MENU
Adesivos
Biomassa
Construo
Desdobro
Editorial
Eucalipto
Exportaes
FIMMA
Mquinas
Melhoramento Gentico
Mveis & Tecnologia
Painis
Plantio
Recursos Humanos
Silvicultura
E mais...
Anunciantes
 
 
 

REVISTA DA MADEIRA - EDIÇÃO N°88 - MARO DE 2005

Plantio

O dficit de plantios florestais e suas implicaes

Nos ltimos anos observou-se o crescimento das plantaes florestais, em especial de eucalipto destinado produo de lenha e carvo vegetal, visando atender principalmente a demanda da siderurgia. O ritmo de plantio anual, entretanto, tem sido aqum das necessidades das empresas siderrgicas, o que aumenta, a cada ano, o dficit florestal.

A ausncia, por vrios anos, de uma poltica voltada para o desenvolvimento sustentvel do setor, aliado falta de linhas de crdito adequadas s caractersticas da produo florestal, contribuiu para a escassez de madeira, que poder tornar-se preocupante no futuro prximo, mesmo que se considere somente o atendimento da demanda do parque industrial instalado.

Para atender o consumo atual anual de madeira estima-se a necessidade de plantio em torno de 188,2 mil hectares, superior em 23,3% ao plantio florestal esperado para 2004, de 152,6 mil hectares. Estima-se, portanto, um dficit aparente de 36 mil hectares a partir de 2004 .

O grande desafio dos empreendedores inseridos no Complexo Florestal e Industrial, em conjunto com o poder pblico, buscar a soluo para o desafio de eliminar o risco do apago florestal decorrente do aumento da demanda de produtos de base florestal, para atender o mercado interno e para a exportao, face a estoques florestais insuficientes.

Para o atendimento da demanda atual seria necessrio um incremento anual mnimo de 35,6 mil hectares na rea atualmente plantada. Considerando o efeito multiplicador da atividade na gerao de postos de trabalho, renda e proteo dos recursos naturais, o impacto da ampliao da rea refletiria positivamente em Minas Gerais e no Brasil nos segmentos ambiental, econmico e social.

A ampliao da rea plantada de eucalipto, atingindo os 188 mil hectares anualmente, contribuiria para aumentar em 20,4 mil a oferta de empregos em 2004/2005, crescendo at chegar em 31,9 mil em 2010/2011, somente nas atividades de plantio e manuteno. A partir de 2012 - poca da primeira colheita -, poderiam, ainda, ser gerados outros 21,7 mil empregos, diretos e permanentes, nas atividades de colheita e carbonizao da madeira

Os investimentos diretos podero chegar a R$220 milhes/ano, aumentando tambm os tributos arrecadados. Ainda como resultado do plantio adicional, seriam preservados cerca de 532 mil hectares de matas nativas, representadas por reas de preservao permanente e reservas legais.

Incrementos econmicos, sociais e ambientais, por ano, decorrentes da reposio florestal para suprimento da demanda anual e atual de carvo vegetal em Minas Gerais (2004 - 2012)

Diante desse quadro de importantes e rpidas transformaes porque passa a economia nacional, e de modo especial o Complexo Florestal e Industrial, faz-se necessrio que os setores pblico e privado, procurando maior sintonia com a sustentabilidade da produo, busquem mecanismos que lhes permitam antecipar os desafios presentes e futuros.



Lino Amaro Nunes Vieira, Thelma Shirlen Soares,

Rosa Maria Miranda Armond Carvalho, Joo Batista Rezende