos mais promissores em termos de resultados comerciais. O volume total das exportaes deste segmento no ano de 2004 totalizou US$ 6,95 bilhes, um crescimento de 24% sobre os valores do ano anterior.

A exportao nesta rea vem crescendo continuamente nos ltimos seis anos, com destaque para o segmento de madeira, que no ltimo ano superou as exportaes de papel e celulose.

A madeira teve um crescimento de 46,2% de um ano para o outro, tendo, em 2004 vendas externas de US$ 3,04 bilhes, contra US$ 2,08 bilhes em 2003. Neste segmento vem acontecendo as maiores taxas de incremento dos ltimos seis anos .

Os Estados Unidos continuam sendo o grande mercado comprador, com 46,7% das vendas totais, o que representou em 2004,US$ 1,46 bilho. Logo aps vem o Reino Unido, com US$ 197 milhes em compras do Brasil e a China, com US$ 137 milhes, que pode ser somado a outros US$ 37,5 milhes importados por Hong Kong. Na seqncia vem Blgica ( US$ 128,8 milhes), Frana ( US$ 120,3 milhes) e a Espanha (US$ 85,7 milhes).

No ltimo ano, as exportaes de madeira compensada superaram as vendas de madeira serrada. As exportaes de compensado em 2004 atingiram US$ 893,6 milhes, um aumento de 51,4% em relao ao ano anterior. Enquanto isso as vendas externas de madeira serrada, tambm um recorde histrico, fecharam em US$ 837,8 milhes , valor 29,3% maior que o ano anterior.

O maior ndice de crescimento, entretanto, neste segmento, foi o de painel de madeira, que aumentou em 183,1% de um ano para outro, totalizando US$ 51,8 milhes. As vendas de madeira perfilada tambm foram expressivas, com crescimento de 86,1%, chegando a US$ 282,5 milhes, e as de janelas, portas e armaes, que totalizaram US$ 439,4 milhes, um aumento de 75,2% em relao ao volume de 2003.

Os itens de molduras de madeira e painis de fibra praticamente se igualaram , com US$ 109 milhes cada um em vendas externas em 2004. Outro destaque foram as exportaes de cavaco, que atingiram US$ 86,3 milhes , representando um aumento de 41% sobre o ano anterior.

O estado do Paran exportou US$ 1,16 bilho, representando 38,3% do total nacional. Em seguida vem os estados de Santa Catarina, com 18,7% do total do segmento madeira, e o estado do Par, com 17,8%.

Exportaes de Mveis

Incluindo todo o captulo 94 da NBM mveis em geral, as exportaes em 2004 deste item tiveram um expressivo crescimento nas vendas externas. As exportaes chegaram a US$ 1 bilho , representando um aumento de 42,5% sobre as vendas do ano anterior.

O item mveis em madeira para quarto representou US$ 307,1milhes das vendas totais, com um aumento de 43% sobre o ano anterior. Os moveis em madeira ( diversos) destacaram-se ainda com US$ 309,1 milhes e os assentos/suportes, atingiram US$ 187,9 milhes em vendas. Destacam-se ainda a participao dos mveis para cozinha, com vendas externas de US$ 37,8 milhes, e mveis para escritrio, com US$ 29,6 milhes.

Os Estados Unidos continua sendo o maior importador, com US$ 374,4 milhes, vindo a seguir a Frana, com compras de US$ 95,9 milhes, o Reino Unido,com US$ 93,3 milhes, e a Alemanha, com US$ 46,2 milhes. Pases como a Holanda e Argentina tambm so bons compradores dos mveis produzidos no Brasil.

Do total das exportaes de mveis do Brasil em 2004, o estado de Santa Catarina foi responsvel por 44% dos embarques, com US$ 441 milhes. O estado do Rio Grande do Sul exportou US$ 280 milhes ( 28% ); So Paulo um total de US$ 97,9 milhes ( 9,8%) e o Paran, US$ 93,4 milhes ( 9,3%).



Papel e Celulose

A variao das exportaes de papel e celulose foi muito pequena no ltimo ano. As vendas externas totalizaram US$ 2,90 bilhes, um aumento e apenas 2,7% sobre o ano anterior. Entre os fatores que contriburam para uma limitao no aumento das vendas externas est o preo praticado internacionalmente, que teve uma queda em 2004.

A pasta de celulose atingiu US$ 1,72 bilho em vendas externas em 2004, enquanto que o papel e papelo somaram US$ 1,18 bilho.

No item papel e papelo a Argentina foi o pas que mais importou, totalizando US$ 218,6 milhes. Outros pases importadores so Estados Unidos, Chile, Itlia e Reino Unido. J em pasta da celulose o maior importador os Estados Unidos, que em 2004 comprou US$ 356 milhes, vindo a seguir a China, com US$ 266 milhes. Outros pases que compram tambm um bom volume do Brasil so a Holanda, Blgica e Itlia.

O estado de So Paulo responsvel por US$ 666,8 milhes do total exportado em papel e celulose , ficando o Paran com US$ 215 milhes. J em pasta de celulose a grande concentrao das exportaes est no estado do Esprito Santo, por onde foram vendidos ao mercado internacional no ltimo ano US$ 693,4 milhes, ou seja, 40,2% do total. O estado de Minas Gerais foi responsvel por exportaes, neste item, de US$ 343,9 milhes ( 19,9%)