MENU
Apicultura
Artigo
Caractersticas
Carvo Vegetal
Celulose
Construo Civil
Editorial
Espcies
Eucalipto
Eucaliptocultura
Gesto
Madeira Serrada
Manejo
Meio Ambiente
Mveis
Ns
Nmeros
leos Essenciais
Origens
Pesquisa
Postes
Preservao
Qualidade
Retratibilidade
Secagem
Tratos Silviculturais
Uso Mltiplo
Valorizao
E mais...
Anunciantes
 
 
 

REVISTA DA MADEIRA - EDIÇÃO N°59 - SETEMBRO DE 2001

Valorizao

Processo Valoriza Madeira de Eucalipto

Ao adaptar a madeira s condies de uso exigidas pelo mercado preciso encaminhar o produto ao tratamento, respeitando uma seqncia, para que o resultado seja eficiente. A CAF produz uma linha completa de madeira tratada.

Antes de ser submetida ao tratamento, a madeira deve estar com a umidade abaixo de 30% e preparada, ou seja cortada, serrada, furada. Em seguida feita a carga na autoclave, utilizando-se uma vagoneta, tracionada por um guincho. Fecha-se e trava-se a porta.

iniciada a operao de vcuo, utilizando-se moto bomba, para retirar o ar das clulas da madeira. Essa fase dura trinta minutos, devendo neste tempo a autoclave permanecer com vcuo entre 550 a 600 mm de Hg.

Ainda com a bomba de vcuo ligada e temperatura ambiente, a soluo preservativa transferida do tanque para autoclave.

Atravs de bomba aplicada presso de 12 kgf/cm no interior da autoclave, fazendo com que o preservativo penetre no interior das clulas do alburno e inicie a reao de fixao. Esta fase dura cerca de 2 horas, mantendo-se a presso constante.

Em seguida, a bomba desligada para aliviar a presso. Abre-se uma vlvula para permitir o retorno ao tanque da soluo preservativa que no penetrou na madeira.

Aps o esvaziamento total da autoclave feito um vcuo final no seu interior, com a finalidade de retirar da madeira o excesso superficial de soluo preservativa. Esta fase dura at 15 minutos. Uma hora depois, tempo necessrio para cessar os pingos, a madeira est pronta para ser levada ao ptio, onde permanecer por 10 dias, para ento ser entregue aos clientes.

Quanto ao produto usado para tratamento da madeira, o CCA (Arsenito de Cobre Cromatado), criado na Sua e desenvolvido nos Estados Unidos na dcada de 30 o preservativo mais usado no mundo. No Brasil empregado a mais de 40 anos. O cromo funciona como fixador, o arsnio como agente inseticida e o cobre como fungicida.

O CCA aplicado madeira em uma soluo aquosa. Nenhum preservativo, mesmo os oleosos e leos solveis, como o creosoto, apresentam uma permanncia to longa dentro da madeira quanto o CCA. Quando aplicado, reage com os componentes desta, logo aps o tratamento, formando compostos virtualmente insolveis.

A tecnologia do produto proporciona vantagens como: no deixa resduos em sua superfcie, no exala vapores e nem odores; mantm inalterada a condutividade eltrica da madeira, fator de grande importncia em postes para energia eltrica e dormentes para ferrovia:

No altera a combustibilidade caracterstica da madeira e nem aumenta a sua corrosividade a metais utilizados em contato;

Os acabamentos de superfcie, aplicados em madeira preservada com CCA, apresentam uma durabilidade comprovadamente maior que os aplicados naquelas sem tratamento.



Caractersticas da madeira tratada

- Protegida contra o ataque de fungos e insetos como brocas e cupins

- Recurso natural renovvel obtido a partir de reflorestamento

- Altamente resistente lixiviao (o produto no escorre para o solo)

Tem a superfcie livre de resduos e cascas

No tem alterada a condutibilidade eltrica

O tratamento no contribui para a corrosividade dos metais

Adquire colorao esverdeada

Aceita qualquer acabamento exterior

Pode ser colada ou revestida com adesivos e resinas

No agride o ambiente com odores desagradveis

segura em seu manuseio e no proporciona riscos aos animais, plantas e pessoais

Pode ser fornecida perfurada para arames lisos e cordoalhas

Madeira uniforme: construo mais fcil e mais bonita

CAF

Com 126.000 hectares de florestas de eucalipto, a CAF Santa Brbara, empresa do conglomerado Belgo Mineira, produz anualmente 55.000 m de madeira serrada com matria-prima proveniente de suas florestas renovveis, utilizando principalmente as espcies grandis e cloeziana, por sua semelhana com mogno e pau marfim, respectivamente.

O processo empregado pela empresa para secagem de madeira serrada foi desenvolvido em convnio com a Universidade de Hohenheim, Alemanha, e tem como princpio bsico a utilizao da energia solar.

A empresa produz linha completa de madeira tratada: estacas, moures, esticadores para cerca, postes para telefonia e eletrificao, bem como peas para construo de quiosques, currais, galpes, etc.

A madeira tratada em autoclaves est protegida contra ataques dos fungos apodrecedores e insetos, sendo assim mais durvel e mais econmica.

Setembro/2002