MENU
Adesivo
Agrossilvicultura
Bioenergia
Editorial
Embalagem
Especial Argentina
Evento
Feiras
Habitao
Liderana
Madeira Jatob
Madeira Teca
Mercado - Japo
Mercado Peru
Mveis
Pinus Elliotti
Sustentabilidade
E mais...
Anunciantes
 
 
 

REVISTA DA MADEIRA - EDIÇÃO N°86 - DEZEMBRO DE 2004

Especial Argentina

Parceiros para comrcio bilateral

De acordo com estudo do Ministrio do Meio Ambiente, o Brasil precisa plantar 600 mil hectares de florestas por ano - o equivalente a um investimento de R$ 900 milhes - para ao menos suprir a demanda do mercado interno. Dados do setor mostram, no entanto, que a rea deve crescer em 400 mil hectares neste ano e em 500 mil no prximo. Para manter o ritmo, especialistas apontam a necessidade de ampliar as importaes de madeira. Hoje o Brasil importa US$ 80 milhes de madeira de pases como Argentina e Uruguai.

Embora tenha papel de liderana como produtor e exportador mundial de celulose, o Brasil no atingiu a mesma eficincia quando o assunto reflorestamento. No ano em que o Brasil est completando 100 anos de florestas plantadas, outros pases que apenas recentemente adotaram a prtica cultivam reas maiores que a nossa. No Brasil so 5 milhes de hectares, enquanto a Indonsia, que iniciou o reflorestamento h nove anos, j plantou 9 milhes de hectares.

A Argentina conserva 33 milhes de hectares de florestas nativas, apenas um tero da superfcie que possua h menos de um sculo, afirma um estudo da secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentvel desse pas.

O trabalho indica que, em 1914, havia 106 milhes de hectares de florestas. O avano das atividades agropecurias, o desmatamento e os incndios provocaram um retrocesso das florestas em todo o territrio argentino, de 2,8 milhes de km.

Segundo o estudo, feito com base em imagens a partir de satlites, mapas, observao area e outros meios, uma das zonas melhor conservadas a Patagnia, onde so abundantes reas de florestas.

A Argentina o segundo maior Pas da Amrica do Sul com uma superfcie de 2.780.400 km. Faz fronteira com o Chile, Bolvia, Paraguai, Brasil e Uruguai. A Argentina tem uma populao de 33,6 milhes de habitantes vivendo mais de 10 milhes na capital, Buenos Aires.

Dada a grande extenso do pas a paisagem apresenta uma grande diversidade, caracterizada por quatro grandes regies. A norte, encontram-se as grandes plancies e algumas florestas sub-tropicais. Na grande regio central da Argentina esto os vastos Pampas com os seus solos frteis. A oeste, em praticamente toda a extenso norte-sul do pas, est a grande Cordilheira dos Andes com montanhas a atingir mais de 6000 m de altitude, sendo a maior, o Aconcgua com 6959m.

Ao sul do Pas fica a grande regio da Patagnia, pouco povoada e inspita. No sul da Patagnia fica a ilha da Tierra del Fuego que a Argentina reparte com o seu vizinho Chile.

A grande fatia da vida social e econmica fica para a grande capital, Buenos Aires, cosmopolita e sofisticada, centraliza-se a administrao poltica do pas e tambm os grandes meios financeiros. A rea metropolitana de Buenos Aires tem mais de 10 milhes de habitantes que se estendem para alm dos limites do Distrito Federal. Outras cidades importantes so Crdoba, Rosrio, San Miguel de Tucumn, Mendoza. Nos arredores de Buenos Aires fica tambm La Plata e Mar del Plata que a grande estncia balnearia da Argentina. Mais para sul, na Patagnia, as cidades mais importantes, embora pequenas, so Trelew, Comodoro Rivadavia, Rio Gallegos e Ushuaia. Esta ltima, j na Tierra del Fuego, considerada a cidade mais meridional do mundo.

Ao nordeste, dois grandes rios encontram-se perto de Corrientes. O Paraguai que vem do pas com o mesmo nome e o Paran, do Brasil. Junto fronteira com o Brasil este rio forma um dos mais impressionantes sistemas de cataratas do mundo, as Cataratas de Iguau. Depois da confluncia dos rios, segue um rio de grande caudal, ainda o Rio Paran, em direo a Buenos Aires, onde na sua grande amplitude passa a chamar-se Rio de la Plata.

A era pr-colombiana da Argentina resume-se vida sedentria de diversos grupos de indgenas como os Diaguita. Com a chegada dos espanhis ao continente, a resistncia dos ndios nunca permitiu o estabelecimento de colnias na zona da atual Argentina. Em 1536, o explorador espanhol Pedro de Mendoza, acampou junto ao Rio de la Plata. No entanto, a sua expedio foi expulsa pelos ndios Querand e ele subiu o Rio Paran at fundar a cidade de Assuno, onde os ndios Guarani eram mais pacficos. Mais de 40 anos depois, Juan de Garay conseguiu chegar margem esquerda do Rio de la Plata onde fundou, em 1580, a cidade de Buenos Aires.

A colnia espanhola cresceu lentamente, sempre sob o domnio de Assuno. Assim, dada a sua pequena importncia e controle, os comerciantes comearam a receber contrabando de barcos portugueses e britnicos. Finalmente, em 1776 os espanhis promoveram Buenos Aires a capital do novo Vice-reino do Rio de la Plata. Em 1806 e 1807, as invases inglesas alargaram os horizontes independentistas "creoulos" (espanhis nascidos na Amrica) e em 1810 houve uma revoluo que deps o Vice-Rei. Em 1816 as Provncias Unidas do Rio de la Plata declararam a independncia, mas durante mais de uma dcada manteve-se um conflito entre os ricos proprietrios de terras do interior e os progressistas de Buenos Aires. Nessa altura, o federalista Juan Manuel de Rosas, tomou o comando tirnico do pas.

Argentina Ficha

Sistema de governo: presidencialismo

Lngua: espanhol

Moeda: peso

Religio: 90% de catlicos

Populao: 33.610.000



O Pas se estende das florestas fechadas do norte, atravessando as plancies dos pampas at os planaltos frios da Patagnia, ao sul. Sua maior produo, que de cereais e pecuria, vem dos campos frteis dos pampas. O argentino um povo caloroso, que gosta de msica, de festa e de um bom churrasco, como seus vizinhos gachos.

O tango provavelmente a forma de arte mais famosa da Argentina. Ele nasceu na metade do sculo XIX, com o surgimento de conjuntos de casas volta da capital do pas. Ali, camponeses do interior, imigrantes vindos da Europa e portenhos (pessoas nascidas em Buenos Aires) pobres formaram uma nova classe social. E, talvez ,como uma maneira de identificar a si mesmos como um grupo, desenvolveram novas expresses culturais, criadas a partir da mistura daquelas culturas to diferentes. O tango surgiu assim, e a maneira de dan-lo inclua cdigos que apenas as classes trabalhadoras compreendiam.