MENU
Biomassa
Construo Civil
Editorial
Incndios
Infraestrutura
Insetos-Pragas
Madeira Tropical
Manejo & Transporte
Mveis & Tecnologia
Preservao
Recursos Humanos
Silvicultura
E mais...
Anunciantes
 
 
 

REVISTA DA MADEIRA - EDIÇÃO N°82 - JULHO DE 2004

Mveis & Tecnologia

Terapia atravs da madeira tendncia mundial

O estresse da vida moderna tem levado um nmero cada vez maior de pessoas a buscarem alternativas teraputicas e a madeira o material mais recomendado para compor cmodos e construir objetos utilizados com fins teraputicos. Isto porque a este material supre parte da necessidade de contato com a natureza, que todo o ser humano necessita, mas que o ritmo da vida urbana no possibilita.

Muitos so os apetrechos de madeira usados para fins teraputicos, desde pequenos massageadores at ofurs para banhos relaxantes e ambientes para sauna seca, em espcies como cedro, cedrinho, grpia, angelim pedra, jetiquib e outras.

A arquitetura contempornea apresenta uma tendncia em trazer a natureza para dentro de casa, j que as pessoas tm tempo limitado at mesmo para usufruir dos jardins. A crescente procura por ofurs de madeira, em feiras do setor, so uma amostra desta tendncia.

O ofur uma banheira oriental originalmente feito de madeira-de-lei, mas que j pode ser produzido em espcies alternativas como pinus, desde que no haja emisso de resina, conforme o especialista do Instituto de Pesquisas Tecnolgicas, Mrcio Nahuz. Ele afirma que o eucalipto tambm pode ser utilizado desde que seja previamente bem seco e de fibra reta. Mas, o ideal, segundo o especialista utilizar madeiras conferas como mogno ou cedro. Algumas empresas tem utilizado, grpia, cedrinho, jetiquib rosa e outras.

Sauna seca

Os ambientes de sauna seca so construdos parcial ou totalmente em madeira. Alguns cmodos so construdos utilizando madeira apenas nas paredes, outros usam madeira tambm para o piso e o teto, promovendo uma sensao de maior proximidade com a natureza, o que causa efeito teraputico.

O mogno e cedro so as madeiras mais indicadas para estes ambientes porque se adaptam a altas temperaturas e so madeiras que no costumam apresentar deformaes. Mas, como estas madeiras so de difcil acesso, principalmente o mogno, o especialista indica outras espcies como o Pinho do Paran. Para ser utilizada em saunas secas, esta espcie deve passar por secagem de 6% a 10% de umidade. Podem ser usadas, tambm madeiras mais densas como cedrinho e, se no houver emisso de resina, at pinus.

No entanto, o corte, o aplainamento e o lixamento so muito importantes para qualquer espcie a ser utilizada para os locais de sauna seca. Outra observao importante com relao a as arestas das ripas utilizadas nos bancos que devem ser arredondadas.

As madeiras utilizadas para compor a sauna seca no podem ter tratamentos contra fungos e insetos porque pode prejudicar a sade do usurio. Geralmente este tratamento no necessrio porque a madeira bem seca e exposta a alta temperatura dificilmente atacada.



Ofur

Muito utilizado no Japo em rituais de purificao e relaxamento. O Ofur milenar e est sendo muito utilizado pelos ocidentais devido aos seus poderes teraputicos contra o stress e cansao fsico/mental. A temperatura da gua varia de 28 graus a 35 graus e utilizado com leos, ervas, sais, ptalas e aromas, que junto madeira da construo do ofur propiciam terapia e at a cura de doenas.

Problemas musculares, sseos e contuses podem ser tratados com os banhos de imerso no ofur, tambm ajuda no combate insnia e na hidratao da pele. Atualmente os ofurs vem sendo usados tambm para banhar bebs, em substituio as tradicionais banheiras plsticas.

A madeira para construo do ofur deve ter resistncia deteriorizao. Madeira nova ou com ns no devem ser usadas. Somente o cerne (corao da madeira) do centro da rvore possui propriedades de resistncia deteriorizao natural. A mais usada o cedro rosa, que possui uma aparncia muito agradvel, e tambm muito resistente. Alm disso, esta espcie tem propriedades teraputicas reconhecida por especialistas.

O ideal que o ofur seja confeccionado com fino acabamento, com encaixes perfeitos, sem cola e sem pregos, sendo sua amarrao em cabo de ao ajustvel.

O encaixe deve ser muito cuidadoso para evitar vazamentos. Na primeira utilizao, quando se enche de gua pela primeira vez, os especialistas costumam dizer que o ofur "sangra". No entanto, pelo modo como a tina encaixada (encaixe tipo "macho e fema") sem parafusos, na primeira colocao da gua, a madeira se encharca, reforando o encaixe da tina. Mas, o "sangramento", no nada fora do normal, a quantidade muito pouca. Exceto isso, a tina no vaza. A no ser por algum problema na instalao, ou no uso excessivo de cloro, que degrada a madeira da tina.

A banheira de madeira possui tampa, estrado de fundo e vlvula para escoamento da gua. A tampa serve para deixar as ervas e sais teraputicos em efuso para o prepara do banho. O ofur pode agregar os seguintes acessrios:

Instalao de hidromassagem com bomba acoplada ao ofur;

Deck com escada;

- Filtro e bomba

- Aquecedor eltrico

- Preparao para aquecedor de passagem a gs

- Painel de comando tipo spa

- Iluminao

Muitas espcies de madeira so recomendadas para usos teraputico ou medicinal. O eucalipto uma das espcies mais utilizadas para leos e essncias, por exemplo. J, as folhas do cedro rosa so utilizadas como erva medicinal no tratamento de diversos males e a madeira indicada para fins teraputicos em ambientes, pois sua colorao, aroma e qualidade conferem uma performance especial nestes usos.

O cedro-rosa, tambm conhecido como acaic, acaj-catinga, capiva, cedro-amarelo, cedro-batata, cedro-branco, cedro-cetim, cedro-fofo, cedro-roxo, cedro-verdadeiro, cedro-vermelho, cedro-da-bahia, cedro-da-vrzea, cedro-de-carangola, cedro-do-campo, cedro misionero (Argentina); cedro (Bolvia); ygary (Paraguai) e cedro colorado (Peru).

Ocorre em todos os ambientes florestais do Brasil e em praticamente toda a Amrica Latina. uma espcie que ocorre tanto em ambientes que j foram alterados pela ao do homem, como tambm no interior da floresta primria.

Esta rvore pode atingir at 40 metros de altura e 200 cm de dimetro. Seu tronco cilndrico, longo, reto ou pouco tortuoso e quando se ramifica produz uma copa alta e frondosa. Possui casca com fissuras longitudinais profundas e largas, muito tpicas. A casca interna avermelhada com odor agradvel.

As folhas caem nas estaes mais frias do ano. Suas flores, de colorao amarela a creme, formam um aglomerado denso. O fruto uma cpsula lenhosa com textura rugosa e de colorao marrom escuro. Dentro dele, encontram-se as sementes que so aladas. A polinizao, possivelmente feita por mariposas e abelhas e a disperso das sementes realizada pela ao do vento.

O cedro destaca-se entre as madeiras mais apreciadas no comrcio brasileiro e nas exportaes. Sua madeira parecida com a do, sendo, porm mais mole e de textura mais grossa. Possibilita o uso muito diversificado, superado somente pela madeira de pinheiro-do-paran (Araucria angustifolia).

Alm do uso teraputica, a madeira de cedro muito empregada na construo civil, na fabricao de caixas para cachimbo e na produo de energia. Na medicina popular utilizada como tnica, adstringente, no combate a febre, contra feridas e lceras. A espcie recomendada para arborizao de praas pblicas, parques e grandes jardins. Assim como, para recuperao de ecossistemas degradados e para reposio de matas ciliares em locais com ausncia de inundao.





O massageador de madeira carrinho utilizado para massagear vrias partes do corpo. Possui dois eixos, com quatro esferas rotativas. Utilizado por pelo menos 15 minutos ao dia, estimula a circulao, diminuem as toxinas, fadiga e a tenso nervosa, relaxando seus msculos. Os massageadores de madeira so baseados na terapiachinesa Do-In.

Grande parte dos massageadores so elaborados com madeira de pinus e revestido com cera de carnaba, o que garante a durabilidade. H tambm os mais sofisticados, elaborados em madeira de lei.