MENU
Adesivos
Biomassa
Construo
Desdobro
Editorial
Eucalipto
Exportaes
FIMMA
Mquinas
Melhoramento Gentico
Mveis & Tecnologia
Painis
Plantio
Recursos Humanos
Silvicultura
E mais...
Anunciantes
 
 
 

REVISTA DA MADEIRA - EDIÇÃO N°88 - MARO DE 2005

Exportaes

Exportaes atingem recorde de us$ 7 bilhes em 2004

As exportaes brasileiras de produtos de base florestal madeira, mveis, papel e celulose apresentaram um recorde histrico no ltimo ano. Em 2004 o volume total das exportaes deste segmento totalizou US$ 6,95 bilhes, um crescimento de 24% sobre os valores do ano anterior. Na verdade, as exportaes nesta rea vem crescendo continuamente nos ltimos seis anos, com destaque para o segmento de madeira, que no ltimo ano superou as exportaes de papel e celulose.

Vrios fatores influenciaram positivamente este resultado, mas que fundamentalmente comprovam que o Brasil conquistou um importante espao no mercado mundial atravs de ganhos em competitividade e qualidade.

A madeira ( captulo 44) foi o grande destaque, com crescimento de 46,2% de um ano para o outro. Em 2004 as vendas externas deste item chegaram a US$ 3,04 bilhes, contra US$ 2,08 bilhes em 2003. neste item que vem acontecendo as maiores taxas de incremento dos ltimos seis anos .

O grande mercado comprador continua sendo os Estados Unidos,com 46,7% das vendas totais, o que representou em 2004,US$ 1,46 bilho. Logo aps vem o Reino Unido, com US$ 197 milhes em compras do Brasil e a China, com US$ 137 milhes, que pode ser somado a outros US$ 37,5 milhes importados por Hong Kong. Na seqncia vem Blgica ( US$ 128,8 milhes), Frana ( US$ 120,3 milhes) e a Espanha (US$ 85,7 milhes).

Outra grande mudana no perfil das exportaes do item madeira que as vendas de madeira compensada superaram em 2004 as vendas de madeira serrada. As exportaes de compensado no ltimo ano atingiram US$ 893,6 milhes, um aumento de 51,4% em relao ao ano anterior. Enquanto isso as vendas externas de madeira serrada, tambm um recorde histrico, fecharam em US$ 837,8 milhes , valor 29,3% maior que o ano anterior.

O maior ndice de crescimento, entretanto, neste segmento, foi o de painel de madeira, que aumentou em 183,1% de um ano para outro, totalizando US$ 51,8 milhes. As vendas de madeira perfilada tambm foram expressivas, com crescimento de 86,1%, chegando a US$ 282,5 milhes, e as de janelas, portas e armaes, que totalizaram US$ 439,4 milhes, um aumento de 75,2% em relao ao volume de 2003.

Os itens de molduras de madeira e painis de fibra praticamente se igualaram , com US$ 109 milhes cada um em vendas externas em 2004. Outro destaque foram as exportaes de cavaco, que atingiram US$ 86,3 milhes , representando um aumento de 41% sobre o ano anterior.

Pelo estado do Paran foram exportados US$ 1,16 bilho, representando 38,3% do total nacional. Em seguida vem os estados de Santa Catarina, com 18,7% do total do segmento madeira, e o estado do Par, com 17,8%.

Mveis

As exportaes de mveis tambm tiveram um expressivo crescimento nas vendas externas do ltimo ano. O volume total do captulo 94 da NBM mveis em geral chegou a US$ 1 bilho , representando um aumento de 42,5% sobre as vendas do ano anterior.

O item mveis em madeira para quarto representou US$ 307,1milhes das vendas totais, com um aumento de 43% sobre o ano anterior. Os moveis em madeira ( diversos) destacaram-se ainda com US$ 309,1 milhes e os assentos/suportes, atingiram US$ 187,9 milhes em vendas. Destacam-se ainda a participao dos mveis para cozinha, com vendas externas de US$ 37,8 milhes, e mveis para escritrio, com US$ 29,6 milhes.

Os Estados Unidos continua sendo o maior importador, com US$ 374,4 milhes, vindo a seguir a Frana, com compras de US$ 95,9 milhes, o Reino Unido,com US$ 93,3 milhes, e a Alemanha, com US$ 46,2 milhes. Pases como a Holanda e Argentina tambm so bons compradores dos mveis produzidos no Brasil.

Do total das exportaes de mveis do Brasil em 2004, o estado de Santa Catarina foi responsvel por 44% dos embarques, com US$ 441 milhes. O estado do Rio Grande do Sul exportou US$ 280 milhes ( 28% ); So Paulo um total de US$ 97,9 milhes ( 9,8%) e o Paran, US$ 93,4 milhes ( 9,3%).

Papel e Celulose

A variao das exportaes de papel e celulose foi muito pequena no ltimo ano. As vendas externas totalizaram US$ 2,90 bilhes, um aumento e apenas 2,7% sobre o ano anterior. Entre os fatores que contriburam para uma limitao no aumento das vendas externas est o preo praticado internacionalmente, que teve uma queda em 2004.

A pasta de celulose atingiu US$ 1,72 bilho em vendas externas em 2004, enquanto que o papel e papelo somaram US$ 1,18 bilho.

No item papel e papelo a Argentina foi o pas que mais importou, totalizando US$ 218,6 milhes. Outros pases importadores so Estados Unidos, Chile, Itlia e Reino Unido. J em pasta da celulose o maior importador os Estados Unidos, que em 2004 comprou US$ 356 milhes, vindo a seguir a China, com US$ 266 milhes. Outros pases que compram tambm um bom volume do Brasil so a Holanda, Blgica e Itlia.

O estado de So Paulo responsvel por US$ 666,8 milhes do total exportado em papel e celulose , ficando o Paran com US$ 215 milhes. J em pasta de celulose a grande concentrao das exportaes est no estado do Esprito Santo, por onde foram vendidos ao mercado internacional no ltimo ano US$ 693,4 milhes, ou seja, 40,2% do total. O estado de Minas Gerais foi responsvel por exportaes, neste item, de US$ 343,9 mil (19,9%)