MENU
Bioenergia
Congresso
Madeiras Tropicais
Manejo
Mercado MS
Mercados
Mveis
Resduos
Anunciantes
 
 
 

REVISTA DA MADEIRA - EDIÇÃO N°85 - NOVEMBRO DE 2004

Congresso

Congresso estimula bioenergia no pas

Gerao de negcios, um programa tcnico extremamente abrangente e de alto nvel, como tambm a visita de especialistas e pesquisadores do Brasil e do exterior. Este o balano do Congresso Internacional de Bioenergia, evento que aconteceu em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, de 18 a 21 de outubro de 2004. O evento reuniu mais de trezentos pesquisadores, empresrios, dirigentes de empresas governamentais, professores e interessados na produo de energia a partir da biomassa no Brasil, nas Amricas, na Europa e na Austrlia/Nova Zelndia.

Destaque para a participao de representantes de vrios estados do Brasil e de diversos pases da Europa e Estados Unidos, incluindo a IEA Bioenergy, uma das mais importantes organizaes mundiais na rea de biomassa para energia no mundo. O evento abordou, em trs dias, a peletizao de biomassa, os fundos de investimento na rea florestal, o biodiesel, a eletricidade a partir da biomassa, os projetos de mecanismos de desenvolvimento limpo, o carvo vegetal para siderurgia logstica da biomassa. Um programa extremamente abrangente que contemplou tudo o que importante na rea de biomassa para energia.

Para o presidente da Renabio - Rede Nacional de Biomassa para Energia e coordenador tcnico Larcio Couto, o Congresso permitiu a gerao de um grande nmero de negcios durante o evento. Alm disso, nivelou o conhecimento na rea de biomassa para energia entre empresrios, pesquisadores, professores, universitrios, ONGs e organizaes governamentais. Agora todo mundo sabe o que buscar, onde buscar e com quem buscar.

O Brasil est em um momento muito favorvel, tendo em vista que estamos s vsperas da ratificao do protocolo de Kyoto. Isso significa um mercado mundial para os produtos brasileiros, incluindo os originrios da biomassa o lcool e a madeira. E muitos estados brasileiros, incluindo Mato Grosso do Sul tem posio estratgica para exportao de lcool e biodiesel. Esta posio avalizada por Manoel Fernandes Martins Nogueira, professor da Universidade Federal do Par, um dos conferencistas do Congresso Internacional de Bioenergia.

Segundo Nogueira, ningum no mundo capaz de produzir lcool e madeira to barato como o Brasil. Por causa da nossa tcnica, da extenso do territrio e da natureza. Porm, a oportunidade s existe se montarmos uma estrutura para isso, explicou. Para o superintendente de indstria e comrcio da Seprotur (Secretaria de Produo e Turismo), Washington Luiz Valente, foi um privilgio receber o congresso na cidade porque bioenergia um tema atual e importante, alm disso, foi primeira vez que um evento dessa natureza aconteceu no Brasil. De acordo com Valente, formas alternativas de energia esto sendo estudadas em todo o mundo e em Mato Grosso do Sul, isso no diferente. A indstria do lcool e as universidades investem em pesquisas sobre o assunto.

O Congresso Internacional de Bioenergia foi uma Promoo do Governo do Estado do Mato Grosso do Sul, com a coordenao tcnica da RENABIO e contou com a organizao da Porthus Eventos. Os patrocinadores do evento foram: CNPQ, FINEP, CONFEA-CREA, Petrobrs, International Paper, Ramires Reflorestamentos, Koblitz, Banco do Brasil, SEPROTUR, Prefeitura de Campo Grande e Brasil Telecom