MENU
Adesivos
Biomassa
Construo
Desdobro
Editorial
Eucalipto
Exportaes
FIMMA
Mquinas
Melhoramento Gentico
Mveis & Tecnologia
Painis
Plantio
Recursos Humanos
Silvicultura
E mais...
Anunciantes
 
 
 

REVISTA DA MADEIRA - EDIÇÃO N°88 - MARO DE 2005

FIMMA

Fimma Brasil 2005 articula negcios no setor

O Brasil fechou 2004 como o oitavo pas que mais fabricou mveis, atrs da China, Japo, Estados Unidos, Rssia, Coria do Sul, Alemanha e Ucrnia. Em 2004, o Brasil exportou quase US$ 1 bilho em mveis residenciais e de escritrio. No mercado interno, o comrcio brasileiro registrou em 2004 um aumento de 14% nas vendas de mveis, comparando com 2003. As vendas somaram aproximadamente R$ 11 bilhes e 200 milhes. O desafio do mercado brasileiro aumentar as exportaes de mveis.

Integrar empresas e fornecedores da cadeia produtiva da madeira um dos objetivos da Fimma Brasil 2005 , Feira Internacional de Mquinas, Matrias-Primas e Acessrios para a Indstria Moveleira, realizada dos dias 15 a 19 de maro, em Bento Gonalves, RS. Para atender este pblico especfico, a feira conta com mais um projeto indito o Mundo da Madeira. Na parte externa da feira, junto com a exposio de mquinas para o setor florestal, ser construda uma casa de 200m de rea com madeira rstica, que abrigar 14 empresas do setor madeireiro e entidades afins, como a Ageflor, Sindimadeira (Caxias do Sul), Simpasul, Movergs e Sindmobil (Gramado)

A casa contar com uma infra-estrutura completa de atendimento, para receber os profissionais que querem trocar informaes e negociar com o segmento florestal. A idealizao do projeto da Revista da Madeira. O presidente da feira, Volnei Benini diz que o Mundo da Madeira contar com o sucesso, no s pelo ineditismo, mas tambm pelas oportunidades que ela ir oferecer.

A presena da AHEC Associao Americana dos Produtores de Madeiras Duras, tambm uma novidade e comprova o grande interesse que a FIMMA desperta no mercado mundial. A presena da AHEC no evento tem como objetivo principal divulgar as espcies de madeiras nativas dos Estados Unidos com potencial para comercializao no Brasil, atravs de projetos na indstria do mobilirio, especialmente voltados exportao, e muitas vezes atendendo ao gosto e o padro do consumidor americano.

A Fimma Brasil visa articular negcios de toda cadeia produtiva da madeira e dos mveis e, nesta stima edio, investe de forma diferenciada nas indstrias de mquinas para o setor madeireiro e florestal. Para reforar o foco, o Eurocentro/Fiergs, com suporte da Comunidade Europia, esto realizando o Encontro de Negcios Al Invest do Setor Madeireiro Florestal.

O Encontro rene empresas da Unio Europia e da Amrica Latina dos setores de mquinas, madeireira e investimentos em plantios florestais . Os pases envolvidos diretamente nesta ao so Brasil, Argentina, Uruguai, Itlia, Espanha, Finlndia, Alemanha e Frana. A idia reunir 30 empresas europias e 100 latino-americanas para proporcionar aos participantes a oportunidade de negociar distintas possibilidades de cooperao tcnica e comercial oferecendo e/ou demandando novas tecnologias, produtos e servios, atravs de distintos meios de cooperao (joint-ventures, acordos de transferncia tecnolgica, know-how, subcontratao, licenas de fabricao, acordos de produo, exportao, importao, representao, entre outros). O programa, realizado em vrios segmentos, tem o objetivo final de estabelecer relacionamentos para fomentar a cooperao econmica, comercial e financeira entre empresas da Europa e Amrica do Sul, em especial do Brasil. A promoo da Fiergs/Ciergs, com o apoio da Movergs, Simpasul, Sindmveis, Ageflor e Sindimadeira.



Aes Estratgicas

A Fimma Brasil 2005 conta com uma diretoria especfica para tratar da estratgia poltica, fundamental para que a feira possa implementar seus projetos diferenciados. O profissional Renato Hansen, diretor executivo da Movergs e do Sindimveis, o diretor de assuntos estratgicos da feira, que tem a incumbncia da montagem das propostas de patrocnio junto a Apex e Sebrae/RS para os projetos Comprador, Imagem, Inovao, Marceneiros. Com a Fiergs, est organizando o encontro de negcios Al Invest Fimma Brasil. A diretoria de assuntos estratgicos da Fimma Brasil tambm trabalha na realizao do indito Prmio Inovao que, durante a feira, vai premiar novas idias, com o objetivo de tornar a Feira Internacional um palco de lanamentos mundiais para o setor moveleiro.

Alm de visitar feiras internacionais e prestar informaes, o diretor da rea internacional, Glacir Giacomello, tem a importante tarefa de fazer contatos com entidades afins e imprensa internacional para divulgar e incentivar a presena de um grande nmero de visitantes profissionais estrangeiros no evento. Giacomello tambm responsvel pela organizao do Projeto Comprador, que mais uma vez conta com o apoio da Apex. Junto com a assessora Denise Valduga, j esto convidando importadores e distribuidores estrangeiros para participarem deste encontro de negcios, que busca alavancar as vendas dos setores de mquinas, matrias-primas e acessrios brasileiros no mercado externo. J confirmaram presena empresrios do Canad, Chile, Uruguai, Peru e Argentina.

Outra responsabilidade desta diretoria, numa ao conjunta com a Comunicao, trazer jornalistas internacionais para visitarem e conhecerem a feira brasileira. Alm da feira, esses profissionais visitam indstrias de mveis e alguns roteiros tursticos. Esta iniciativa tem gerado resultados bastante positivos para a Fimma, que est entre as cinco maiores do mundo.

Uma das inovaes da edio 2005 da Fimma Brasil o Projeto Marceneiro, que tem como objetivo valorizar a classe, oferecendo conhecimento e inovao. O Dia do Marceneiro acontece durante a feira 19 de maro, e os organizadores da feira internacional querem marcar essa data com aes especficas.

A feira colocar transporte gratuito disposio dos profissionais da Regio Sul do pas, havendo tambm uma recepo diferenciada ao chegarem em Bento Gonalves. Esses translados sero marcados atravs dos sindicatos dos plos contemplados.

Outro detalhe importante e que pretende valorizar ainda mais a feira o forte trabalho de divulgao que est sendo realizado junto aos expositores, motivando-os a apresentarem solues tambm para estes importantes profissionais da cadeia produtiva de madeira e mveis. A idia da diretoria executiva que a partir desta FIMMA BRASIL 2005 as necessidades dos grandes e dos pequenos fabricantes de mveis, assim como as dos marceneiros, sejam sempre bem atendidas.

Para Juliano Lazzarotto diretor de servios da feira e coordenador do Projeto Marceneiros, a FIMMA BRASIL uma das grandes influncias na modernizao do parque fabril da Amrica Latina, e adequar-se tambm aos profissionais marceneiros continuar valorizando o evento como uma feira de negcios.



Prmio internacional

O Governo do Estado do Rio Grande do Sul e a Associao das Indstrias de Mveis do Estado do Rio Grande do Sul/Movergs, promovem o Prmio Inovao para tornar a feira o ambiente ideal para lanamentos no Brasil, fazendo do pas um centro de referncia em tecnologia, capacitao e inovao para toda a cadeia produtiva de madeira e mveis da Amrica Latina.

Alm da inscrio, as indstrias participantes tm que estar com o produto exposto na Fimma. Nas modalidades Nacional e Internacional, as categorias so Mquinas, Matrias-primas, Ferramentas e Acessrios. Na duas modalidades, sero premiadas as quatro categorias.

Os critrios para julgamento so as inovaes do produto em relao aos similares no mercado; que o produto deva ter um ano de comercializao; que o produto seja o resultado de uma adaptao ou desenvolvimento da prpria empresa; o estgio de proteo de tecnologia; benefcios sociedade; benefcios aos funcionrios; se h integrao com centros tecnolgicos e/ou universidades para o desenvolvimento da inovao; a insero na cadeia produtiva de madeira e mveis e sua importncia estratgica; impactos na empresa da inovao tecnolgica; e os impactos em toda a cadeia produtiva de madeira e mveis. Os produtos contaro com uma identificao de participao para chamar a ateno do pblico visitante, que em 2003 chegou a 35.000 profissionais.

Tradicionalmente, o Sebrae/RS sempre apia os expositores micros e pequenos a participarem da Fimma, custeando 30% do valor dos estandes. Alm disso, tem o Projeto Comprador, cujos recursos so da Apex , mas o know-how da operacionalizao do Sebrae. O Projeto Comprador um grande incentivador de negcios no exterior, colocando frente a frente, importadores e empresas brasileiras.

Para trazer o maior nmero de profissionais, cabe ao Sebrae/RS, atravs dos seus consultores, o convite e o acompanhamento at a feira de mquinas, matrias-primas e acessrios para a indstria moveleira. Tanto os organizadores quanto o Sebrae/RS, entendem que profissionais so atores importantes na cadeia de madeira e mveis e necessitam de um tratamento de acordo com a sua atividade profissional. Pensando neles, os expositores da Fimma iro trazer produtos que interessam diretamente a esse segmento.

Segundo o diretor-superintendente Deomedes Talini, "o setor moveleiro prioritrio para o Servio de Apoio s Micro e Pequenas Empresas no Rio Grande do Sul (Sebrae/RS) com investimentos de R$ 2,6 milhes em 2004. A Fimma uma oportunidade para a abertura e conquista de novos mercados para as micro e pequenas do segmento de mquinas, acessrios, matria-prima e componentes para mveis. A integrao da cadeia produtiva moveleira no Estado fundamental para que haja desenvolvimento sustentvel dos empreendimentos do setor, com gerao de emprego e renda. A Fimma possibilita um ambiente adequado para essa integrao". Para a FIMMA BRASIL 2005, contar com to importante parceiro significa valorizar ainda mais a misso mercadolgica da feira, que gerar negcios, conhecimento e inovao para toda a Amrica Latina.



Estrutura da cidade

Os expositores e os visitantes profissionais da Fimma 2005 contam com mais de 2.000 leitos nas cidades de Bento Gonalves, Garibaldi, Farroupilha, Caxias do Sul, Veranpolis, Salvador do Sul, Porto Alegre e Gramado. Alm disso, h 80 residncias mobiliadas com 400 leitos, todas localizadas em Bento Gonalves. O transfer oficial da Fimma atender as cidades de Bento Gonalves, Garibaldi, Farroupilha, Caxias do Sul e Porto Alegre, o que gera um conforto nos deslocamentos at a feira. Nos prprios aeroportos de Porto Alegre e Caxias do Sul haver nibus em diversos horrios disposio.

A grande novidade desta stima edio que, com o crescimento da capacidade hoteleira da regio da Serra, diminuiu o nmero de cidades necessrias para a acomodao de todos. Segundo o diretor de servios da Feira Internacional, Juliano Lazzarotto, o evento conta com as mesmas caractersticas das feiras europias, onde muito comum os visitantes hospedarem-se em cidades prximas. Afirma, tambm, que um dos grandes diferenciais da feira a sua localizao, j que os visitantes e expositores aproveitam para realizar tambm turismo. Ele lembra que a Serra gacha conta com uma paisagem diferenciada do resto do pas e, alm disso, tem um povo bastante hospitaleiro, diferente do que existe nos grandes centros. Com uma infra-estrutura moderna de turismo, estar em Bento Gonalves e participar da FIMMA BRASIL 2005 uma imerso total, o que muito bom para firmar relacionamentos, trocar informaes e realizar muitos negcios, observa Lazzarotto.

Bento Gonalves conta com um grande potencial industrial. Com aproximadamente 130 empresas moveleiras, importante plo moveleiro do pas. Na rea de alimentao, se destaca pela tradio da culinria italiana. Os vinhos produzidos, no pela quantidade mas pela qualidade, ganham destaque. Inmeras cantinas ultrapassaram as fronteiras do pas e conquistaram importantes prmios internacionais, classificando seus produtos entre os melhores do mundo.

As metalrgicas movimentam mais de 15% da economia do municpio. Com tecnologia de ponta, empresas de todos os portes produzem ferramentas, acessrios, esquadrias, mveis tubulares entre outros produtos. O setor plstico desponta recentemente na economia bento-gonalvense, produzindo desde embalagens a acessrios para a indstria moveleira.

Passeios e atraes o que no falta para quem visita Bento Gonalves. Pode-se optar por "um retorno ao Passado" no belssimo passeio de Maria Fumaa, que vai a Garibaldi e Carlos Barbosa, pela paisagem exuberante que leva a ponte do Rio das Antas ou ainda pelos Caminhos de Pedra, local que resgata a histria da imigrao italiana, com suas casas de pedra, moinhos e cantinas erguidas no incio do sculo. A visitao a vincolas tambm atrai muitos turistas, onde a degustao de vinhos e a mesa repleta de produtos tpicos transforma o passeio numa verdadeira festa.