MENU
Acidentes
Biomassa
Colheita
Editorial
Fitossanitrio
Fitossanitrio
Madeira
Mveis & Tecnologia
Pinus
Resduos
E mais...
Anunciantes
 
 
 

REVISTA DA MADEIRA - EDIÇÃO N°132 - OUTUBRO DE 2012

Acidentes

Riscos e medidas preventivas no trabalho florestal

Além dos procedimentos de trabalho, que de uma forma mais genérica podem evitar a ocorrência de acidentes, pode-se , evitar riscos, e adotar medidas para os minimizar, especialmente com a execução de determinadas tarefas e utilização dos equipamentos. Alguns exemplos podem ser apresentados e, embora sejam os mais comuns, também são os que mais têm contribuído para sinistros do setor.

No caso de medidas de prevenção a adotar durante os trabalhos no terreno com tratores os riscos mais frequentes e respectivas medidas de prevenção na utilização de tratores são:

Riscos Mais Frequentes Medidas de Proteção

Reviramento/ Empinamento
- Conhecer bem o terreno em que se vai operar.
- Escolher a mudança e a velocidade adequada à tarefa e ao terreno em que se vai operar.
- Ligar a tração dianteira e uma mudança lenta antes de uma descida acentuada.
- Correta colocação dos pesos frontais, pesos nas rodas ou água nos pneus.
- Evitar a proximidade de valas ou bermas de declives.
- Não dar boleia.
- Não trabalhar com cisternas não cheias e reboques com carga em excesso, mal distribuída ou solta.
- Não embraiar subitamente.
- Não fazer manobras bruscas.

Quedas
- Fazer uso das pegas de apoio quando se sobe e desce da máquina.
- Só descer e subir com a máquina imobilizada.
- Usar calçado adequado.
- Manter as plataformas e degraus limpos e em bom estado.

Entalamento/ Esmagamento
Não estar na proximidade de órgãos animados de movimento.

Enrolamento
Não usar peça de roupa largas ou muito soltas.

Corte
-
Não fazer a limpeza da máquina com os órgãos em movimento.
- Escolher o veio correto e nunca esquecer a sua proteção.
- Prender cabelos compridos.
- Colocar proteção quando a tomada de força não está a ser utilizada.
- Impedir a circulação de terceiros na zona de trabalho.
- Colocar corretamente o macaco para se poder intervir na parte debaixo da máquina.

No caso de medidas de prevenção a adotar durante os trabalhos no terreno com Motorroçadora os riscos mais frequentes e respectivas medidas de prevenção na utilização de motorroçadoras são:

Riscos Mais Frequentes Medidas de Prevenção

Projeção de partículas para os olhos

- Utilizar sempre os EPI´s recomendados: botas de segurança, luvas, capacete com viseira e auriculares protetores auditivos e vestuário com proteções anti-projeções.

Excesso de esforço físico
- Utilização do (arnês) colete que distribui a carga pelos ombros, peito e costas.

Vibrações
- O motor deve ser acionado com a ferramenta sobre o solo.
- Deve proceder-se ao aquecimento com o motor no “relantim.”

Ruído
- Utilização de auriculares.

Condições ambientais de trabalho.
- Deve manter-se uma distância de segurança mínima, entre operadores, de 10 m.
- Não se deve fumar durante as operações de reabastecimento.
- Não acionar a motorroçadora perto dos recipientes utilizados no transporte de combustível.
- Vestuário deve estar adequado às condições meteorológicas.

Nas medidas de prevenção a adotar durante os trabalhos no terreno com Motosserra os riscos mais frequentes e respectivas medidas de prevenção na utilização de motosserras.

Riscos
Mais Frequentes Medidas de Prevenção

Cortes e golpes
- Não utilizar a motosserra a acima da altura dos ombros.
- Nunca cortar com a ponta da lâmina, para evitar o perigo de ressalto.

Ferimentos resultantes da queda de ferramenta
- Transportar a motosserra com a lâmina para trás.
- Em deslocações longas, desligar a motosserra e colocar a bainha de proteção da lâmina.

Corte ou morte devido ao ressalto da motosserra
- Evitar cortar com a ponta superior da lâmina.
- Verificar periodicamente o bom funcionamento do travão ou bloqueador da corrente.

Projeção de partículas para os olhos
- Uso de capacete com viseira de rede e óculos.

Excesso de esforço físico
- A posição correta para trabalhar com a motosserra é manter a coluna direita, flectir as pernas, ter os pés bem apoiados no chão, para obter uma boa base de sustentação.

Problemas ao nível da coluna vertebral
- Utilizar os gestos e as posturas adequadas.

Vibrações
- Manter em bom estado os elementos anti-vibratórios e usar luvas.

Ruído.
- Limpar com frequência a panela de escape. Utilização de auriculares.


Em medidas de prevenção a adaptar durante aplicação de produtos químicos os riscos mais frequentes e respectivas medidas de prevenção na utilização de produtos químicos são.


Mais Frequentes Medidas de Prevenção

Reacções alérgicas
- Evitar o contacto direto com os produtos químicos, que em situações normais, seriam inócuos (inofensivo).

Queimaduras e irritações
- Abrir as embalagens com cuidado, para evitar respingos, derramamento do produto, ou levantamento de pó. Uso obrigatório de luvas, mascara e óculos.

Intoxicações
- Não aplicar produtos químicos sozinho, pois em caso de intoxicação.
- Não fume, não beba e nem se alimente durante a aplicação de qualquer produto químico o operador pode necessitar de ajuda.
- Ao preparar e aplicar produtos químicos utilizar macacão ou camisa de manga comprida, chapéu de abas largas e botas impermeáveis, utilizando também luvas, óculos, e mascaras adequadas, de acordo com a recomendação do rótulo.

Doenças mutagénicas ou degenerativas
- Evitar a exposição prolongada a determinados produtos e misturas.

Ambientais
- Não lance restos de produtos, nem limpe equipamentos ou embalagens de produtos em cursos de água ou junto a poços de água potável.

- Evite a entrada de animais ou pessoas desprotegidas na área tratada durante 7 dias após a aplicação.

- Nunca utilize as embalagens vazias dos produtos para outro fim.

Ferramentas manuais


Existem tambem medidas de prevenção a adaptar durante os trabalhos no terreno com Ferramentas Manuais: enxadas, pás e picaretas, tesouras de podar, machados, serras de mão, podas, roçadoras, foices, gadanhas e sachos. Todas as ferramentas devem possuir a marca CE, o que garante o cumprimento das normas de segurança.

Entre os riscos mais frequentes e respectivas medidas de prevenção na utilização de ferramentas manuais estão:

Riscos Mais Frequentes Medidas de Prevenção

Cortes, golpes e ferimentos resultantes de objetos pontiagudos
- As ferramentas cortantes devem ter as lâminas protegidas quando não estão a ser utilizadas. Nunca se devem lançar ferramentas. Entregar sempre em mão.

Projeção de partículas para os olhos
- Cada trabalhador deve inspecionar a ferramenta antes de a utilizar, nomeadamente punhos, peças de ajuste, partes móveis, cortantes e susceptíveis de serem projetadas, sendo responsável pela sua manutenção.

Excesso de esforço físico
- Em cada tarefa deve utilizar-se a ferramenta adequada, utilizando-a para a função para a qual foi concebida (as características das ferramentas - tamanho, peso, longitude da pega - devem moldar-se às necessidades do trabalho e às faculdades físicas do trabalhador)

Lesões musculares
- No caso específico das enxadas, o trabalhador deve ter em atenção a posição dos membros inferiores, principalmente da perna em posição mais adiantada.
- Os acidentes mais graves ocorrem normalmente durante o abate, embora o maior número se verifique no trabalho de desrama; a motosserra é o equipamento responsável pela maior parte dos ferimentos.
- Neste caso os riscos mais frequentes e respectivas medidas de prevenção na execução da tarefa abate e desrama de árvores são:

Riscos mais frequentes Medidas de prevenção

Entalamento/ Esmagamento
- Verificar se o porte da árvore não é curvo e se não existem ramos secos com risco de queda; Determinar a área da queda e impedir a presença de pessoas na mesma; Utilizar uma motosserra adequada, em bom funcionamento e com manutenção dos dispositivos de segurança.

Cortes e dilacerações
- A motosserra deverá ser operada por trabalhador habilitado.

Sobre esforço
- Proceder ao abate da árvore, de acordo com as técnicas de abate.
- No caso da árvore a abater ficar presa noutra, baixá-la com o auxílio de um guincho.

Projeção de objetos
- Uso de capacete com viseira de rede e óculos; Sempre que o desrame interfira com a circulação de veículos ou pedonal utilizar sinalização adequada.

Ruído
-
Utilização de auriculares.

Incêndio
- Efetuar o arranque da motosserra, afastado do reservatório de combustível.


Em medidas de prevenção na movimentação manual de cargas também existem riscos que podem ser prevenidos

Riscos Mais Frequentes Medidas de Prevenção

Esforços ou movimentos incorretos
- Sempre que possível utilizar meios auxiliares que facilitem o manuseamento da carga;
- Limitar as cargas ou dividi-las se possível.

Choque com objetos
-
 Não transportar em carro de mão cargas longas ou que impeçam a visão.
- Manter as zonas de movimentação arrumadas. Sinalizar as zonas de passagem perigosas.
- Tomar precauções especiais na movimentação de cargas longas.

Entalamento
- Usar os equipamentos de proteção adequados e cumprir as regras de segurança.

Lesões da coluna vertebral
- Fazer um adequado repouso ou recuperação do corpo.

- Não fazer esforço físico demasiado frequente ou prolongado envolvendo em particular a coluna;

- Manter a carga o mais junto ao corpo possível à altura da cintura, e a coluna vertebral direita;

- Evitar pesos numa só mão; distribuir as cargas pelos dois braços, mantendo o corpo equilibrado.


Fonte: LOPESGARCIA Consultores, Lda.