MENU
Adesivos
Certificao
Economia
Editorial
Exportaes
Incndios
Manejo
Marketing
Mercado - ustria
Mercado - ndia
Mveis e Tecnologia
Processamento
Reciclagem
Reflorestamento
Secagem
E mais...
Anunciantes
 
 
 

REVISTA DA MADEIRA - EDIÇÃO N°79 - MARO DE 2004

Reflorestamento

Funes ambientais dos reflorestamentos

A implantao dos macios florestais proporciona, alm do retorno econmico, o surgimento de inmeras funes ambientais. Estas funes ou externalidades positivas no so facilmente mensurveis, tornando portanto uma tarefa difcil para que as mesmas possam obter um valor de mercado. Porm, estas desempenham um importante valor ambiental, sendo imprescindveis para melhoria da qualidade de vida. Como exemplo dessas funes ambientais temos a diminuio do aquecimento global, a melhoria do micro clima local e da qualidade do ar, a manuteno da biodiversidade, a ciclagem de nutrientes, a capacidade de suporte para a fauna terrestre, a melhoria das condies estticas e paisagsticas do local, o controle da eroso e a melhoria da vazo, o desenvolvimento de programas de recreao, lazer e de educao ambiental, o estabelecimento dos sistemas agro florestais, a recuperao de reas degradadas e a diminuio da presso sobre as florestas nativas. Embora as florestas plantadas gerem muitas funes ambientais, estas geralmente no so perceptveis, o que faz com que os projetos florestais sejam vistos na maioria das vezes de forma unilateral, ou seja, apenas como um empreendimento impactante. Ser descrita a seguir as funes ambientais relatadas acima tendo portanto como objetivo elucidar os aspectos positivos proporcionados pelos monocultivos florestais.

Um projeto florestal no se restringe apenas ao ecossistema formado pela floresta e pela vegetao de sub-bosque, abrangendo tambm reas de preservao permanente e de reserva legal. Dessa forma os macios florestais acabam proporcionando a manuteno da biodiversidade tanto da fauna quanto da flora. Esse aspecto de suma importncia j que estes componentes biticos guardam consigo um nmero ilimitado de substncias qumicas naturais que pode vir a ser inclusive utilizada em benefcios do homem num futuro prximo, como por exemplo, para cura de certas doenas. A biodiversidade dos projetos florestais tambm pode ser evidenciada dentro dos plantios, principalmente nas reas que apresentam densa vegetao de sub-bosque. Essa complexidade bitica, quando presentes nesses locais, geram tambm externalidades positivas, pois proporciona um melhor equilbrio dos nutrientes no ecossistema, devido principalmente a dificuldade de perda dos mesmos j que estes esto contidos, em grande parte, na biomassa.

Portanto, a conservao mais efetiva dos nutrientes nestas reas mostra-se como uma externalidade positiva proporcionada por esses mono cultivos. A implantao de florestas do gnero Eucalyptus pode proporcionar ainda melhorias mais significativas da qualidade do stio. Estudos mostram que o aumento da produtividade do solo pelo eucalipto ocorre em virtude da ciclagem de nutrientes. De acordo com esses estudos, essa espcie pode melhorar a fertilidade do solo devido a capacidade que tem de extrair os nutrientes das camadas mais profundas e os devolver as camadas superficiais pela queda do folhedo. Estas espcies, em virtude do crescimento rpido, proporcionam ainda o recobrindo do solo num curto espao de tempo, evitando assim continuidade dos processos erosivos e consequentemente a perda da produtividade do stio.

Resultados experimentais realizadas mostraram que o escoamento superficial e a eroso diminuram sensivelmente aps o estabelecimento de plantaes de eucalipto em terrenos outrora degradados. Como pode ser observado, essa cobertura do solo pelas espcies florestais condiciona um aumento na taxa de infiltrao frente aos processos de escorrimento superficial e subsuperficial, garantido dessa forma um melhor abastecimento do lenol fretico. Portanto, as florestas plantadas trazem como conseqncia a melhoria da produtividade do local, proporcionando assim externalidade positiva. As espcies de eucalipto, por serem de rpido crescimento, proporcionam tambm um controle fundamental do aquecimento global, atravs de sua ao como macias fontes de absoro de CO2.

Alguns estudos relatam inclusive a importncia da implantao de megareflorestamentos com o objetivo de atenuar o efeito estufa provocado pela emisso de gs carbnico. O efeito estufa inclusive de interesse mundial visto que esse processo pode vir a comprometer a sobrivivncia da humanidade em virtude no s da elevao da temperatura, ms tambm pelos efeitos desse aumento, principalmente no que tange a elevao dos nveis dos oceanos. A melhoria da qualidade do ar uma outra funo ambiental gerada pelas florestas plantadas. Este benefcio se d no apenas pela liberao de oxignio atravs do processo fotossinttico, ms tambm pela reteno de partculas slidas na parte area. O paisagismo tambm um aspecto importante a ser considerado no assunto em estudo. A floresta plantada gera externalidades positivas por propiciar boas condies estticas e paisagsticas do local. Esses efeitos tornam-se mais perceptveis quando as florestas so implantadas em reas degradadas, ocorrendo nesses casos uma profunda mudana no cenrio em virtude da melhoria da qualidade visual.

A utilizao de lenha bem como o uso de espcies florestais de rpido crescimento como quebra ventos, so mais alguns exemplos de externalidades positivas geradas pelas florestas plantadas. Em comunidades localizadas nas proximidades dos reflorestamentos comum o uso domstico de restos florestais como fonte de energia. Os plantios florestais podem tambm oferecer uma proteo contra os efeitos do vento principalmente em reas prximas de residncias ou de culturas agrcolas. Uma outra externalidade positiva gerada pelas florestas plantadas ocorre devido ao fato destas reduzirem a presso sobre os remanescentes naturais. Estudos mostram que do volume total de madeira consumida nas indstrias, cerca de 39% provm de reflorestamentos.

A floresta plantada pode ser ainda usufruda em termos de uso mltiplo, atravs da instalao de programas para fins de recreao e lazer. Isso pode ocorrer atravs do uso desses locais para caminhada ou passeio ecolgico. Esses ecossistemas podem ainda ser desfrutados em projetos de educao ambiental, onde pode ser evidenciado a profunda relao da fauna e flora, principalmente em reas de reserva legal e preservao permanente, as quais compem reas considerveis dentro dos projetos florestais. Portanto, o estabelecimento do uso mltiplo nesse tipo de floresta pode ser considerado como uma externalidade positiva.

Uma outra importncia dessas florestas que elas podem ser consorciadas com outras espcies atravs dos sistemas agroflorestais. O estabelecimento desses consrcios proporciona uma maior complexidade desses ecossistemas o que reflete no aumento da capacidade de suporte da fauna em virtude de melhorias da qualidade do sitio. Nota-se no entanto que as funes ambientais oriundas dos reflorestamentos so bastante significativas, porm elas no se mostram to evidentes quando comparadas aos danos ambientais gerados nesses ecossistemas.





Autores

Lus Carlos de Freitas Mestrando em Cincia Florestal do Departamento de Engenharia Florestal da UFV;

Carlos Cardoso Machado - Professor Titular do Departamento de Engenharia Florestal - U.F.V.